Destaques

reestruturação do banco do brasil

O que é a “reestruturação” do Banco do Brasil?

A Diretoria do Banco do Brasil anunciou nesta segunda-feira, 11, uma proposta de “reestruturação” da instituição que prevê o fechamento de agências, um programa de demissões voluntárias e a extinção de funções. Saiba o que realmente está em jogo na “reestruturação” do BB.

Repúdio à demissão de Áureo Cisneiros

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora, através de sua Direção Nacional, manifesta veemente repúdio à decisão do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que, de forma arbitrária, exonerou, no último dia 5 de janeiro, o servidor público, comissário da Polícia Civil, Áureo Cisneiros Luna Filho, ex-presidente e atual diretor de imprensa do SINPOL-PE.

Cinco exigências da Classe Trabalhadora

Diante do contexto atual lutamos por cinco medidas emergenciais, que são essenciais para a garantia da vida e dos direitos do povo brasileiro. Leia mais.

salário mínimo 2021

Mínimo pode ser de 1.087,85 em 2021

Se o número se confirmar, o piso salarial passaria de R$ 1.045 para R$ 1.087,85 em 2021. Em abril, o governo estimou no PLDO (Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias) que o piso salarial em 2021 seria de R$ 1.079, devido à projeção de 3,29% para o INPC à época.

O Auxílio Emergencial deve continuar

No Brasil, por exemplo, o Auxílio Emergencial de R$ 600,00 protegeu a renda de quase 70 milhões de pessoas e as medidas de proteção dos empregos atingiram quase 10 milhões de trabalhadores.

As pressões sobre o emprego

Aumentarão nos próximos meses e ao longo de 2021 as pressões sobre o emprego. As frágeis respostas da economia brasileira mobilizarão uma dinâmica de aumento do desemprego, do desalento e da precarização.

Conferência Internacional FORA BOLSONARO

Conferência Internacional FORA BOLSONARO atrai mais de 26 mil pessoas

Em defesa da vida a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, FSM, FUTAC, CNTTL, UIS -Transporte e outras entidades realizaram a CONFERÊNCIA INTERNACIONAL FORA BOLSONARO. O evento, dia 7 de setembro de 2020, foi organizado por videoconferência, com a participação de 21 convidados de 15 países das três Américas e da Europa.

Pesquisa UNB/FETQUIM/CUT/Intersindical: 5ª turma com mais folgas diminui os desgastes físicos e psicológicos dos trabalhadores em turnos

Pesquisa inédita realizada pela UNB/FETQUIM/CUT/Intersindical sobre trabalho em turnos demonstra que frente ao desgaste físico e psicológico das jornadas de turnos um número maior de folgas e escalas em 5 turnos é capaz de diminuir problemas de saúde físicos e mentais dos trabalhadores, especialmente daqueles que trabalham na produção de produtos químicos de alto risco ou periculosidade.

Porque somos contra o retorno das aulas presenciais

É simplesmente absurda a projeção, feita por diversos governadores estaduais, de datas para o retorno das aulas nas escolas públicas e privadas – nesse caso, sob a pressão de donos de escolas, ávidos para manter o pagamento de mensalidades escolares, via de regra exorbitantes, em dia.

greve dos entregadores

Inédita mobilização marca a greve dos entregadores de aplicativos

oje, 1° de julho, acontece a Greve dos Entregadores vinculados à plataformas digitais de delivery. Somente na iFood são 170 mil trabalhadores vinculados, o números de trabalhadores e trabalhadores neste tipo de atividade cresceu 300% em alguns aplicativos desde o início da pandemia.

Nota da Intersindical sobre o 1º de Maio

Mesmo NÃO TENDO CONCORDÂNCIA com a presença destes personagens em nosso ato, decidimos por construí-lo, porque nosso compromisso é exclusivamente com a classe, e ela estará participando, mesmo que virtualmente, no 1° de Maio. Não poderíamos deixar de colocar nossa posição perante os trabalhadores e trabalhadoras neste momento. A Intersindical apresenta à classe trabalhadora neste 1° de Maio sua posição e compromisso de luta, expressos nos seguintes pontos:

mp 905

Caiu a MP 905/19: Entenda o que está em jogo

Diante da forte pressão popular, e das vésperas de sua caducidade, o Governo Bolsonaro revoga a Medida Provisória 905/19 para evitar uma derrota no Senado Federal. Com isso a Sessão de hoje, que trataria do assunto foi cancelada.

Derrotar a pandemia

Derrotar a pandemia, Bolsonaro e a ganância dos bancos

Nota de Conjuntura da Intersindical – A Intersindical Central da Classe Trabalhadora reafirma que o caminho da superação da crise econômica, sanitária e política brasileira passa pela reafirmação da solidariedade e afirmação do papel do estado e do serviço público.

solidariedade à venezuela

EUA: Defenda seu povo contra o COVID-19 (Nota de solidariedade à Venezuela)

A INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora, entidade filiada à Federação Sindical Mundial (FSM), vem a público prestar a mais profunda solidariedade ao povo e ao governo bolivariano da Venezuela diante do agravamento das agressões imperialistas estadunidenses à nação de Bolívar, Chávez e Maduro.

garantir o direito à vida

Emprego, trabalho e renda para garantir o direito à vida

O “GT – Mundos do Trabalho: Reformas”, do CESIT/IE/Unicamp, com a presente nota, traz elementos que contribuam para desnudar a falsa dicotomia entre preservar a vida via isolamento ou salvar a economia, bem como para a elaboração de políticas públicas que assegurem trabalho, renda e o direito à saúde e à vida.

cuidar dos profissionais da saúde

Valorizar e cuidar dos profissionais da saúde

Infelizmente, precisou que surgisse um novo vírus – Coronavírus, para que grande parte da sociedade percebesse a importância de todos os profissionais envolvidos na área da saúde.

coronavirus

Frente ao coronavírus, centrais cobram medidas protetivas do governo

Nesta quinta-feira (12), as centrais sindicais reuniram-se em São Paulo para discutir a declaração de pandemia global pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em decorrência do novo coronavírus se coloca na defesa de ações coletivas de prevenção à propagação do vírus e seus impactos sociais e econômico.

pib não cresce pibinho

PIB não cresce e bancos lucram como nunca

O PIB de 2019 cresceu 1,1%, segundo o IBGE. No mesmo ano os 4 maiores bancos do país aumentam seus lucros em 13%. Não há dúvida que a estagnação econômica é um projeto e não um problema para o governo.

derrotar bolsonaro

Ocupar as ruas em defesa dos direitos, da democracia e para derrotar Bolsonaro

O governo de Jair Bolsonaro atua para destruir os direitos da classe trabalhadora, desmontar o Estado, entregar as empresas estatais e as riquezas naturais do país, devastar as terras indígenas para entregá-las à sanha de mineradoras e agronegócio. Para tudo isso, Bolsonaro conta com apoio e votos da maioria do Congresso Nacional, do STF, da Rede Globo, Folha SP e da grande mídia. O que está em curso, portanto, é um projeto de destruição nacional para subordinar o país atender aos interesses do capital financeiro e dos Estados Unidos.

Greve Petrobras - suspensão provisória

Petroleiros decidem por suspensão provisória da greve

Nesta quarta-feira (19/02) o Conselho Deliberativo da FUP em conjunto com as direções dos sindicatos da categoria definiram por suspender provisoriamente a greve para que a Comissão Permanente de Negociação da categoria possa participar da Reunião de Mediação agendada para sexta-feira (21/02).

Intersindical debate a PEC da Reforma Sindical com escritório de advocacia

O Diretor Nacional da Intersindical, Antônio Carlos Cordeiro, participou nesta semana do programa Crivelli Convida, onde debateu e esclareceu o papel das centrais sindicais na PEC da Reforma Sindical (PEC 196/19). O programa é uma iniciativa do escritório Crivelli Advogados Associados. ASSISTA:

Desindustrialização: um Brasil de bancos e bois

Em desindustrialização acelerada, o país caminha para a reprimarização e financeirização da sua economia. Segundo estudo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), coordenados pelos economistas Paulo Morceiro (USP) e Joaquim Guilhoto (OCDE), o Brasil registrou a terceira maior desindustrialização entre os 30 países analisados, ficando atrás apenas do Reino Unido e Austrália.

intersindical pará

Representantes dos Movimentos Sociais fundam a Intersindical no Pará

Com uma Plenária bastante representativa que contou com a participação de trabalhadoras e trabalhadores, representantes dos movimentos sociais, estudantes, desempregados e autônomos, de vários municípios do estado, foi oficialmente fundada no dia 12 de dezembro, no Hotel Ipê, em Belém (PA), a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

riqueza do brasil

CAMPANHA: A riqueza do Brasil não se entrega

Nesta semana, 02 a 06 de dezembro, ocorre em todo o Brasil a Jornada de Agitação e Propaganda em Defesa da Soberania Nacional promovida pelo Comitê Em Defesa da Soberania Nacional.

alteração estatutária da cassi

Intersindical não reconhece o resultado da alteração estatutária da CASSI

A promulgação do resultado da consulta de alteração do estatuto da CASSI, apreciada pelo corpo social da entidade entre os dias 18/11/2019 à 28/11/2019, ao não observar o texto do art. 73º do estatuto social que determina “Para aprovação de reforma estatutária […], é necessário o quorum de votantes de metade do total de associados registrado no último balancete mensal publicado, mais 1 (um) associado, e, destes, que no mínimo, 2/3 (dois terços) votem favoravelmente, não computados os votos em branco.” é um claro atentado a legalidade e a democracia na condução da CASSI.

Debate de conjuntura com Artur Araújo

Artur Araújo, consultor da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), debatendo a conjuntura na Reunião da Direção Nacional da Intersindical. Parte

plano de luta para servidores

Plenária Nacional das Centrais aprovam plano de luta para servidores

Realizada no dia 26 de novembro (terça-feira) a “Plenária Nacional – Em defesa dos serviços públicos municipal, estadual e federal, das empresas estatais, do Brasil e dos trabalhadores” aprovou em suas resoluções finais um Manifesto e o Plano de Luta em defesa do serviços públicos.

Seminário Nacional de Povos do Campo e da Floresta

Nós, agricultores e agricultoras familiares, organizados em diversos movimentos sociais, reunimos em Uberlândia com o intuito de debater a conjuntura brasileira e a tarefas políticas dos povos do campo e da floresta. O Seminário foi um momento rico de troca de experiência e alinhamento da resistência. 

Resolução da Intersindical: Nota de adesão ao Manifesto ‘A CASSI tem Solução’

Subscrevemos o Manifesto “A CASSI tem Solução” por representar uma solução para a CASSI aderente a esses princípios. Exigimos que a proposta acima seja objeto de apreciação da CASSI nos seus órgãos de governança, pois a governança da CASSI é COMPARTILHADA entre patrocinador e associados. A governança corporativa da CASSI tem obrigação de dar seu parecer pois o funcionalismo POSSUI a sua PROPOSTA!

O pior negócio do Brasil

O pior negócio da história do Brasil

No dia 06 de novembro acontecerá o megaleilão das reservas de petróleo e gás do pré-sal, chamado de cessão onerosa dos excedentes do pré-sal . Descubra porque este leilão é o pior negócio da história do Brasil.

AI-5 nunca mais: Centrais repudiam declarações de Eduardo Bolsonaro

O movimento sindical brasileiro repudia as declarações ameaçadoras do líder do governo Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), em que advoga um novo AI-5 para reprimir as forças do campo democrático, popular e as lutas sociais. A fala covarde e irresponsável do filho do Presidente da República é mais uma “cortina de fumaça” utilizada pra tentar abafar as relações nada republicanas da família Bolsonaro com as milícias.

fernández, cristina

Vitória de Fernández-Cristina e um ato de dignidade do povo argentino

O projeto neoliberal, representado pelo governo Macri, não apenas perdeu as eleições argentinas neste domingo (27), mais do que isso, foi desmoralizado diante a contundente vitória no 1° turno da chapa peronista Alberto Fernández – Cristina Kirchner com 48% dos votos. As políticas de “austeridade” levaram à elevação da pobreza e a resposta das urnas não tardou.

emprego garantido, glauber braga, deputado

Deputado Glauber Braga apresenta projeto de Emprego Garantido

Em entrevista à Intersindical, o Deputado Glauber Braga (PSOL/RJ) apresenta seu projeto de emprego garantido, o Fundo Nacional de Garantia do Emprego (PL 5491/2019).  Segundo o parlamentar “a recessão é um método utilizado para diminuir o poder de negociação da força de trabalho.” Utilizando como referência experiência internacionais o Deputado indica que é necessário quebrar o tabu imposto pela hegemonia neoliberal e reafirmar que o estado tem a função de empregador de última instância.

Intersindical recebe delegação sindical chinesa

A Intersindical recebeu nesta quarta-feira (23) uma delegação de sindicalistas chineses da província de Hubei, localizada no centro do país, com forte peso na produção industrial metalúrgica, automotiva e de produtos de alta tecnologia. O encontro teve como objetivo trocar experiências sobre a situação da classe trabalhadora e dos sindicatos nos dois países.

Carmela-Sinfuentes

Crise Peruana: Entrevista com Carmela Sinfuentes

Carmela Sinfuentes, vice-presidenta da Confederação Geral de Trabalhadores e Trabalhadoras do Peru – CGTP analisa, em entrevista concedida à Intersindical,  a crise política peruana que se transformou em um impasse institucional entre o Congresso dominado por apoiadores de Fujimori e o governo Vizcarra, que segue cumprindo uma agenda de caráter neoliberal. Para a dirigente sindical, a dissolução do Congresso foi uma medida importante, porém insuficiente para superar a crise. É preciso a antecipação das eleições gerais e a convocatória de uma nova assembleia nacional constituinte.

Defesa da soberania, conjuntura em movimento, trabalhadores unidos, força dos trabalhadores, brasil melhor

CONJUNTURA EM MOVIMENTO #4: Defesa da soberania

A soberania brasileira sobre a Amazônia Legal é incontestável, para que seja assegurada, é necessário a defesa frente aos interesses internacionais, mas também regular e limitar as atividades predatórias do agronegócio e da mineração na região.

Deforma da Previdência,

Deforma da Previdência é aprovada na Câmara em 2º turno

Por 370 votos a favor, 124 contra e 1 abstenção, traidores do povo conseguiram aprovar a Reforma da Previdência em segundo turno na Câmara dos Deputados. O texto-base da PEC 06/19, proposto por Jair Bolsonaro, foi aprovado na calada da noite sob pressão da base governista para que as discussões se encerrassem.

mp 881, patrão empregado, dois homens, homem sentado, homem de joelhos, trabalho domingo feriado, fim da cipa

Fim da CIPA e trabalho aos domingos e feriados sem remuneração extra estão em jogo com MP 881, a “minirreforma trabalhista”

A MP, que ficou conhecida como minirreforma trabalhista, altera 36 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em mais um ataque do governo Bolsonaro aos direitos dos trabalhadores. Entre as mudanças estão: tornar facultativa a criação de Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) nas empresas, acabar com e-Social (sistema que centraliza o envio de dados trabalhistas pelas empresas) e liberar o trabalho aos domingos e feriados sem remuneração extra.

Pra cima deles

Pra cima deles!

Centrais sindicais e frentes de mobilização definem os próximos passos da luta contra o fim da aposentadoria após greve geral.

13 de Agosto, manifestação, multidão, pessoas na rua, defesa da educação, pessoas a noite, vista aérea

Greve Geral Vitoriosa

Setores importantes da classe trabalhadora brasileira cruzaram os braços e deram um sinal claro e contundente ao governo, aos deputados e às mentiras da grande mídia.

FSM se solidariza com a greve geral de 14 de junho | Intersindical

Brasil: FSM se solidariza com a greve geral de 14 de junho

A Federação Sindical Mundial, representando 97 milhões de trabalhadores filiados e filiadas em todo o mundo, expressa plena solidariedade de classe com suas organizações filiadas e com a classe trabalhadora do Brasil, que vai parar todo o pais em 14 de junho com uma greve geral massiva.

Economistas contra o fim da aposentadoria e da previdência pública

Nós, entidades e economistas de diversas formações teóricas e políticas e diferentes especialidades, viemos por meio desse manifesto defender a Previdência Social e seu regime de repartição, nos posicionar contrários à Proposta de Emenda Constitucional 6/2019 (PEC 6).

A Previdência que queremos!

Cinco medidas econômicas para financiar a Previdência Social e esquecer a “Deforma” do governo

A Frente Povo Sem Medo (PSM), que reúne organizações políticas, sindicatos e movimentos sociais, lançou o documento “A Previdência que queremos: pelo respeito ao pacto social de 1988”, em evento no Dieese, na semana passada. Para a PSM, a reforma proposta pelo governo Bolsonaro é “destrói o modelo de sociedade pactuado ao longo do processo de redemocratização”.

Falamos com Pablo Micheli, secretário-geral da CTA Autônoma, sobre o movimento sindical argentino

Falamos com Pablo Micheli, secretário-geral da CTA Autônoma, sobre o movimento sindical argentino

Na véspera do Dia Internacional dos Trabalhadores, o sindicalismo argentino deu mais uma demonstração de força contra o governo de Mauricio Macri, que afunda o país em desemprego e pobreza. As centrais e movimentos mais combativos convocaram uma paralisação nacional de 24 horas, que parou o país e levou milhares às ruas. A Intersindical Central da Classe Trabalhadora conversou com o secretário-geral da Central dos Trabalhadores da Argentina (CTA – Autónoma) Pablo Micheli, que falou da conjuntura da paralisação e da conjuntura local.

DIEESE lança indicador que mede a condição de trabalho no Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE lançou nesta quinta-feira (25) o Índice da Condição do Trabalho – ICT. Este indicador foi desenvolvido pela equipe técnica da instituição e tem como objetivo acompanhar e analisar as condições do mercado de trabalho brasileiro, tendo como base a realidade laboral.

salario-minimo-bolsonaro

Fim da valorização do salário mínimo: 48 milhões de pessoas são duramente atingidas

Segundo o Dieese, sem o repasse da variação do PIB e apenas com a reposição da inflação, como propõe agora Jair Bolsonaro, o valor atual do salário mínimo seria de R$ 573,00. Atualmente, cerca de 48 milhões de pessoas recebem remuneração correspondente ao salário mínimo, como assalariados, aposentados e pensionistas, trabalhadores por conta-própria, domésticos.

MP 873: Maia se compromete com nova redação 

As centrais sindicais foram recebidas ontem pelo presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. O parlamentar reconhece que a Medida Provisória 873 editada pelo governo Bolsonaro é um mecanismo para impedir a organização sindical e, apesar das diferenças que ele tem com o movimento, considera que essa medida não é nada razoável para um país que se quer democrático.

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

A resistência contra a “deforma da Previdência”, do governo Bolsonaro, começou a encorpar desde a última sexta-feira (22), com as mobilizações nacionais em defesa da aposentadoria. Foi um dia inteiro de atividades, com paralisações, panfletagens e atos de rua, marcando o primeiro protesto nacional contra a PEC, que foi apresentada em 20 de fevereiro.

Dieese reforma da previdência

DIEESE e centrais iniciam Jornada Nacional de Debates sobre a PEC de Bolsonaro que quer acabar com aposentadoria

Às vésperas das manifestações em defesa da aposentadoria, que acontecem nesta sexta-feira (22), dirigentes sindicais se reuniram para lançar a 15ª Jornada Nacional de Debates do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), que se debruça sobre a Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019, a reforma previdenciária de Bolsonaro.

Big destaca a importância de sindicatos se filiarem à FSM

Big destaca a importância de sindicatos se filiarem à FSM

Ricardo Saraiva Big, secretário de Relações Internacionais da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, conclamou os sindicatos filiados à central a também se filiarem à Federação Sindical Mundial (FSM) para fortalecer o internacionalismo classista sindical.