fbpx

MST ocupa fazenda Ouro Verde, em Itirapuã, interior de São Paulo.

Na manhã de hoje, cerca de 200 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais sem terra, do MST, ocuparam a fazenda Ouro Verde, em Itirapuã, próxima ao município de Franca-SP. A fazenda é objeto de ação federal por crime contra a liberdade individual.

Em 2013, a Polícia Federal e o Ministério Público do Trabalho libertaram 28 trabalhadores da condição análoga à escravidão, prendendo, na ocasião, o proprietário, Ademir Andrade de Oliveira, e se capataz, Miguel Ferreira de Almeida.

Para a direção do MST, “a fazenda deve ser expropriada e destinada para a reforma agrária, conforme prevê o artigo 243 da Constituição Federal. Assim, exigimos sua destinação imediatada para o assentamento das 200 famílias do acampamento Irmã Dorothy, que há quatro anos lutam pelo direito à terra”.

Local: Rodovia Ronan rocha km 1, na divisa entre Itirapua e Capetinga.

mst-019_03

 

Fonte: MST

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top