Farmacêuticas: Patronal não quer nem repor a inflação. Sindicalistas recusam proposta

Farmacêuticas: Patronal não quer nem repor a inflação. Sindicalistas recusam proposta

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Os sindicalistas, organizados na Federação dos Trabalhadores no Ramo Químico do Estado de São Paulo (Fetquim), entre eles o Químicos Unificados, rejeitaram de imediato, na mesa, a proposta das indústrias farmacêuticas de nem repor na íntegra a inflação nos últimos doze meses na campanha salarial 2016 do setor, em reunião de negociação realizada  na manhã de hoje (23), em São Paulo.  Agora, deverá ser agendada em breve uma nova reunião.

A projeção da inflação durante o período aquisitivo (01 de abril de 2014) a 31 de março de 2016 é de 10,5% (a inflação oficial será divulgada na primeira dezena de abril). A data base da categoria é 01 de abril. A campanha salarial do setor farmacêutico é centralizada na Fetquim e unificada em sete sindicatos –– São Paulo, ABC, Campinas, Osasco, Vinhedo, Jundiaí e São José dos Campos.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Fonte: Químicos Unificados de Osasco, Vinhedo e região

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários