MP 873: Maia se compromete com nova redação 

As centrais sindicais foram recebidas ontem pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. O parlamentar reconhece que a Medida Provisória 873 editada pelo governo Bolsonaro é um mecanismo para impedir a organização sindical e, apesar das diferenças que ele tem com o movimento, considera que essa medida não é nada razoável para um país que se quer democrático.

O presidente da Câmara se comprometeu a articular com líderes de bancadas o apoio a um texto alternativo, que exclua a exigência de boletos bancários para o trabalhador fazer sua contribuição ao sindicato. Uma nova reunião de Maia com as Centrais Sindicais ficou marcada para o próximo 16 de abril.

“A MP 873 é uma tentativa do governo da extrema direita de asfixiar o movimento sindical e nos impedir de lutar contra a deforma da previdência”. afirma Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical. “Diversas entidades já estão sem o repasse da mensalidade associativa e outras com dificuldades para ter acesso ao recurso que os trabalhadores decidiram, democraticamente em assembleia, repassar ao sindicato para financiar as lutas”, conclui Índio. 

Cabe lembrar que os sindicatos têm conseguido decisões favoráveis nas instâncias inferiores do judiciário, mas ê necessário encontrar uma solução política duradoura para a ação arbitrária e inaceitável do governo da extrema direita.

OIT e centrais se reúnem 

Antes da reunião com o presidente da Câmara, dirigentes das centrais sindicais se reuniram com o Diretor Geral da Organização Internacional do Trabalho Martin Han. As entidades expuseram ao dirigente da OIT as diversas iniciativas do governo que ferem o direito constitucional de organização sindical da classe trabalhadora. Nessa reunião com a OIT, nossa Central foi representada pelo companheiro Alexandre Caso, da Direção Nacional da Intersindical, que expôs à OIT nossas preocupações com a escalada autoritária que está em curso no Brasil.

Foto: Nova Central


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

One Comment;

  1. HELIO ONDIARIA VASCONCELOS FILHO said:

    SEMPRE NA VELHA E CONVENIENTE PRATICA…. SINDICALISTAS, NÃO ADIANTA SE REUNIR COM FIGURAS DO GOVERNO, PRINCIPALMENTE DO TIPO RODRIGO AMARAL PEIXOTO MOREIRA FRANCO MAIA, POIS NADA ELE FARÁ, A NÃO SER OLHAR PARA O PRÓPRIO UMBIGO. NOVAMENTE VOCÊS SERÃO ENGABELADOS PELO DIPLOMÁTICO TEATRO DAS BRUXARIAS DO PARLAMENTO DOS CORRUPTOS DE BRASILIA. ACORDEM SINDICALISTAS DE POUCA OU NENHUMA VISÃO. VOCÊS NÃO ENTENDERAM QUE ESSE TIPO DE ATITUDE NÃO RESULTA EM NADA DE BOM PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA??? ENTRA ANO, SAI ANO E VOCÊS NÃO APRENDEM À FAZER SINDICALISMO ATUAL CONFORME A SITUAÇÃO??? VOCÊS PRECISAMO IR EM OUTRA DIREÇÃO, SEM TER QUE ESTENDER O PIRES PARA OS PARLAMENTARES ALGOZES DO POVO. SUGESTÃO: ROMPAM PUBLICAMENTE COM O PARLAMENTO DAS BRUXAS. VÃO PARA A TELEVISÃO, EM CADEIA NACIONAL, JOGUEM A MERDA NA TELA E NAS REDES, PARA QUE A SOCIEDADE BRASILEIRA SAIBA QUEM ESTÁ CONTRA O POVO E À SEU FAVOR. VÃO AS RUAS TODAS AS SEMANAS, FECHANDO O TRANSITO E AS REPARTIÇÕES PUBLICAS, EXIGINDO QUE AS DEMANDAS SEJAM GESTADAS PELO POVO E NÃO POR UM BANDO DE PIRATAS TRAVESTIDOS DE PARLAMENTARES BRUXOS. FAÇAM ISSO E TEREMOS UM NOVO CENÁRIO PARA O DIALOGO E SUSTENTO DE NOSSAS POSIÇÕES ENQUANTO SINDICALISTAS. EIS A MINHA OPINIÃO. E NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE DIGO ISSO, POIS COM A DEVIDA LICENÇA, RICARDO PATAH SABE DO QUE FALO. TAMBÉM SOU SINDICALISTA, COM MUITO ORGULHO EM FAZER A MINHA PARTE.

*

Top