fbpx

Nota de repúdio à violência contra servidores públicos do estado

A Atempa e o Simpa manifestam seu repúdio ao violento ataque aos servidores públicos do Estadona manhã desta terça-feira, dia 22 de setembro. O Governo Sartori mais uma vez mostrou que não respeita a democracia, estimulando a desordem e o caos público.

A ação da Brigada Militar contra os trabalhadores, com cassetetes e spray de pimenta, além da detenção de três manifestantes, são a marca deste Governo que nos faz relembrar os ataques aos professores do estado do Paraná pelo Governador Beto Richa.

As entidades estavam apoiando o dia estadual de greves, paralisações, protestos e manifestações contra as políticas neoliberais do governo Sartori (PMDB) e em solidariedade às justas lutas dos servidores públicos, organizado pelas centrais sindicais, o Movimento Unificado dos Servidores Públicos e a Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS).

A mobilização tinha como objetivo barrar na Assembleia Legislativa o projeto de aumento linear do ICMS e outras medidas prejudiciais ao povo gaúcho, como a extinção de fundações, a lei de “responsabilidade fiscal” estadual, a redução de serviços públicos, como saúde, educação e segurança, e implantar mecanismos de gestão privada para cortar investimentos em políticas públicas, como na agricultura familiar, e precarizar o atendimento da população.

Fonte: Simpa (Sindicato dos Municipários de Porto Alegre)

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail
Tags

*

Top