Fortaleza: Sindicatos e movimentos Sociais realizam ato contra terceirizações e privatizações no 1º de maio

Fortaleza: Sindicatos e movimentos Sociais realizam ato contra terceirizações e privatizações no 1º de maio

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Sindifort (Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza)

Com a pergunta “Se a crise é deles, por que pagamos a conta?”, entidades sindicais e movimentos sociais realizam o 1º de Maio Classista e Anticapitalista, ato de protesto no Dia do Trabalhador, com concentração às 9h no Aterro da Praia de Iracema. A iniciativa pretende provocar o debate na sociedade e pressionar o poder público, diante das recentes ameaças aos direitos dos trabalhadores e de tantos projetos de privatização e/ou terceirização pautados pela presidente, senadores, deputados, governador, vereadores e prefeito.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Entre as reivindicações do 1º de Maio está a revogação, pelo Governo Federal, das Medidas Provisórias 664 e 665 que, juntas, cortam 50% das pensões por morte, aumentam o tempo de serviço para o Seguro Desemprego e as contribuições para a concessão do Abono Salarial, etc. Sindicatos e movimentos sociais defendem que os custos do ajuste fiscal não devem ser repassados aos trabalhadores, enquanto bancos e empresários recebem facilidades e concessões.

Outro ponto diz respeito à aprovação pelo Congresso Nacional do Projeto de Lei (PL) 4330/04, que “regulamenta” as terceirizações. Vários ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) já afirmaram considerar o PL uma fraude à legislação trabalhista. Pesquisas realizadas pelas centrais sindicais comprovam que trabalhadores terceirizados recebem salários inferiores aos efetivos, têm uma maior jornada de trabalho, instabilidade no emprego e sofrem mais acidentes.

No Ceará, os organizadores do 1º de Maio questionam as prioridades do governador. Enquanto continua investindo em equipamentos como o Acquario Ceará e o Centro de Eventos, voltados para a iniciativa privada, Camilo Santana (PT) anuncia que irá cortar 20% de verba da saúde, educação e segurança pública. Em Fortaleza, todos os dias, o Prefeito Roberto Cláudio, com o apoio da maioria da Câmara dos Vereadores, anuncia projetos de privatização e mudança nos serviços públicos, por meio das Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Há um vácuo no debate sobre essas questões: Roberto Cláudio (PROS) privatizou a gestão da saúde, pagando R$ 281 milhões para o Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), que precariza o trabalho das equipes de saúde e não garante medicamentos à população. O prefeito também promete privatizar os mercados públicos, terminais de ônibus, o estádio Presidente Vargas e até banheiros públicos. Faltando um ano e meio para o fim do mandato, Roberto Cláudio entregou apenas oito creches, das 80 unidades prometidas na campanha. A prefeitura também já afirmou que irá terceirizar a educação básica em escolas particulares para suprir a falta de vagas em creches municipais.

Para protestar contra todas essas questões, centrais sindicais, sindicatos e movimentos sociais promovem mobilização em toda a cidade de Fortaleza (terminais de ônibus, feiras livres, mercados, órgãos públicos, etc), chamando toda a classe trabalhadora para a construção de um grande ato alusivo ao Dia do Trabalhador, num 1º de maio Classista e Anticapitalista.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

#ForaBolsonaro - Próxima Mobilização: 24 de Julho
#ForaBolsonaro - Próxima Mobilização: 24 de Julho
Intersindical no #19JForaBolsonaro na Av. Paulista
Intersindical no #19JForaBolsonaro na Av. Paulista
ELEIÇÕES PERUANAS [Intersindical Debate #34]
ELEIÇÕES PERUANAS [Intersindical Debate #34]
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários