PSOL consegue manter, no STF, reajuste dos servidores

MP 805/17: PSOL consegue manter, no STF, reajuste dos servidores

MP 805/17: mantido o reajuste dos servidores!

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados conseguiu a suspensão da MP 805/17, que cancelava os reajustes salariais progressivos dos servidores públicos, já acordados com os trabalhadores.

A Medida Provisória, do golpista Michel Temer, além cancelar os reajustes dos servidores públicos federais do Executivo, também propunha o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%.

A suspensão aconteceu nesta segunda-feira (18) pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski.

A decisão liminar foi tomada na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5809, protocolada pelo PSol, e será submetida ao plenário. O que deve ocorrer em 2018.

“O PSol logo percebeu que isso era totalmente inconstitucional, já que não se pode reduzir salários e aumentar a contribuição previdenciária por decreto, e entrou com a ADI 5809, que foi reconhecida pelo Ministro Ricardo Lewandowsky nesta segunda-feira e anulou os efeitos dessa medida arbitrária e descriminatória”, explicou o Deputado Federal, Chico Alencar.

“Viva a justiça a favor dos serviços públicos de qualidade, são direitos do nosso povo. Sem servidores qualificados não há serviço público em favor do povo”, discursou o também Deputado Federal, Edmilson Rodrigues, no plenário da Câmara.

“A iniciativa da bancada do PSOL é importante pra defesa do serviço público. A batalha segue, junto à todos que lutam contra o desmonte do Estado e dos direitos”, afirma Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical.


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Siga-nos no INSTAGRAM
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Postagens Relacionadas

*

Top