Encontro de memória política dos trabalhadores entre os dias 13 e 15 de novembro

Compartilhe

Neste fim de semana ocorrerá o Encontro de memória política dos trabalhadores (dias 13 à noite, 14 durante todo o dia e 15/11 pela manhã, no Sindicato dos Químicos de São Paulo). O encontro será a consolidação de uma articulação iniciada no início deste ano entre os núcleos de memória política espalhados pelo país que têm como foco o resgate das lutas da classe.

O recente recebimento da denúncia da Volkswagen ao Ministério Público Federal (MPF) por cumplicidade com a ditadura para a prática de graves violações de direitos humanos coloca a necessidade de pensarmos a continuidade das ações para a responsabilização empresarial e suas implicações jurídicas e políticas. Apesar das profundas divergências a representação foi uma iniciativa unitária, assinada por todas as centrais sindicais existentes no Brasil: CGTB, CSB, CSP- Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora, NCST e UGT. O caso Volkswagen é apenas um pontapé inicial.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

As atividades

A atividade de sexta-feira (13) será um debate aberto que abordará os múltiplos aspectos da cooperação das empresas com a ditadura. É uma abertura política do encontro e é muito importante a presença do maior número possível de sindicalistas e militantes em geral. (veja abaixo o cartaz divulgação)

Outro espaço muito importante será o de sábado, quando discutiremos os casos concretos de cooperação de empresas com a ditadura e os encaminhamentos possíveis para avançar no processo de investigação e formalização de denúncias ao Ministério Público Federal, como fizemos com a Volkswagen.

Por fim, destacamos a importância da presença do Fórum nesses dois momentos que terão como pauta central a reparação empresarial, ainda mais depois de toda a repercussão que tem gerado o caso Volkswagen e a matéria publicada pela imprensa.

Pedimos que por favor confirmem a presença por email ou pelo telefone (11) 97110-2474.

Programação parcial (baixe a programação completa clicando aqui):

13/11, 18h00 – Abertura: A cooperação das empresas com a ditadura civil-militar. Painel com sindicalistas, juristas e historiadores sobre as diferentes dimensões da violência contra trabalhadores na ditadura e a possível responsabilização dos criminosos civis e militares.
Participação livre para militantes e sindicalistas.

14/11, 13h30-16h30 – Apresentação dos casos concretos pelas entidades sindicais das empresas que possam ser responsabilizadas por graves violações de direitos humanos. Debate os aspectos jurídicos da responsabilização, das maneiras de se construir e encaminhar as denúncias e seus alcances e consequências políticas.

cartaz-13.11-final-web

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Intersindical no 18° Congresso Sindical. Mundial, em Roma (Itália)
Intersindical no 18° Congresso Sindical. Mundial, em Roma (Itália)
SindSaúde-SC na luta pelo Piso Nacional da Enfermagem
SindSaúde-SC na luta pelo Piso Nacional da Enfermagem
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, no 1º de Maio em SP
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, no 1º de Maio em SP
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários