Grandes jornais já noticiam a ofensiva contra os trabalhadores: fim das férias, 13º salário e outros direitos

Grandes jornais já noticiam a ofensiva contra os trabalhadores: fim das férias, 13º salário e outros direitos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Enquanto discute abertamente cortes, mudanças na meta fiscal e reforma da Previdência, o governo interino de Michel Temer (PMDB) trabalha silenciosamente na construção de mudanças na esfera trabalhista. A flexibilização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) deve ser proposta como alternativa para ajudar a ampliar a produtividade e o incentivo ao crescimento do país. A afirmação consta em reportagem do jornal O Globo, da última segunda-feira (23), sob o título “Silenciosamente, Temer já prepara reforma trabalhista”.

De acordo com o jornal “O Globo”, a proposta deve ter foco nas negociações coletivas, na prevalência do negociado sobre o legislado, com a possibilidade de redução de jornada e de salários.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Os temas estão em linha com o proposto no programa “Ponte para o Futuro”, produzido pelo PMDB quando Michel Temer ainda ocupava a vice-Presidência.

Pela proposta em discussão, FGTS, férias, Previdência Social, 13º salário e licença-maternidade, entre outros direitos, continuarão existindo obrigatoriamente, mas serão flexibilizados. Isso quer dizer que empregadores e sindicatos poderão negociar, por exemplo, o parcelamento do 13º e a redução do intervalo de almoço de uma para meia hora, com alguma contrapartida para os empregados.

Segundo a reportagem, as horas gastas no transporte que contarem como jornada de trabalho — nos casos em que a empresa oferece a condução — também poderão ser objeto de negociação, de acordo com a proposta em discussão no governo.

Na terça-feira (24) foi a vez da “Folha de S. Paulo” tratar do assunto: “Enquanto todas as atenções se voltam para as mudanças que o governo pretende fazer na Previdência, discretamente a equipe do presidente interino Michel Temer já desenha outra medida polêmica: a reforma trabalhista”. O jornal reforça que o objetivo é conseguir que os acordos coletivos sejam superiores às leis trabalhistas (o negociado sobre o legislado).

Outro tema que fará parte da reforma planejada pelo governo em exercício, segundo os jornais, é acelerar a votação do projeto que trata da terceirização, em discussão no Congresso Nacional.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários