Gilberto Maringoni | A batalha contra o golpe não é ‘fica Dilma’ e nem ‘volta Lula’

Gilberto Maringoni | A batalha contra o golpe não é ‘fica Dilma’ e nem ‘volta Lula’

Gilberto Maringoni | A batalha contra o golpe

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
  • Gilberto Maringoni*

GOLPE – Estamos lutando contra o impeachment de um governo de direita para impedir que outro governo mais à direita chegue ao poder.

As diferenças entre eles – Dilma e Temer – são mínimas. Trata-se de divergências de nuances, não de rumo.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Dilma já demonstrou que faz qualquer negócio para se manter no palácio. Entrega o pré-sal, sanciona as leis antiterrorismo e da mordaça, impede a regulação da mídia, faz um ajuste fiscal que produz a pior recessão em 80 anos, nomeia a direita para o ministério, trava a reforma agrária e muito mais.

As promessas de desenvolvimento, manutenção do pré-sal brasileiro ou garantia de direitos nas eleições de 2014 foram esquecidas tão logo as urnas foram fechadas.

As demandas para que se mudasse o rumo da política econômica, nas manifestações de dezembro de 2015 sequer foram ouvidas.

Diante da generosa e solidária campanha contra a direita feita por crescentes setores da população, Dilma responde com nova saraivada de medidas ultraliberais.

Nesse andar da carruagem, é capaz de adotar até mesmo a plataforma ‘Uma ponte para o futuro”, o horror econômico proposto pelo PMDB com o PSDB.

Assim, quem deseja ampliar a luta contra o golpe não pode colocar no centro da campanha a defesa deste governo ou uma demanda pelo “Volta Lula”.

Temos de impedir o golpe para investir contra a extrema direita e salvaguardar as regras da democracia brasileira.

Regras que este governo – que desrespeitou a vontade dos eleitores com o estelionato eleitoral – também não tem muito apreço.

Ou, como fala a professora Andrea Caldas, da UFPR,  trata-se de impedir a derrubada deste governo para que possamos lutar contra ele.

Nas condições atuais, é impossível escolher o teatro ou as regras da contenda.

Mas é urgente somar esforços para a luta.

*Gilberto Maringoni é Professor de Relações Internacionais da UFABC e foi candidato a governador (PSOL-SP), em 2014.


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários