Intersindical é uma das entrevistadas pelo jornal francês ‘Le Courrier’ em matéria sobre a esquerda no Brasil

Compartilhe

Sob o título “A esquerda do Brasil não desiste”, o jornal francês Le Courrier do dia 3 de agosto, traz um panorama sobre os sucessivos protestos contra o governo ilegítimo de Michel Temer, contra o corte em programas sociais, as privatizações em curso e as reformas previdenciária e trabalhista que o grande capital tenta impor.

Na reportagem, o secretário-geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, Edson Carneiro Índio, explica à correspondente Rachel Knaebel  que “cada ministro do governo interino tem anunciado medidas que seguem com a agenda neoliberal interrompida na década de 1990”. E destaca que “o projeto de reforma no direito do trabalho visa acabar com os sindicatos e a lei trabalhista, de modo que o que for acordado entre patrões e empregados tenha validade acima da própria lei”.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Índio também lembra que o presidente da Confederação Nacional da Indústria chegou a falar em 80 horas de trabalho semanal e que este governo tenta impor a terceirização e a quarteirização.

A matéria também fala sobre a tentativa de romper com a participação obrigatória da Petrobras no pré-sal e as tentativas de alterar a Constituição Federal para alterar as vinculações constitucionais do orçamento público.

07_CO_03.indd

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários