PEC 241 é aprovada, mas trabalhadores vão às ruas para manifestar sua insatisfação

Saiba mais:
→ ATENÇÃO: PEC 241 já está no Senado. Agora é PEC 55/16
→ Câmara aprova PEC 241 em 2º turno, mas a luta continua no Senado


A votação em 2º turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241 ocorreu debaixo de muito barulho em São Paulo e em diversas partes do Brasil. Milhares de pessoas ocuparam a Avenida Paulista na noite desta terça-feira, 26, para manifestar que a tramitação da PEC 241 não será pacifica.

Convocado pela Frente Povo Sem Medo o ato em São Paulo iniciou no vão do MASP e seguiu para o escritório da Presidência da República localizado na esquina da Rua Augusta com a Avenida Paulista.

“Estamos aqui contra a PEC 241, na defesa do serviço público, da saúde pública, contra a política de paralisação do salário mínimo, que essa PEC quer instituir em nosso país”, disse Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora.

“Hoje aqui, mas também ontem, nas diversas capitais do país, nos locais de trabalho, nas escolas e universidades ocupadas, a classe trabalhadora e a juventude, e todos que estão construindo a mobilização necessária para enterrar essa PEC do fim do mundo e levar junto o mordomo do diabo, que é o Michel Temer, vamos com muita determinação barrar o ajuste fiscal, cujo objetivo verdadeiro é entregar as políticas públicas para aumentar a transferência de renda dos banqueiros para o sistema financeiro e para os rentistas”, continuou.

De acordo com Índio as manifestações contam com a unidade da classe trabalhadora e daqueles que querem construir uma data nacional de paralisação que acontecerá no dia 11 de novembro. “Esta é a data marcada para os trabalhadores cruzarem os braços para iniciar a construção da greve geral para derrotar a agenda dos golpistas, na defesa dos direitos, para derrotar a PEC 241, para impedir a aprovação da Reforma da Previdência, da Reforma Trabalhista, para não permitir a entrega do pré-sal para as petroleiras internacionais e garantir a soberania nacional”, enfatizou ele.

Aprovação da PEC 241

A Câmara dos Deputados concluiu na madrugada desta quarta-feira (26) a votação da PEC 241 que limita os investimentos públicos pelos próximos 20 anos. O texto-base foi aprovado por 359 votos a favor, 116 contrários e duas abstenções.

Todos os seis destaques da oposição foram rejeitados. Agora a proposta será encaminhada ao Senado, para ser votada também em dois turnos.

No Senado, são necessários um mínimo de 49 votos em cada votação para a PEC ser aprovada. Daí, se for aprovada sem modificações em relação ao texto da Câmara, a PEC 241 passará a integrar a Constituição Federal. A intenção do governo golpista é que ela seja aprovada no segundo turno do Senado ainda no mês de novembro.

SAIBA MAIS
→  MATÉRIA COMPLETA SOBRE A APROVAÇÃO DA PEC 241 NA CÂMARA

contra-pec-241-alexandre-maciel-9

contra-pec-241-alexandre-maciel-2

contra-pec-241-nelson-ezidio-3

contra-pec-241-nelson-ezidio-4

contra-pec-241-nelson-ezidio-5

contra-pec-241-nelson-ezidio-6

contra-pec-241-nelson-ezidio-7

contra-pec-241-nelson-ezidio-8

contra-pec-241-alexandre-maciel-9

contra-pec-241-nelson-ezidio-10

contra-pec-241-nelson-ezidio-11

contra-pec-241-nelson-ezidio-12

contra-pec-241-nelson-ezidio-13

contra-pec-241-alexandre-maciel-14

contra-pec-241-nelson-ezidio-15

contra-pec-241-alexandre-maciel-16

contra-pec-241-alexandre-maciel-17

contra-pec-241-alexandre-maciel-18

contra-pec-241-nelson-ezidio-19

contra-pec-241-alexandre-maciel-20

contra-pec-241-alexandre-maciel-21

contra-pec-241-alexandre-maciel-22

contra-pec-241-alexandre-maciel-23

contra-pec-241-alexandre-maciel-24

contra-pec-241-alexandre-maciel-25

contra-pec-241-alexandre-maciel-26

contra-pec-241-alexandre-maciel-27

contra-pec-241-nelson-ezidio-28

contra-pec-241-alexandre-maciel-29

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora

*

Top