Municipários de Porto Alegre paralisam atividades nesta quinta-feira (02)

Municipários de Porto Alegre paralisam atividades nesta quinta-feira (02)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Os municipários de Porto Alegre realizam um dia de paralisação, nesta quinta-feira (02/6), na luta para que a sua data-base seja respeitada, com a reposição da inflação de forma integral (IPCA – 9,28%), retroativa à 1º de maio. Também reivindicam que o governo reconheça o percentual de 9,44% de perdas decorrentes do reajuste parcelado da inflação, feito em 2015, e aumente o valor do vale-alimentação para R$ 25,00.

A proposta de governo, que previa a reposição do percentual de inflação de forma parcelada (com o último pagamento em março de 2017, sem retroatividade), foi rejeitada na última assembleia da categoria, realizada no dia 25.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

ATIVIDADES DO DIA 02:

9h – concentração no Paço Municipal ato público

14h – Assembleia Geral dos Municipários, no Centro de Eventos do Parque Harmonia.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

A pauta da data-base 2016 foi construída nas diversas assembleias dos setores de trabalho. Ainda no ponto econômico salarial, constam as seguintes reivindicações:

– Cumprimento do Acordo de Greve de 2015, que previa a publicação e pagamento em março de 2016 da progressão funcional biênio 2010/2012, incluindo um cronograma de pagamento para o passivo e as perdas do período;

– abertura de edital para progressão funcional relativa ao biênio 2013/2014;

– retomada da venda da licença prêmio e direito a gozo;

– retomada da venda de férias e flexibilização da quantidade de dias nos parcelamentos;

– Concessão de gratificação aos departamentos, secretarias e fundação que ainda não tenham sido contemplados (FASC, DMLU, DMHAB, Governança, SMOV, SMAM, SMURB, SMIC, SME, SMDH, SMC, DEP, SMACIS, SEDA, Comunicação, monitoras e funcionários de escola, técnicos nas assessorias SMED, aposentados e celetistas), de modo a estabelecer a isonomia salarial, tanto do que se refere ao valor, quanto no que se refere ao tempo para incorporação para fins de aposentadoria.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários