fbpx

Congresso terá Frente Parlamentar pela Valorização do Trabalho

Agência Senado

O desemprego no Brasil chegou a 8% no trimestre encerrado em abril. Isso significa que havia nesse período 8,03 milhões de pessoas sem trabalho formal no país. O índice, de acordo com a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), era de 7,1% em igual período do ano passado.

As preocupações com essa realidade e a necessidade de discutir alternativas para geração de empregos levarão o Congresso Nacional a instalar em breve a Frente Parlamentar pela Valorização do Trabalho, cuja criação foi aprovada nesta quarta-feira (3). A proposta seguiu para promulgação.

A Frente Parlamentar pela Valorização do Trabalho está prevista no PRS 30/07, apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS). Segundo o texto, o objetivo é promover no Congresso um amplo debate para resolver o problema de desemprego e subemprego. As discussões poderão ser acompanhadas pela sociedade. A frente será integrada por senadores e deputados.

O senador Paulo Paim acrescentou que a frente vai discutir o projeto (PLC 30/15), em análise no Senado, que muda as regras para a terceirização.

Outro desafio do grupo será pensar em saídas para o trabalho informal. Conforme o IBGE, 19,5% das pessoas ocupadas em janeiro deste ano nas principais cidades do Brasil trabalhavam por conta própria. O rendimento mensal médio dessa parcela da população era de R$ 1,3 mil.

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top