Intersindical chega ao Paraná com lançamento em Castro, neste sábado

Intersindical Paraná - Acampamento Maria do Rosário - MST

Saiba mais:
→ Manter a mobilização e intensificar a pressão sobre o Senado. Não à reforma trabalhista!
 Reforma trabalhista: estudo aprofundado do CESIT aponta regressão


Intersindical Paraná: com presença da Direção Nacional, lançamento da seção paranaense da Central Sindical acontece neste sábado, a partir das 18h, no acampamento Maria Rosa do Contestado, em Castro

Este sábado (08) será dia de festa julina no Acampamento Maria Rosa do Contestado, do MST, na cidade Castro, região dos Campos Gerais do Paraná. É neste clima que acontece o lançamento da seção paranaense da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, a partir das 18h.

O evento será conjunto à Assembleia Geral do Sindicato da Agricultura Familiar de Castro, Carambeí e região (Sintraf), que deve deliberar a filiação da entidade na Intersindical.

As atividades começam, às 18h, com análise de conjuntura, conduzida pela professora da UFPR, Andréa Caldas, e pelo dirigente nacional da Intersindical, Ribamar Passos. Em seguida, abre-se uma mesa para debater o papel de uma central sindical no Brasil atual, com a participação de Nilza Pereira (Intersindical), Dari dos Santos (Sintraf) e Célio Meira (Acampamento Maria Rosa do Contestado e Sintraf).

Por fim, os trabalhadores da agricultura familiar da região de Castro e Carambeí discutem e deliberam a filiação do Sintraf na Intersindical.

Dari dos Santos, presidente do Sintraf, espera que a adesão do sindicato à central fortaleça a atuação da entidade. “Estive em São Paulo, na reunião da direção nacional da Intersindical, e gostei muito da condução dos trabalhos. É um espaço dinâmico e bem democrático. A gente espera aprender bastante e colaborar com a expansão da Central no Paraná”, afirma o dirigente.

A filiação do Sintraf representa muito para a Intersindical. Em primeiro lugar, por ser o primeiro sindicato filiado no estado do Paraná. Em segundo, porque atualmente a Central conta apenas cinco entidades rurais.

É o que acredita o presidente da Intersindical, Edson Carneiro Índio. “Iniciamos uma caminhada de construção da Intersindical no Paraná, fundamental para apresentar à classe trabalhadora uma alternativa combativa e independente”. Ainda segundo Índio, “a filiação fortalece a luta pela agricultura familiar e pela reforma agrária, mas sobretudo fortalece a luta por igualdade, justiça e garantia dos direitos do povo brasileiro”.

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora foi fundada em março de 2014, em São Paulo. Atualmente compõe a Frente Povo Sem Medo, que reúne dezenas de organizações e movimentos sociais e populares, tendo destaque nas lutas contra a retirada de direitos e por “Diretas Já”.


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

*

Top