Rodrigo Maia avisa que reforma trabalhista vai ao plenário nesta quarta (26)

Compartilhe

Saiba mais:
→ Centrais se reúnem em SP e confirmam que o 28 de abril entrará para a história do País
Índio: Futuro do Brasil enfrenta semana decisiva
Guilherme Boulos: Retrocessos da reforma trabalhista
28/04: Ato Unificado da Greve Geral em São Paulo
 Baixe o jornal sobre a Greve Geral do próximo dia 28!


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem que pretende votar de qualquer jeito a reforma trabalhista até a próxima quinta-feira (27). Trata-se de mais um golpe para para garantir o desmonte dos direitos antes da greve geral nacional marcada para a sexta-feira, 28 de abril.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A análise da proposta tramita hoje na comissão especial e em Plenário deve começar na quarta-feira (26), podendo se estender até a quinta (27).

Na segunda-feira (24), o PSOL protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) um mandado de segurança para anular a votação do regime de urgência, aprovado na última quarta-feira (19), depois de ter sido rejeitado pelo Plenário no dia anterior.

Para o PSOL, a apresentação de um novo requerimento com o mesmo teor foi uma “manobra da presidência da Câmara” para reverter o resultado da votação de terça. Segundo a liderança do PSOL, o presidente da Câmara infringiu o regimento interno da Casa ao não considerar prejudicada matéria que já havia sido deliberada pelo plenário.

Rodrigo Maia disse esperar que o STF não altere o cronograma de votações na Casa e teve a cara de pau de declarar: “O regimento foi cumprido de forma correta”…

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários