Ford anuncia PDV e ameaça demitir 2 mil trabalhadores de Camaçari (BA)

Ford anuncia PDV e ameaça demitir 2 mil trabalhadores de Camaçari (BA)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A Ford anunciou na última segunda-feira (14) o encerramento do terceiro turno de produção (noturno) a partir de março do ano que vem e abriu um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para “ajustar os níveis de produção à demanda de mercado”, segundo a justificativa da montadora, entre os funcionários da fábrica de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (BA).

A extinção do terceiro turno atinge cerca de 2 mil funcionários, sendo 45% da Ford e os demais referentes às empresas sistemas que produzem peças no complexo automotivo baiano. Os trabalhadores interessados em aderir ao PDV devem aderir no período de 4 a 15 de janeiro de 2016.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

A Ford emprega atualmente cerca de 4.500 funcionários, sendo responsável pela geração de outros 6 mil postos de trabalho das empresas sistemistas do complexo.

Os trabalhadores de Camaçari denunciam ainda que neste início de dezembro foi anunciado um corte de mais de R$ 1800 no valor da Participação nos Lucros e Resultados.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários