fbpx

Mais de 2000 pessoas ocupam as ruas do centro de Goiânia após manifestação na Alego

Saiba mais:
Câmara dos Deputados dá tiro de morte nos direitos trabalhistas
→ Nota Pública do Ministério Público do Trabalho contra a Reforma Trabalhista e apoiando a Greve Geral
→ Juízes e advogados em defesa da Justiça do Trabalho


Quem passou pela GO-060, sentido Trindade/Goiânia, no início da manhã desta sexta-feira (28) deu de cara com a via bloqueada por pneus incendiados.  A greve geral começou cedo, com ônibus parados.

Trabalhadores de diversas categorias se reuniram às 8h desta sexta-feira (28) em frente à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) em uma manifestação contra as reformas da Previdência, trabalhista e a Lei da Terceirização Irrestrita.

Mais de 2000 pessoas seguem em passeata pelo centro da cidade, passando pela Praça Cívica e terminando na Praça do Bandeirante. Municípios do entorno, como Valparaíso de Goiás, Catalão e Jataí também se mobilizam. 

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se em nosso canal no YouTube

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top