Intersindical Santa Catarina amplia sua construção na organização da classe trabalhadora

Intersindical Santa Catarina amplia sua construção na organização da classe trabalhadora

Intersindical Santa Catarina amplia a organização da classe trabalhadora

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Intersindical Santa Catarina

Em março de 2014, negando o sindicalismo pelego, a conciliação de classes e a hegemonia do esquerdismo idealista, centenas de lutadoras e lutadores da classe trabalhadora, de diversos setores, do campo e da cidade, dirigentes de entidades sindicais, integrantes de oposições sindicais, ativistas de diversos segmentos da classe, resolveram criar a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, em Congresso realizado na cidade de São Paulo.

Desde então, a ainda pequena Intersindical Central tem participado de todas as importantes lutas do povo trabalhador brasileiro. Foi vanguarda na luta contra a terceirização, já a partir daquele ano de 2014; combateu o ajuste fiscal ao longo do ano de 2015; esteve nas ruas contra o golpe de Estado de 2016; foi à luta contra a “PEC da morte” que congelou os investimentos nos serviços públicos por vinte anos; se opôs frontalmente à destruição da previdência, tendo participação destacada na Greve Geral de 28 de abril de 2017 e na batalha campal de Brasília no dia 24 de maio do mesmo ano; lutou contra e resiste à implantação da contrarreforma trabalhista.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Estamos falando de uma central que sabe o seu lugar na luta de classes, o que significa dizer que não cede à conciliação de classes e nem se reduz ao esquerdismo pretensamente revolucionário cujo sectarismo facilita a tática do inimigo.

Estamos trabalhando para organizar e formalizar a Intersindical Central da Classe Trabalhadora em Santa Catarina. Para isso, pretendemos realizar um Congresso Estadual no segundo semestre deste ano de 2018.

Em Santa Catarina, as trabalhadoras e trabalhadores que compõe esse coletivo estiverem presentes na construção de todas as lutas dos últimos anos. Na construção do Fórum de Lutas em Defesa dos Direitos, das marchas de 8 de Março, na construção da Greve Geral de 28 de Abril, e na defesa de uma greve geral em todas as outras datas em que havia essa posição por parte dos setores combativos.

Esta carta é um convite ao debate para todas as lideranças da classe trabalhadora catarinense, desde os setores informais, dos desempregados, dos povos do campo, da luta por terra e moradia, das oposições sindicais combativas, até às direções sindicais, em nome de suas entidades ou como minorias.

O debate está em aberto! O futuro da organização da nossa classe depende das iniciativas e dos entendimentos que tivermos hoje.

Aguardamos contato para diálogo.

Março de 2018
Coordenação Provisória da Intersindical Santa Catarina

Clique aqui e curta a página da Intersindical Santa Catarina no Facebook


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Siga-nos no INSTAGRAM
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários