Trabalhadores vão às ruas contra o governo golpista de Michel Temer

Trabalhadores vão às ruas contra o governo golpista de Michel Temer

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Milhares na Paulista contra retirada de direitos e a corrupção

A Frente Povo Sem Medo, que a Intersindical – Central da Classe Trabalhadra participa, fez manifestação com passeata na Av. Paulista, na quinta-feira (12), com protesto na frente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do Escritório da Presidência da República, para reafirmar que não tolerará golpe nos direitos dos trabalhadores e nos programas sociais. O ato reuniu cerca de 35 mil pessoas que gritaram: Fora Temer!

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Ministério de Temer envolvido em corrupção

São 7 ministros investigados na Lava Jato e 11 por vários crimes, num total de 18 dos 23 empossados. A maioria por corrupção. Veja:

Romero Jucá (PMDB-RR) – Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Jucá foi citado por delatores como beneficiário de um esquema de desvio na Petrobras. Em depoimento Jucá admitiu que pediu a UTC Engenharia, doações para a campanha de seu filho, Rodrigo Jucá (PMDB), que recebeu R$ 1,5 milhão em da contratação da UTC, pela Eletronuclear, para obras da usina nuclear de Angra 3.

Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) – Secretaria de Governo

Mensagens apreendidas pela Operação Lava Jato sugerem que Geddel Vieira Lima usou sua influência para atuar em favor dos interesses da construtora OAS.

Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) – Turismo

Suspeito de receber propina do dono da OAS em troca de favores no Legislativo. A investigação é baseada em conversas em que Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cobra doações à campanha de Alves ao governo do Rio Grande do Norte. Para Janot, os pagamentos são, na verdade, propina.

Mendonça Filho, Raul Jungmann, Bruno Araújo e Ricardo Barros

Os deputados Mendonça Filho (DEM-PE), Raul Jungmann (PPS-PE), Bruno Araújo (PSDB-PE) e Ricardo Barros (PP-PR), que vão assumir os ministérios da Educação, Defesa, Cidades e Saúde, respectivamente, são citados na lista da Odebrecht apreendida pela Polícia Federal na sede da construtora. Assim ocorre também em outros ministérios:
 
JUSTIÇA: Alexandre de Morais (PSDB / SP) ex-advogado do PCC e sofre diversos processos em SP;

AGRICULTURA: Blairo Maggi (PR/MT) foi investigado por lavagem de dinheiro na Operação Ararath;

CASA CIVIL: Eliseu Padilha (PMDB/RS) indiciado por crime em licitações e formação de quadrilha;

FAZENDA: Henrique Meirelles (PSDB/GO) acusado por sonegação de impostos;

RELAÇÕES EXTERIORES: José Serra (PSDB/SP) tem 17 processos na justiça eleitoral, 3 processos por improbidade administrativa e etc;

COMUNICAÇÕES: Gilberto Kassab (PSD/SP) investigado por fraude na inspeção veicular;

ASSESSOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA: Sandro Mabel (PMDB/GO) investigado por fraude no pagamento de auxílio-creche e vale transporte. Autor do Projeto de Lei da Terceirização;

DESENVOLVIMENTO SOCIAL: Osmar Terra (PMDB/RS) cometeu irregularidades nas gestões de Terra na Secretaria de Saúde em uma prefeitura e o condenou a pagamento de multa;

ESPORTES: Leonardo Picciani (PMDB/RJ) investigado por crime eleitoral;

INTEGRAÇÃO NACIONAL: Helder Barbalho (PMDB/PA) é réu em ação civil pública por improbidade administrativa no Pará;

MINAS E ENERGIA: Fernando Coelho (PSB/PE), sofre pedido de abertura de inquérito. Foi denunciado na Lava Jato por pedir R$ 20 milhões para a campanha de Eduardo Campos (PSB).

Fonte: Sindicato dos Bancários de Santo e região

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários