Notícias

Nota da Intersindical: Cabral Presente!

A morte de sindicalistas na região não é um fato isolado, o companheiro Carlos Cabral é o quarto dirigente do seu sindicato a ser assassinado. A ação de pistoleiros assassinaram João Canuto (1985), Braz Oliveira (1990) e Expedito Ribeiro (1991).

Se reformar a Previdência vai ter mais dinheiro para a educação?

Resolvi escrever sobre esse tema muito motivada pelas recentes grandes manifestações de 15 de Maio. Convocado pelo movimento sindical da educação, as manifestações levaram milhares de estudantes, educadores e demais trabalhadores às ruas em contraposição aos cortes no financiamento da educação anunciados pelo Governo Federal.

Foi gigante o 30 de março - É hora de intensificar as mobilizações

Foi gigante o 30 de março

As ruas do Brasil foram ontem, dia 30,  novamente tomadas por milhares e milhares de pessoas contra os cortes de Bolsonaro na educação e na ciência. Nas mais diversas cidades do país, o que se viu foi muita disposição da juventude, grande maioria das manifestações, para fazer o governo recuar dos cortes e mudar a política adotada pelo MEC nos últimos meses.

Dia 30 vai ser maior: pela educação e previdência públicas!

Dia 30 vai ser maior: pela educação e previdência públicas!

No próximo dia 30 de maio a juventude e os diversos setores da classe trabalhadora tomam, novamente, as ruas do Brasil para demonstrar sua disposição de defender a educação pública, sem cortes e sem censura, e de se somar na luta da classe trabalhadora em defesa da previdência pública e solidária.

Bernadete Menezes: Um 2013 politizado

Nas primeiras manifestações de junho de 2013 eu saí com nossos colegas da UFRGS para o centro de Porto Alegre. Fui com minha bandeira do PSOL. Assim que cheguei na Esquina Democrática vários jovens começaram a gritar comigo: sem partido! Sem partido! Sem Partido! Na mesma hora fiz um comício.

Motoristas se mobilizam para a greve em São Paulo

Motoristas se mobilizam para a greve em São Paulo

Mais de 8 mil condutores são esperados para assembleia decisiva da categoria, nesta quinta-feira (16), no CMTC Clube. Neste dia, a direção do Sindmotoristas fechará a semana de lutas, que começou com as assembleias, nas garagens, carros de som circulando nos terminais e pontos de ônibus e a distribuição da “Carta Aberta à População”.

15M: Multidões saíram pela educação e previdência | Intersindical

15M: Multidões saíram pela educação e previdência

O Brasil foi chacoalhado por milhões de pessoas nesta quarta-feira, Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Aposentadoria e da Educação Pública. Foi histórico. Teve a capacidade de unificar a classe trabalhadora, em particular o pessoal da educação e a juventude em defesa de dois direitos fundamentais: a educação pública e a previdência social.

José Luís Oreiro: O Brasil quebrou? Pense de novo

José Luís Oreiro: O Brasil quebrou? Pense de novo

Uma das muitas falácias que se construíram nos últimos anos é que o governo brasileiro estaria sem dinheiro para pagar suas contas, o que explicaria a necessidade de fazer uma reforma da previdência a toque de caixa, do contrário, os servidores da União poderiam ficar sem receber seus salários já em 2020.

educação-acima-de-tudo

Amauri Soares: Educação acima de TUDO!

Do pré ao pós doutorado, as escolas vão parar para protestar contra a onda de ataques que a educação tem sofrido do governo Bolsonaro. Ou do movimento que apóia Bolsonaro, pois os ataques já começaram muito antes da eleição do atual governo.

15M: Dia Nacional de Luta em Defesa da Aposentadoria e da Educação Pública

15M: Dia Nacional de Luta em Defesa da Aposentadoria e da Educação Pública

A INTERSINDICAL CENTRAL DA CLASSE TRABALHADORA, em unidade com todas as centrais sindicais e federações de trabalhadores e sindicatos, convoca os profissionais da educação, estudantes e trabalhadores de todos os ramos a mobilizarem contra os cortes na educação, contra o fim da aposentadoria, a privatização das empresas públicas neste 15 de maio. ENTENDA O QUE ESTÁ EM JOGO!

Economistas contra o fim da aposentadoria e da previdência pública

Nós, entidades e economistas de diversas formações teóricas e políticas e diferentes especialidades, viemos por meio desse manifesto defender a Previdência Social e seu regime de repartição, nos posicionar contrários à Proposta de Emenda Constitucional 6/2019 (PEC 6).

CONIC, CESE e Cáritas iniciam mobilização contra a Reforma da Previdência

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), que reúne católicos, batistas, anglicanos, presbiterianos, ortodoxos e luteranos inicia nesta segunda-feira, 6 de maio, iniciou uma campanha nacional CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA. A ação é realizada em parceria com a Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE) e com a Cáritas Brasileira.

A Previdência que queremos!

Cinco medidas econômicas para financiar a Previdência Social e esquecer a “Deforma” do governo

A Frente Povo Sem Medo (PSM), que reúne organizações políticas, sindicatos e movimentos sociais, lançou o documento “A Previdência que queremos: pelo respeito ao pacto social de 1988”, em evento no Dieese, na semana passada. Para a PSM, a reforma proposta pelo governo Bolsonaro é “destrói o modelo de sociedade pactuado ao longo do processo de redemocratização”.

Falamos com Pablo Micheli, secretário-geral da CTA Autônoma, sobre o movimento sindical argentino

Falamos com Pablo Micheli, secretário-geral da CTA Autônoma, sobre o movimento sindical argentino

Na véspera do Dia Internacional dos Trabalhadores, o sindicalismo argentino deu mais uma demonstração de força contra o governo de Mauricio Macri, que afunda o país em desemprego e pobreza. As centrais e movimentos mais combativos convocaram uma paralisação nacional de 24 horas, que parou o país e levou milhares às ruas. A Intersindical Central da Classe Trabalhadora conversou com o secretário-geral da Central dos Trabalhadores da Argentina (CTA – Autónoma) Pablo Micheli, que falou da conjuntura da paralisação e da conjuntura local.

Ocupação Novo Rumo, FICA!

Ocupação Novo Rumo, FICA!

A Ocupação Novo Rumo, localizada na Vila Gomes, no município de São Paulo, está sob risco de despejo.

Por que não falam mais das virtudes liberais na Argentina?

Por que não falam mais das virtudes liberais na Argentina?

Há cerca de três anos, toda a grande mídia do Brasil, e muitos outros “cidadãos de bem”, tanto no Brasil quanto na Argentina, afirmavam peremptoriamente que o país vizinho estava ótimo e ficaria melhor, porque tinham tirado fora um “projeto nacionalista anacrônico” e, enfim, entrado para o reino da modernidade liberal.

"Deforma" da Previdência ataca quem mais precisa

“Deforma” da Previdência ataca quem mais precisa

Ao contrário do que diz a propaganda oficial, a proposta do governo prejudica sobretudo as pessoas mais pobres, como o trabalhador informal e o rural. O aumento no tempo de contribuição de 15 para 20 anos é cruel.

DIEESE lança indicador que mede a condição de trabalho no Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE lançou nesta quinta-feira (25) o Índice da Condição do Trabalho – ICT. Este indicador foi desenvolvido pela equipe técnica da instituição e tem como objetivo acompanhar e analisar as condições do mercado de trabalho brasileiro, tendo como base a realidade laboral.

Centrais organizam 1º de maio unificado contra o fim da aposentadoria

Pela primeira vez na história, o Dia do Trabalhador, comemorado em 1º de Maio, será organizado em conjunto por todas as centrais sindicais brasileiras. O motivo é a unidade contra a “deforma” da Previdência, do governo Bolsonaro. O evento começa às 10h, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, com o lema  “Em defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras: contra o fim da aposentadoria, por mais empregos e salários decentes”. 

Sem política de valorização, salário mínimo seria de R$572

Sem política de valorização, salário mínimo seria de R$572

O governo Bolsonaro confirmou que vai dar fim à política de valorização do salário mínimo, o que significa reajustes apenas pela inflação acumulada. A principal justificativa do governo é o impacto sobre as contas da Previdência Social.

Pedro Otoni - Crise do Pacto Federativo: a Lei Kandir

Pedro Otoni – Crise do Pacto Federativo: a Lei Kandir

O presente artigo trata do papel da Lei Kandir na interdição do Pacto Federativo. As Dívidas Públicas Estaduais, a Lei Kandir e a Lei de Responsabilidade Fiscal funcionam como as três cabeças da criatura mitológica que guardaria a porta do inferno, um cão chamado Cérbero.

Guedes tem dificuldades de obter apoio para mudar a Previdência

Uma semana após ter faltado ao embate na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o ministro da Economia, Paulo Guedes, compareceu ao colegiado, nesta quarta-feira (3), para defender sua proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19).

O povo se une contra o fim da aposentadoria

Uma iniciativa importante que servirá para pressionar o parlamento e integrar a população no processo será o abaixo assinado que as centrais sindicais vão lançar essa semana em todo o País. Além de possibilitar a participação ativa da população, o abaixo assinado servirá como instrumento de diálogo e de debate com a sociedade.

MP 873: Maia se compromete com nova redação 

As centrais sindicais foram recebidas ontem pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. O parlamentar reconhece que a Medida Provisória 873 editada pelo governo Bolsonaro é um mecanismo para impedir a organização sindical e, apesar das diferenças que ele tem com o movimento, considera que essa medida não é nada razoável para um país que se quer democrático.

Nota da CNBB sobre Reforma da Previdência 2019

Nota da CNBB sobre Reforma da Previdência 2019

Reconhecemos que o sistema da Previdência precisa ser avaliado e, se necessário, adequado à Seguridade Social. Alertamos, no entanto, que as mudanças contidas na PEC 06/2019 sacrificam os mais pobres, penalizam as mulheres e os trabalhadores rurais, punem as pessoas com deficiência e geram desânimo quanto à seguridade social, sobretudo, nos desempregados e nas gerações mais jovens.

Calcular Aposentadoria Reforma da Previdência 2019

Calcule sua aposentadoria

Calcule aqui sua aposentadoria. Veja como a proposta do governo aumenta o tempo de trabalho e os anos de contribuição pra você requerer o benefício. Veja como reduz o valor da aposentadoria.

MP 873: a exterminadora do futuro

MP 873: a exterminadora do futuro

A Medida Provisória 873, de 1º de março de 2019, veio para tentar concluir o serviço que a Lei n. 13.467/17 não conseguiu realizar por inteiro: aniquilar os sindicatos.​

A cara da crise: milhares fazem filas em busca por emprego

A cara da crise: milhares fazem filas em busca por emprego

Concentrados no Vale do Anhagabaú, centro da capital, cerca de 15 mil pessoas disputam 6 mil vagas anunciadas no Mutirão do Emprego, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo e pelo Sindicato dos Comerciários.

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

A resistência contra a “deforma da Previdência”, do governo Bolsonaro, começou a encorpar desde a última sexta-feira (22), com as mobilizações nacionais em defesa da aposentadoria. Foi um dia inteiro de atividades, com paralisações, panfletagens e atos de rua, marcando o primeiro protesto nacional contra a PEC, que foi apresentada em 20 de fevereiro.

CE - Fortaleza Contra o Fim da Aposentadoria

Fortaleza (CE) na luta contra a entrega da aposentadoria para os bancos

As Centrais sindicais (Intersindical, CUT, CTB, CSP-Conlutas, CSB, Unidade Classista), as Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular e vários sindicatos como o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) promovem neste momento o ato “Ceará contra o Fim da Aposentadoria”.

Resolução sobre os Povos do Campo

Como um tsunami de rejeitos tóxicos que destrói sonhos, comunidades, rios, animais, contaminam o mar infectam os corais e de forma indelével marca a vida do planeta em nome do perverso acúmulo do capital, das mineradoras, do agronegócio, da especulação financeira.

Resolução em Defesa do SUS

O SUS representou um  marco importante na garantia do direito a saúde do cidadão brasileiro, ao determinar o caráter universal das ações e dos serviços de saúde no país, assegurando a saúde como direito de todos e dever do estado.

Resolução de Balanço da Intersindical

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora é resultado de um longo processo, principalmente a partir de 2006 na batalha para reorganizar a nossa classe com base no classismo, com coerência e independência política frente a patrões, partidos e governos. Em 2014, realizamos o congresso nacional de fundação e em 2016, o primeiro Congresso da Central.

Resolução sobre Financiamento Sindical

A organização e seu financiamento não é uma questão individual. Os trabalhadores e as trabalhadoras devem decidir coletivamente, em assembleias democráticas.

Resolução contra o fim da aposentadoria

O desafio principal da classe trabalhadora e seus aliados é impedir a aprovação da PEC 006, da deforma das aposentadorias. O governo propõe retirar da Constituição o direito à previdência e assistência social e entregar o sistema de seguridade para o capital financeiro.

Resolução de Conjuntura Nacional

A conjuntura política, econômica e social do Brasil é marcada por um processo de ofensiva da extrema direita, que tem como importante marco o Golpe parlamentar, judicial e midiático de 2016 – que marca o fim de um ciclo político-institucional conhecido como a nova república.

Resolução contra a agressão imperialista à Venezuela

O eixo central dos debates a luta pela paz e contra a ofensiva imperialista dos Estados Unidos da América – EUA contra a América Latina e Caribe, e em especial, contra a República Bolivariana de Venezuela.