fbpx

Estudantes secundaristas ocupam ruas e escolas em Curitiba (PR)

A reforma autoritária do ensino médio, deflagrada por meio da MP 746/16, está mobilizando centenas de estudantes secundaristas no Paraná em atos de protesto. Dezenas de escolas em estão com as aulas suspensas por causa de ocupações de estudantes. O movimento promete se espalhar por outras capitais

Os manifestantes protestam com faixas e cartazes e não tem prazo para a desocupação. O primeiro ato teve início na terça-feira (4), no Colégio Arnaldo Jansen, em São José dos Pinhais. Mais de 20 colégios de Curitiba e cidades próximas estão ocupadas.

Em Belo Horizonte (MG) estudantes do Colégio Estadual Central ocuparam a escola nesta quinta-feira (6) em repúdio à PEC 241, que congela as verbas públicas de educação, saúde, entre outras, por 20 anos e contra a PEC do Ensino Médio.

A primeira mudança importante determinada pela reforma é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

O segundo destaque da reforma será o aumento da carga horária em período integral, o que, na visão dos estudantes, dificultará ainda mais o acesso dos mais pobres à escola.

A carga horária deverá ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800, de acordo com o MEC. E apesar da ampliação do tempo na escola, algumas matérias, como filosofia e sociologia serão suprimidas, o que demonstra a clara intenção do governo em abafar a construção do pensamento crítico.

secundaristas-0004-curitiba

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top