Denunciar e resistir ao modelo que dita como deve ser a mulher

Carmela Sifuentes

Compartilhe

O modelo selvagem e neoliberal do sistema capitalista também procura ditar como deve ser a mulher, pontuou Carmela Sifuentes, vice-presidenta da Confederação dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Peru (CGTP).

“A mulher tem que ser sempre jovem, abnegada, sexualmente passiva, uma mulher máquina que tem que trabalhar e se cuidar, temos que estar sempre alegres, bem dispostas, e fazendo tarefas domésticas”, enfatizou.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Carmela lembrou que “esse mesmo modelo de sistema promove a extração, o trabalho infantil, a exploração sexual e do trabalho das mulheres”.

E quando elas vão ao mercado de trabalho?  “Eles nos veem como segunda classe por nossa condição biológica e fragilidade, só nos querem nos trabalhos domésticos e, se trabalhamos, que seja com a supervisão dos homens”, afirmou.

Como alternativas, a líder feminista peruana, sugere uma agenda de lutas: romper com a diferença salarial entre mulheres e homens; permissão de paternidade compartilhada dos filhos porque a co-responsabilidade deve ser compartilhada; romper com o teto de vidro que impede que mulheres com igual ou superior capacidade assumam postos de gerência e cargos mais altos; acabar com a violência contra a mulher; fortalecer nossa organização; exigir aposentadoria e não pensão mínima; que as mulheres sejam protagonistas da própria vida, de sua saúde e de seus corpos; denunciar a corrupção dos homens como fator agravante da crise, porque a maioria das mulheres em cargos de poder é honesta.

Texto: Tsuli Turbiani

 


CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Edson Índio, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Mané Gabeira, na Conferência Nacional dos Bancários
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Rita Lima, na Abertura dos Congressos dos Bancos Públicos
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários