Lixo acumulado no Hospital Regional de São José, em Santa Catarina, gera risco de contaminação aos pacientes

Lixo acumulado no Hospital Regional de São José, em Santa Catarina, gera risco de contaminação aos pacientes

Lixo acumulado no Hospital Regional de São José - risco de contaminação

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Há pelo menos dois meses, o lixo produzido pelos trabalhadores e usuários do Hospital Regional de São José se acumula na parte externa da unidade. O motivo é a falta de recolhimento dos resíduos pela empresa terceirizada Orbenk. Segundo a direção do HRSJ, no atual contrato, a empresa não é responsável pela limpeza externa, por isso o serviço não é realizado.

A responsabilidade de garantir a manutenção das unidades de saúde pública do estado é da Secretaria Estadual de Saúde, que deveria realizar concursos para contratar profissionais habilitados. Ao contrário, a SES tem optado por terceirizar o serviço, fugindo à responsabilidade de garantir o bom funcionamento das unidades de saúde. No caso, a limpeza do hospital é terceirizada, mas inclui apenas o espaço interno do HRSJ, deixando descobertos cerca de 100 mil m² da área total da unidade.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

“Isso é um absurdo, procuramos a empresa, procuramos a direção do HRSJ e ninguém se responsabiliza por esses resíduos. Corremos o risco de contaminação de pacientes.”, afirma a diretora do SindSaúde/SC Angelita Guesser. A servidora do Hospital Regional ainda garante que a limpeza tem sido feita através da “boa vontade dos servidores, que recolhem a sujeira quando a situação se torna muito crítica”.

O Centro de Controle de Infecção Hospitalar já notificou o diretor, que chegou ao absurdo de sugerir que os servidores da unidade organizassem um mutirão de limpeza. O SindSaúde/SC reafirma a necessidade de que a secretaria assuma sua responsabilidade na gestão de tudo que afeta o Hospital: desde atendimento até a higienização do espaço. Os/as servidores/as e usuários/as não podem arcar com o prejuízo de uma administração ineficiente.

Fonte: Sindsaúde-SC


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários