‘O Lucro acima da vida’ será exibido em Campinas e São Paulo e terá coletiva com atores do longa-metragem

‘O Lucro acima da vida’ será exibido em Campinas e São Paulo e terá coletiva com atores do longa-metragem

'O Lucro acima da vida' será exibido em Campinas e São Paulo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Os atores Deo Garcez e João Vitti que interpretam os personagens principais no filme, ‘O Lucro Acima da Vida’, estarão na terça-feira (24/02) em Campinas e darão entrevista coletiva à imprensa antes da exibição do longa no Teatro Castro Mendes. 

Deo Garcez é um experiente ator, já fez novelas como, O Cravo e a Rosa(Globo) e Escrava Isaura (Record). João Vitti também atuou na novela o Cravo e a Rosa  e na série Milagres de Jesus da Record. O filho dele, Rafael Vitti, atualmente é um dos destaques da novela Malhação com o personagem Pedro. 

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Além de João Vitti e Deo Garcez outros atores do elenco participarão da exibição em Campinas. São eles: Mateus Carrieri, Delurdes Moraes, David Wendefilm, Michel Galiotto, Richards Paradizzi, Joel Barbosa.

Confirmaram presença para assistir à exibição na terça-feira, os atores Nicole Puzzi, Mônica Carvalho e Sandro Pedroso (namorado de Susana Vieira).

Elenco de O Lucro Acima da Vida

No elenco, além dos atores Deo Garcez e João Vitti, o filme  conta com a participação de Aílton Graça, que interpreta a Xana Summer na novela Império, Zezé Motta e Pedro Pauleey, que estão na novela Boogie Oogie, também da Globo, Denis Derkian, ator que atuou na Malhação e na novela Insensato Coração (Globo) e Mateus Carrieri, que fez papéis nas novelas Amor com  amor se paga (TV Globo) e Chiquititas (SBT).

O Filme

O Lucro Acima da Vida é uma ficção baseada em fatos reais e que conta a triste história de contaminação por agrotóxicos dos trabalhadores da fábrica da Shell/Basf em Paulínia/SP. O filme quer reverberar essa triste história para que casos como este não se repitam. Por causa de anos de contaminação por agrotóxicos, cerca de 70 ex-trabalhadores já morreram, a maioria, em decorrência do câncer. O Caso Shell/ Basf tem a maior indenização por dano moral coletivo já determinada pela justiça brasileira. (R$200 milhões) . 

O filme foi rodado em locações nas cidades de Campinas e Paulínia. Cerca de 100 ex- funcionários da Shell/Basf atuaram como figurantes.

O papel principal é do ator Deo Garcez . Ele interpreta o coordenador da Atesq, Associação dos Trabalhadores Expostos às Substâncias Químicas, entidade que junto com o Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas e região, encarou os 12 anos de batalha judicial.

Para o ator a oportunidade de participar deste filme é única. “Fazer parte de um projeto como este, que trata de uma tragédia humana e ambiental, em que tantas vidas foram perdidas, e o sofrimento ainda perdura, certamente dignifica e dá sentido a qualquer artista preocupado com sua função social”, declara o ator.

João Vitti é quem interpreta o diretor do Sindicato dos Químicos, Arlei Medeiros “Meu desejo é que esse filme, além de ser um brado contra a ganância desmedida, seja porta voz das vítimas do caso Shell”, disse João.

A direção é de Nic Nilson, jornalista e cineasta que já roteirizou e dirigiu vários filmes como, Turma do Capi e Um Natal Diferente. “Vamos mostrar essa história pela lente de quem viveu, lutou e segue com uma vida transformada pela inconsequência dessas multinacionais que no exterior estavam proibidas de produzir os agrotóxicos que vieram manipular no nosso país”, lembra o diretor.

O longa foi produzido pela Atesq (Associação dos Trabalhadores expostos às substâncias químicas), Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas e região e a Fetquim (Federação dos Trabalhadores do ramo Químico do Estado de São Paulo.) A produção contou ainda com centenas de doações de pessoas sensibilizadas e envolvidas na causa para finalizar o projeto.

Histórico:

– Em 1977 Shell inaugura fábrica de agrotóxicos no bairro Recanto dos Pássaros, em Paulínia, interior de São Paulo.

– Por décadas os trabalhadores manusearam substâncias altamente tóxicas ao organismo humano, compostas por substâncias organocloradas com potencial cancerígeno, além de respirarem metais pesados e outros componentes químicos que eram queimados nas caldeiras da fábrica.

– Em 1995, parte da área é vendida para a empresa Cyanamid e a Shell reconhece a contaminação do solo e águas subterrâneas. Por causa disso, a Shell adquiriu todas as plantações de legumes e verduras das chácaras ao entorno e passou a fornecer água potável à população.

– Em 2000, a Basf compra a Cyanamid e mantém a mesma atividade industrial.

– 2001 Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas e região entra na justiça contra as empresas

– Em 2002 o Ministério do Trabalho e Emprego, em ação conjunta com o Ministério Público do Trabalho, interdita todas as atividades da fábrica.

– Em 2007 a Justiça do Trabalho de Paulínia condena as empresas a custearem o tratamento médico de todos os ex-trabalhadores, assim como de seus filhos, e a pagar uma indenização por danos morais no valor total de R$ 1,1 bilhão.

– O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região negou recurso impetrado pelas empresas Shell do Brasil e Basf S/A contra decisão em primeira instância que condena as multinacionais ao custeio de tratamento de saúde de ex-funcionários e ao pagamento de uma indenização bilionária por danos morais.

– O caso vai parar no Tribunal Superior do Trabalho em Brasília-DF.
– Em 2013 as negociações são retomadas e um acordo é firmado entre as empresas e os ex-trabalhadores.O acordo fixou o direito ao tratamento médico vitalício para 1.058 ex-funcionários e dependentes, indenizações individuais e uma indenização por dano moral coletivo de R$ 200 milhões.

Serviço:

COLETIVA À IMPRENSA

Atores João Vitti e Deo Garcez

Horário: 18h30

Teatro Castro Mendes

Endereço: Conselheiro Gomide, 62, na Vila Industrial, Campinas

EXIBIÇÃO EM CAMPINAS

Data:24/02/2015

Local: Teatro Castro Mendes

Endereço: Conselheiro Gomide, 62, na Vila Industrial

Horário: 20h 

Entrada Gratuita

EXIBIÇÃO EM SÃO PAULO

Data:25/02/2015

Local: Centro Educacional Unificado (CEU)

Endereço: rua Barão de Barroso do Amazonas, s/n, bairro Inácio Monteiro, distrito Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo/SP

Horário: 19H30

Entrada Gratuita

Assista à reportagem sobre a decisão do Tribunal Superior do Trabalho

www.tvmovimento.tv.br/meio-ambiente/shell-basf-condenacao-justica/

Assista ao trailer do filme:

www.tvmovimento.tv.br/caso-shell/o-lucro-acima-da-vida-trailer/


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários