Ministro da Saúde tem que explicar planos de encolher o SUS

Ministro da Saúde tem que explicar planos de encolher o SUS

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Grande mobilização nacional está marcada para 6/7, em defesa do Sistema Único de Saúde. No mesmo dia, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, terá que explicar em audiência pública no Senado suas declarações em que sinaliza a privatização do sistema público de saúde.

Uma audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado ouve na manhã desta quarta-feira (6) o ministro da Saúde, Ricardo Barros, sobre declaração dada à imprensa defendendo uma revisão no tamanho do Sistema Único de Saúde (SUS). À tarde, será lançada na Câmara dos Deputados a Frente Parlamentar Mista em Defesa do SUS com ato popular às 17h.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Vários parlamentares manifestaram preocupação com a possibilidade de o governo ilegítimo de Michel Temer promover uma diminuição do sistema de saúde pública.

Em declaração dada ao jornal Folha de S.Paulo, dias depois de assumir a pasta, o ministro defendeu o encolhimento do SUS, a reforma da Previdência e  sinalizou que o governo não fornecerá mais o acesso de todos à saúde.

O autor do pedido da audiência pública, senador Humberto Costa (PT-PE), teme retrocessos no atendimento médico e hospitalar gratuito, com a intenção de privatizar cada vez mais os serviços de saúde.

No requerimento do pedido de audiência, Costa afirma que “esse é um fato gravíssimo e violador dos preceitos fundamentais que embasam o Sistema Único de Saúde, notadamente o da universalidade do atendimento à população brasileira”.

A audiência pública no Senado será realizada no plenário 9, na Ala Senador Alexandre Costa, e é interativa. Perguntas e comentários podem ser feitos por meio do portal e-Cidadania, no endereço www.senado.leg.br/ecidadania e do Alô Senado, pelo número 0800 61 2211.

No mesmo dia, às 17h, será lançada a Frente Parlamentar Mista em Defesa do SUS no plenário 1, anexo 2 da Câmara dos Deputados. Movimentos sociais planejam atos de defesa da saúde pública e contra a privatização do SUS.

Unidades de saúde por todo o país prometem aderir aos atos em defesa da saúde pública universal, como garante a Constituição Federal.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários