Plano da FGV rejeitado integralmente pelos professores da rede municipal de Barueri

Plano da FGV rejeitado integralmente pelos professores da rede municipal de Barueri

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

O Plano de Carreira elaborado pela Fundação Getulio Vargas ( FGV ), encomendado pela Prefeitura Municipal de Barueri tem a finalidade de atender o Plano Nacional de Educação ( PNE ). A prefeitura contratou a FGV, a mesma fundação que elaborou o plano de carreira de outras cidades que serviu apenas para prejudicar a categoria. Foi necessário muita luta e trabalho para convencer as prefeiturasda necessidade de mudar os planos de carreira , pois o que apresentado pela FGV não foi bom nem para a administração.

O prefeito Gil Arantes pagou uma fortuna por um plano que o Sindicato faria de graça. O SIPROEM – Sindicato dos Professores das Escolas Municipais de Barueri e Região Filiado a Intersindical Central da Classe Trabalhadora propôs um plano alternativo que deveria. pelo menos ser levado em consideração pela FGV. Porém as propostas, principalmente sobre a evolução funcional foram ignoradas pela FGV.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A história de plenárias para discutir o plano de carreira é um artifício utilizado pela fundação para se eximir dos transtornos que virão e justificar o valor cobrado pelo “ desserviço”  prestado para a municipalidade e aos professores. Na verdade tudo que foi feito até agora pela FGV não traduz os anseios dos professores, que buscam garantir seus direitos e elevar a qualidade do ensino no município que está jogado às traças. O prefeito de Barueri contratou a FGV a peso de ouro com a missão de elaborar um documento que sirva somente aos interesses da administração. Nos municipios em que essa empresa atuou houve achatamento salarial, sucateamento das escolas , não houve evolução profissional e, pior, aumento do assédio moral. Se o assédio moral já é uma realidade em nossas escolas, imaginem como será depois de aprovada a Lei. por tudo isso, devemos ejeitar integralmente esse plano de carreira.

O fato é que a FGV depois de receber seu dinheiro vai embora, deixando para trás todos os problemas que o seu “trabalho” acarretará à categoria. O SIPROEM sequer é recebido pelo prefeito, daí a dificuldade de expor o ponto de vista do sindicato. Devido à intransigência da administração teremos que ir às ruas e dizer NÃO a esse governo que tenta através dessa lei tomar para si o destino de nossas vidas. Da forma como está posto não haverá progressão para a maioria dos professores e aumento de salários , pode esquecer! Se hoje o prefeito Gil Arantes não repõe sequer a inflação, como será com o plano de carreira em vigor?

Dia 15 de Outubro – DIA DOS PROFESSORES SERÁ NA RUA!

O SIPROEM – Sindicato dos Professores das Escolas Municipais de Barueri e Região Filiado a Intersindical Central da Classe Trabalhadora    realizou no dia 15 de Outubro um ato assembléia em frente a prefeitura para comemorar o dia dos professores e professoras e também para protestar  contra a administração do prefeito Gil Arantes do DEM pelo descaso  na educação da cidade de Barueri.

Contou com a presença dos professores e professoras e com o grupo de jovens ARTE NA LATA que se apresentou com sua arte na lata  e depois o presidente do Siproem Ademir Segura iniciou a assembléia falando do plano de carreira e de como a administração do prefeito trata a educação na cidade de Barueri. Após várias falas da direção do Siproem e dos professores presentes, os professores sairam em caminhada pelo Centro de Barueri  para denunciar o prefeito para a população de como anda a educação na cidade e terminando com votação dos professores de realizar outras lutas na cidade.

Fonte: Jornal da rede Siproem

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários