ES: Dia do Trabalhador: Sindibancários participa da XVI Marcha pela Vida e Cidadania

ES: Dia do Trabalhador: Sindibancários participa da XVI Marcha pela Vida e Cidadania

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Sindicato dos Bancários do Espírito Santo
 O Sindicato dos Bancários/ES marcou presença na XVI Marcha pela Vida e Cidadania, realizada no dia primeiro de maio. Com o tema “Trabalhadores e trabalhadoras a serviço da sociedade e em defesa da consciência ambiental”, a marcha uniu diversos sindicatos e movimentos sociais, que se concentraram na Paróquia Bom Jesus, em Novo Horizonte, Cariacica, e caminharam até o bairro Marcílio de Noronha, em Viana.

Segundo a coordenadora da Pastoral Operária da Paróquia Bom Jesus, Eni Maria de Almeida, a escolha do tema se deu em virtude da crise hídrica. “Nossos recursos hídricos estão acabando e não vemos por parte dos agentes políticos nenhuma iniciativa para reverter essa situação”, diz. O coordenador do Sindibancários explica o porquê da participação da entidade na marcha. “O Sindibancários participa como forma de dialogar com os trabalhadores da periferia, já que o ato acontece em uma região onde os moradores e moradoras pertencem, majoritariamente à classe trabalhadora, onde também há muitos desempregados e subempregados”, declara.


Sindibancários na XVI Marcha pela Vida e Cidadania. Fotos: Sérgio Cardoso

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

As denúncias feitas na marcha não se resumiram às questões ambientais. Durante o ato o Sindibancários simulou o enterro da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), com um caixão carregado por cinco pessoas que representavam os cinco deputados federais da bancada capixaba que votaram a favor do PL 4330: Lelo Coimbra (PMDB), Paulo Foletto (PSB), Carlos Manato (Solidariedade), Evair de Melo (PV) e Marcus Vicente (PP).

“É preciso lutar contra esse projeto de lei, cujo objetivo é arrancar da classe trabalhadora direitos conquistados com muita luta. A realidade dos terceirizados é de precarização. Muitas empresas terceirizadas fecham da noite para o dia e seus funcionários ficam a mercê da sorte. O PL 4330 não vai prejudicar somente quem já está no mercado de trabalho, mas também a juventude, pois os estudantes irão entrar posteriormente num mercado muito precarizado, que não garante direitos. Queremos, ainda, denunciar os deputados que votaram a favor do PL 4330, que querem enterrar nossas conquistas”, diz o diretor do Sindibancários e da Intersindical, Idelmar Casagrande.

marcha viana 3
Trabalhadores na luta contra o PL 4330, que regulamenta a terceirização irrestrita

Durante o trajeto foram feitas quatro paradas, nas quais foram destacadas algumas das reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras. A primeira foi na beira do Rio Formate, onde destacou-se a necessidade de revitalização do rio e seus afluentes. Nas outras paradas foram abordadas questões como a luta por políticas públicas e contra a privatização da saúde e a redução da maioridade penal, além de denunciar a falta de diálogo dos gestores públicos com a classe trabalhadora.

“Por meio da PEC 171, que reduz a maioridade penal, querem nos fazer acreditar que construir cadeias vai reduzir a criminalidade. O que precisamos é garantir direitos por meio da aplicação de políticas sociais, o que, no nosso estado, por exemplo, tem sido negado pelo governador Paulo Hartung, que cortou recursos em áreas como cultura e saúde”, defende o integrante do Fórum Estadual da Juventude Negra do Espírito Santo (Fejunes), Lula Rocha.

A professora Sidinéia Imaculada, moradora do bairro Marcílio de Noronha, compareceu à marcha com o marido e os filhos. “O que me motiva a estar aqui é a vontade de fazer com que em nosso país haja garantia de direitos para todos, é a indignação, a vontade de gritar contra a opressão que a gente vive”, afirma Sidinéia.

A marcha contou com a participação da banda de congo do distrito de Araçatiba, em Viana.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários