Luta por Trabalho em Manaus

Por Raoni Lopes

Na manhã de hoje (26), milhares de trabalhadores do centro histórico de Manaus ocuparam as ruas em resposta a suspensão por decreto estadual das atividades econômicas não-essenciais. Diante de 90% da ocupação dos leitos hospitalares da rede pública; e com registro de infecções chegando a quase mil por dia.

O governo Wilson Lima de forma atrasada e improvisada, sem qualquer política assistência social, tenta amenizar a superlotação e a alta das mortes por covid-19 no Amazonas. E anunciou antes que não haver recursos para compra da vacina; e espera o plano federal de imunização. A maioria dos deputados federais do Amazonas votaram contra a prorrogação do Auxilio Emergencial.

Além da política bolsonarista de Paulo Guedes que desindustrializa atividade econômica com alastro das terceirizações e afrouxamento dos direitos trabalhistas. Além 20% desemprego na região, levaram mulheres e homens indignarem, e protestarem, contra a situação econômica.

A Intersindical apoia a luta dos trabalhadores de Manaus. É preciso constituir fila única para leitos, auxílio emergencial estadual, política de assistência social e contrapartida para pequenos e médios comerciantes que garanta a vida e os empregos.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Top
0
Comentex
()
x