‘Dias de Temer parecem contados’, diz imprensa estrangeira sobre escândalo 

‘Dias de Temer parecem contados’, diz imprensa estrangeira sobre escândalo 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Saiba mais:
→ Vamos às ruas exigir o Fora Temer


Apesar de Michel Temer insistir que não deixará o cargo que usurpou, a imprensa estrangeira já dá como certa a saída dele do cargo de presidente do Brasil.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

O jornal francês Le Monde deu o a sentença mais contundente: “Os dias do presidente Michel Temer parecem contados”. E citou os protestos populares exigindo a renúncia de Temer, ocorridos logo após as revelações do dono da JBS, Joesley Batista, onde Temer dá o aval para o pagamento de uma mesada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, em troca de seu silêncio.

Segundo especialistas ouvidos pelo jornal francês, as notícias parecem suficientes “para fazer Temer cair apenas alguns meses após o impeachment da presidente Dilma Rousseff”.

O inglês The Guardian falou em “gravações explosivas” que motivaram “multidões irritadas e membros ultrajados do Congresso brasileiro a exigiram o impeachment do presidente Michel Temer”. “É provável que a política se torne ainda mais paralisada – mesmo depois das mais recentes queixas de que o governo Temer estava em crise”.

O argentino jornal La Nación comunicou o afastamento do senador Aécio Neves de seu cargo e falou em “escândalo no Brasil”. “Brasília amanheceu sob tensão quando a polícia invadiu o Congresso com um mandato judicial em uma operação ligada ao escândalo que irrompeu ontem, quando foi noticiado que Temer aprovou o pagamento de subornos em um diálogo com os proprietários do frigorífico JBS”, escreveu o periódico argentino, em manchete de seu site.

Já o americano Wall Street Journal deu um tom mais leve: “Brasil: Oposição pede renúncia do presidente após alegação de suborno”, diz o título da matéria, afirmando que o novo escândalo deve desencadear “uma nova onda de turbulência política”.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Inscreva-se
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
acidmind_bh
acidmind_bh
3 anos atrás

Todos nós sempre soubemos disso. Nenhuma novidade .
E esperavam o que? Que distribuísse mais bolsas, para se reeleger ?
Isso seria adequado para o “cargo que usurpou” ?
Usurparam foi toda a grana do Brasil !