Governo extingue reserva natural de cobre da Amazônia para liberar extração

Governo extingue reserva nacional de cobre da Amazônia para liberar extração

Compartilhe

O retrocesso ambiental perpetrado por Michel Temer, que na quarta-feira (23) publicou um decreto que extingue a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), na Amazônia,  é tão descarado que está provocando protestos de políticos, ambientalistas, especialistas no setor e até da comunidade internacional.

O decreto libera uma região de cerca de 47 mil quilômetros quadrados entre o Pará e o Amapá para a iniciativa privada extrair ouro e outros minerais nobres.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A área fechada é maior que a Dinamarca e tem o tamanho equivalente ao do estado do Espírito Santo, ou oito vezes a dimensão do Distrito Federal.

A  decisão foi classificada como “catástrofe anunciada” pelo coordenador de políticas públicas do WWF Brasil, Michel de Souza.


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Trabalhadores Químicos decidem pelo Fora Bolsonaro
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários