fbpx

‘Duque é o maior obstáculo para a paz na Colômbia’, diz Ballesteros

Húbert de Jesús Ballesteros Gómez

Húbert Ballesteros , da Fuerza Alternativa Revolucionaria del Común (FARC) um partido político colombiano fundado a partir dos acordos de paz entre o governo de Juan Manuel Santos e as FARC em 2016, num acordo em Havana, explicou parte da conjuntura colombiana deste governo de Ivan Duque Márquez durante o 1 º Seminário Internacional da Intersindical.

“Temos um conflito armado que chega a 55 anos. O governo Duque é o maior obstáculo para alavancar a paz”, disse o dirigente, que expôs o crescimento do paramilitarismo com a complacência de partidos empresários, políticos, polícia, Forças Armadas. “Foram 589 assassinatos de líderes sociais desde 2016”, denunciou.

No último domingo (10/03), o presidente da Colômbia anunciou objeções a seis artigos do estatuto da Justiça Especial para Paz (JEP), criado para resolver o conflito entre as forças do governo e o antigo grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O texto agora volta ao Congresso para ser aprovado novamente, onde o partido de Duque, Centro Democrático, possui maioria.

Ballesteros também é membro do Comitê Executivo da Central Unitária de Trabalhadores , (CUT) da Colômbia e agradeceu o convite da Intersindical.

Texto: Tsuli Turbiani


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top