Intersindical

Vitória (ES) para contra o desmonte da aposentadoria e dos direitos trabalhistas

Vitória (Espírito Santo) também está parada contra os desmontes na aposentadoria (PEC 287) e nos direitos trabalhistas. Nesta manhã realizaram uma grande manifestação que uniu diversas categorias e setores dos movimentos sindical e social para dizer ‘não’ à Reforma da Previdência, à terceirização e à retirada de direitos!

Tomar as ruas contra o desmonte da Previdência! Trabalhar até morrer? Tô fora!

O governo está acertando as contas com quem financiou o golpe. Não se trata de reformar a Previdência Social. Trata-se de destruir o sistema da Seguridade Social – que engloba a Previdência, Assistência Social e Saúde públicas – para transferir uma parte ainda maior do orçamento público ao sistema financeiro e incentivar a compra de planos privados.

Se você não lutar, sua aposentadoria e direitos trabalhistas podem acabar

O governo Temer e a maioria dos deputados estão dispostos a acabar com seus direitos sociais e trabalhistas. Querem impedir a grande maioria das pessoas, principalmente as mulheres e os trabalhadores rurais, de ter acesso à aposentadoria. 65 anos para mulheres e homens se aposentar, exigência de 49 anos de contribuição e outras medidas nefastas tornariam letra morta o seu direito à aposentadoria.

Apesar dos golpistas, um 8 de Março vitorioso

A vitória do acampamento no escritório da presidência ilegítima realizado pelo MTST e a grande manifestação unitária do 8 de março na capital paulista, além de outras cidades, marcaram um tento fundamental na resistência à agenda de desmonte em curso no país.

Terceirização: Adiada a votação do PL 4302/98, o morto vivo que aterroriza os trabalhadores

O governo Temer concordou em adiar a votação do PL 4.302/98, prevista para ocorrer nesta terça-feira (7). Diante da pressão de parlamentares e centrais sindicais, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), suspendeu a iniciativa, mas não deu nova previsão de data, o que exige ainda mais atenção da classe trabalhadora para impedir que o texto seja aprovado – uma vez que esse projeto morto-vivo já tramitou há 19 anos na Câmara e Senado e exige apenas mais uma votação na Câmara para virar lei.

Baixe o Jornal da Reforma da Previdência

Baixe o jornal da Reforma da Previdência (PEC 287) publicado pela Intersindical – Central da Classe Trabalhadora. Caso prefira, você pode, também, visualizá-lo diretamente no site.

15 de março: parar contra o desmonte da previdência, a terceirização e o fim dos direitos trabalhistas

A Frente Povo Sem Medo e a Frente Brasil Popular convocam você a engajar-se na luta para barrar a reforma da previdência e o fim da aposentadoria. É preciso organizar a resistência e conscientizar a população nos seus locais de trabalho, nas escolas e universidades, no campo e na cidade, sobre o brutal ataque aos direitos que vem sendo patrocinado por um governo e uma esmagadora maioria do Congresso Nacional, que não tem compromisso com o povo. É preciso fazer a luta nas ruas! Por isso no dia 15 de Março estaremos junto com os trabalhadores/as da educação em greve e com o conjunto da classe trabalhadora paralisada, para realizar grandes manifestações que mostrem que não aceitamos o fim da aposentadoria e nem um governo que seja instrumento para caçar direitos e piorar a vida dos brasileiros/as.

13ª Jornada Nacional de Debates discutirá a reforma da previdência

O DIEESE e as Centrais Sindicais lançam, em 23 de fevereiro, a 13ª Jornada Nacional de Debates. A atividade terá como tema a reforma da Previdência Social. O evento será realizado no auditório do Sindicato dos Químicos de São Paulo (rua Tamandaré, 348, Liberdade, São Paulo, SP).

Lançamento do Fórum Interinstitucional em Defesa do Direito do Trabalho e da Previdência

Lançamento do Fórum Interinstitucional em Defesa do Direito do Trabalho e da Previdência Social no Congresso Nacional

Acontece nesse momento no Congresso Nacional, no Auditório Nereu Ramos, o lançamento do Fórum Interinstitucional em Defesa do Direito do Trabalho e da Previdência Social. O ato reúne dezenas de entidades que, como a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, se colocam contrários ao desmonte da Previdência Social e dos direitos trabalhistas.

Baixe as apresentações do seminário Reforma da Previdência, Desafios e Ação Sindical, promovido pelo DIEESE

Aqui é possível fazer o download ou acessar no próprio site as apresentações sobre a Reforma da Previdência de cada um dos expositores do seminário “Reforma da Previdência, Desafios e Ação Sindical”, realizado pelo DIEESE em parceria com a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e diversas outras centrais, entre os dias 7 e 8 de fevereiro.

Intersindical participa de audiência pública em Macapá (AP) para discutir Reforma da Previdência com Denise Gentil e representantes sindicais

Intersindical participa de audiência pública em Macapá (AP) para discutir Reforma da Previdência com Denise Gentil e representantes sindicais

Os parlamentares do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), deputado estadual Paulo Lemos e o vereador Rinaldo Martins, promoveram no último dia 13 de fevereiro, no Sebrae-AP, uma audiência pública para discutir sobre a Reforma da Previdência (PEC 287). O evento contou com o apoio de representantes sindicais, entre eles, da Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Nota da Intersindical contra a demissão ilegal do presidente do SINDEC

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora repudia com veemência a demissão arbitrária do presidente do SINDEC (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais do Estado do Ceará), Bee Mesquita, pelo Instituto Cuca, dois dias após os trabalhadores e trabalhadoras da cultura consolidarem a fundação de seu sindicato, no último dia 30 de janeiro.

A Intersindical lamenta o falecimento da ex-Primeira Dama, Dona Marisa Letícia

A Intersindical lamenta o falecimento da ex-Primeira Dama, Dona Marisa Letícia

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora lamenta a morte da ex-Primeira Dama, Dona Marisa Letícia, filha de imigrantes, mulher, operária, companheira. Diante de sua passagem, nos solidarizamos com a dor da família e amigos, a quem desejamos força, conforto e paz. A solidariedade da classe trabalhadora para com os seus é um princípio.

Resolução: Unidade ampla em defesa dos direitos. Fora Temer!

A classe trabalhadora e a juventude estão indignadas. O acordão entre Temer, a maioria do Congresso e o STF – todos sem nenhuma legitimidade para mudar a Constituição – querem, a toque de caixa, destruir os direitos sociais, os serviços públicos e o patrimônio nacional para destinar ainda mais dinheiro para os banqueiros, rentistas e outros bilionários.

Pré-lançamento da Intersindical em Minas Gerais | INTERSINDICAL

Intersindical realiza pré-lançamento em Minas Gerais e convoca seminário para debater a conjuntura

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, assume seu papel de – mais do que lutar por interesses específicos da classe – ajudar na conformação de um novo antagonista social e político no Brasil, forjado por uma classe trabalhadora que está no campo, na cidade, nas fábricas, ocupações, nas favelas e em todo lugar em que o trabalho se coloca como um aspecto indispensável da vida.

Senado aprova PEC 55 em 1º turno: pressão social segue forte

Em meio a forte mobilização social, manifestações contrárias do lado de fora do Congresso e forte repressão policial, o plenário do Senado aprovou na noite de terça-feira (29), após 7 horas de discussões, a Proposta de Emenda à Constituição 55 (PEC 55) que congela os investimentos públicos em saúde e educação pelos próximos 20 anos. Foram 61 votos a favor do massacre sobre o povo brasileiro e apenas 14 contrários.

Dia Nacional de Greves começa forte em todo o País

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (11), diversas mobilizações de trabalhadores e trabalhadoras ganham força em todo o País. Sindicatos ligados à Intersindical Central da Classe Trabalhadora param fábricas e empresas, ocupam praças e chamam a população para o debate contra a retirada de direitos que o governo Temer tenta promover.

Terceirização fraudulenta: STF e a legalização da fraude

Após várias decisões do STF prejudiciais à classe trabalhadora, a mais alta corte marcou para o próximo dia 09/11 o julgamento de Recurso Extraordinário 958.252 que questiona a limitação da terceirização nas chamadas atividades-meio. A decisão do Supremo terá repercussão geral, ou seja, pode liberar a terceirização para todas as atividades e provocar enorme impulso da contratação precarizada. A terceirização é fundamental para baratear custos e aumentar lucros através da redução dos salários e direitos trabalhistas e sociais, permitindo ao capitalista se apropriar de uma parcela maior da renda do trabalho.

Resolução: Construir a unidade e organização para a greve geral

O governo ilegítimo de Michel Temer, instalado por meio de um golpe de Estado, e sua maioria no Congresso Nacional, aprofundam os ataques aos direitos sociais, à democracia e à soberania nacional. A ofensiva brutal da agenda golpista visa transferir ao grande capital rentista os recursos públicos, mais renda do trabalho e os recursos naturais, a partir do aprofundamento da exploração sobre a classe trabalhadora, do desmonte do serviço público, a drástica redução do papel social do Estado e a entrega das riquezas do país, como o pré-sal para as multinacionais.

ATENÇÃO: Manifestação contra a PEC 241 em SP alterada para 25/10

O governo ilegítimo de Michel Temer, está a todo custo querendo promover o maior ataque já visto, querem mexer na constituição e aprovar um congelamento nos “gastos”. Na prática este “teto” irá atingir diretamente os investimentos na saúde e na educação entre outras coisas necessárias, especialmente para o povo mais pobre! Na próxima segunda feira, dia 25/10, o congresso fará a votação do segundo turno, para assim o projeto ir para o Senado!

Hoje: todos e todas contra a PEC 241!

O governo ilegítimo de Michel Temer, está a todo custo querendo promover o maior ataque já visto. Na prática este “teto” irá atingir diretamente os investimentos na saúde e na educação entre outras coisas necessárias, especialmente para o povo mais pobre! Na próxima segunda feira, dia 25/10, o congresso fará a votação do segundo turno, para assim o projeto ir para o Senado!

Big e Índio no 17º Congresso Sindical Mundial

Abertura do 17° Congresso Sindical Mundial na África do Sul conta 111 países de todos os continentes

Iniciou nesta quarta-feira o 17º Congresso sindical Mundial que acontece em Durban (África do Sul), entre os dias 5 e 8 de outubro. O secretário-geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, Edson Carneiro Índio e o secretário de Relações Internacionais, Ricardo Saraiva Big participam do evento que nesta edição tem o mote “Luta, internacionalismo e unidade “.

PEC 241 não é para limitar os gastos públicos e sim para garantir os juros aos rentistas

Vitor Hugo Tonin, economista e membro da Direção Executiva da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, alerta para as verdadeiras intenções escamoteadas por trás da PEC 241, que o governo ostenta como um mal necessário diante da atual recessão econômica, mas que compromete o futuro do país pelos próximos 20 anos, e aponta soluções que poderiam ser adotadas, sem prejuízo para a classe trabalhadora.

Trabalhadores cruzam os braços. Greve. Paralisação

Dia 22: cruzar os braços na defesa dos direitos e construir a greve geral

As mobilizações do dia 22/09 serão um importante passo na construção da greve geral e da resistência contra a agenda de retrocessos que o governo Temer quer impor. A Intersindical Central da Classe Trabalhadora, em conjunto com diversas outras centrais, entidades e movimentos sociais participa dessa construção unitária com a perspectiva de derrotar o desmonte do serviço público e dos direitos sociais que Temer prometeu ao grande capital e à direita em troca do apoio ao golpe que o levou, ilegitimamente, à presidência do país.

Greve Geral para barrar o desmonte do serviço público e a retirada de direitos

Alçado ao comando do país por meio de um golpe, perpetrado pelo grande capital e suas conexões na mídia, em setores do judiciário, no congresso e nos centros do império, Temer se esforça para mostrar aos donos do dinheiro e do poder de que é capaz de entregar tudo o que prometeu para se viabilizar como “presidente da república”. Por isso, o Fora Temer é uma necessidade que a cada dia vai sendo sentida por amplas camadas da sociedade

Brasília: Servidores marcham contra o desmonte do serviço público

Servidores públicos, centrais sindicais e movimentos populares, como o MTST, realizaram forte manifestação em Brasília no dia 13. A marcha fez parte do esforço unitário das diversas organizações dos trabalhadores do setor público na luta para barrar a PEC 241, o PLP 257 e os diversos projetos que atentam contra a classe trabalhadora e os interesses do povo brasileiro.

Ato Fora Temer, às 17h

O ato é convocado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular. Concentração no Largo da Batata, na capital paulista, as 17h. A luta é por eleições diretas para Presidência da República. E pelo Fora Temer, que chegou ao comando do país através de um golpe. Vamos nos unir na defesa dos direitos sociais, trabalhistas e humanos que o governo golpista quer extinguir em benefício dos milionários do sistema financeiro.

Golpe consolidado. Hora de vencer a perplexidade e reunir forças para o combate de resistência!

O golpe perpetrado pelo grande capital para aplicar uma agenda de retrocessos sociais e transferir a renda pública, a renda do trabalho e os recursos naturais do Brasil foi consumado nesta quarta-feira (31), com o apoio maciço da grande mídia nacional e dos 60 senadores que votaram a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff contra 21 que permaneceram na defesa da democracia.

Dia 7: Rolezinho sem Temer!

No Shopping Iguatemi, em São Paulo! Vamos fazer um Rolezinho Sem Temer! Nos últimos dias as manifestações de rua estão