Contra privatização, Sindicato lança cartilha em defesa da Petrobras

Como uma das ferramentas de conscientização da categoria e da população, o Sindipetro-LP preparou uma cartilha com informações e dados que derrubam o argumento de que a Petrobras precisa vender ativos e concentrar recursos na produção de petróleo para salvá-la  de crise financeira, causada principalmente por endividamento e corrupção.

No anúncio do Plano de Negócios e Gestão (PNG) 2015-2019, apresentado no dia 26 de junho ao Conselho de Administração (CA), a diretoria da Petrobras relatou um cenário de total dependência financeira da companhia, que tem como principal objetivo pagar os empréstimos feitos nos últimos anos e que sugarão toda arrecadação prevista nos próximos quatro anos. Além dos credores, Bendine quer “buscar condição de gerar valor e rentabilidade para o acionista”, como disse em ocasião do anuncio do plano de negócios.

    LISTA INTERSINDICAL

    RECEBA INFORMAÇÕES IMPORTANTES NO SEU E-MAIL

    A cartilha, “Por uma saída dos trabalhadores contra o desmonte da Petrobrás”, foi criada com base em informações do Instituto Latino-Americano de Estudos Socioeconômicos (Ilaese), que demonstra com dados do mercado e da Petrobras, a estratégia criada para promover a venda da empresa. Segundo o PNG, está previsto o desinvestimento de mais de US$ 57 bilhões em ativos.

    Assim como no leilão do campo de Libra, vendido por R$ 15 bilhões e que apresenta potencial de produção confirmado na ordem de 60 bilhões de barris, podemos esperar negócios prejudicais aos cofres da empresa, uma vez que o padrão da diretoria da Petrobras é favorecer investidores, colocando como base de cálculo os piores índices econômicos, rebaixando o valor da companhia no mercado.

    Por causa da má gestão da Petrobras e dos negócios depreciativos pautados pelo CA, que ganhou mais poderes recentemente, está na conta da privatização a demissão de mais de 100 mil trabalhadores de 2014 para cá, entre próprios e terceirizados.

    A cartilha é uma das iniciativas do Sindicato contra a campanha promovida pelo mercado, que visa tirar do Brasil os poderes sobre as reservas do petróleo. Além da cartilha o Sindipetro-LP, outras bases estão se articulando para mobilizar a categoria contra as investidas da diretoria executiva e do CA. Cabe à categoria petroleira, única responsável pelo crescimento da estatal e principal prejudicada pelos desmandos dos gestores da companhia, o papel de defender o patrimônio da Petrobrás, criada para promover os avanços do país e não enriquecer acionistas.

    Estamos juntos, companheiros, pois só com união poderemos vencer este desafio!

    Fonte: Sindipetro-LP

     

    Inscreva-se
    Notificar de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    Ver todos os comentários
    Top
    0
    Comentex
    ()
    x