Juliana Bavuzo propõe intersecções dentro do próprio feminismo

Juliana Bavuzo, secretária política das Brigadas Populares, expôs alguns dos desafios a serem debatidos no 2º Encontro de Mulheres da Intersindical, como o extermínio de direitos que afetam em especial as mulheres e a questão da própria atuação do movimento feminista.

“Na crise quem primeiro sofre o baque são as mulheres, temos que olhar para os nossos desafios internos, o mundo do trabalho mudou. As mulheres sempre estiveram no trabalho informal…como nós vamos pensar esses desafios, de retirada de direitos dos formais e aumento do trabalho informal?”, pontuou.

O segundo desafio, segundo ela, é pensar o sindicalismo.

E o último desafio é do próprio feminismo. “Quem são nossas aliadas? Como fazer intersecções dentro do nosso feminismo”, questionou, uma vez que as opressões que afligem as mulheres se manifestam em configurações variadas, e em diferentes graus de intensidade e grupos.

Texto: Tsuli Turbiani


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

*

Top