Centrais sindicais se reúnem com Rodrigo Maia e reivindicam mais tempo para debate sobre a Reforma da Previdência

Centrais sindicais se reúnem com Rodrigo Maia e reivindicam mais tempo para debate sobre a Reforma da Previdência

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Saiba mais:
→ Aposentadoria Fica, Temer Sai! Paramos 8/3 pela vida das mulheres!
 Chamado à mobilização para 15 de março
→ Baixe as apresentações do seminário Reforma da Previdência do DIEESE
Notícias e informações sobre a Reforma da Previdência (PEC 287)


Intersindical se posiciona pela retirada dos projetos de Reforma da Previdência, assim como a Trabalhista e projeto de terceirização geral e irrestrita (PL 4302)

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Aconteceu nesta tarde a reunião das centrais sindicais com o Presidente da Câmara, o Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os representantes das centrais sindicais reivindicaram mais tempo para o debate da Reforma da Previdência.

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, por meio do Secretário Geral, Edson Carneiro Índio, junto a outros militantes, reivindicou mais tempo – como já diz convenções internacionais, em particular a convenção da OIT (Organização Internacional do Trabalho) –, que quando há mudanças significativas que alteram consideravelmente a vida do povo é preciso de muito tempo de discussão.

A Intersindical exigiu, também, que se retirem essas reformas, por se tratarem de imensos atrasos para o povo brasileiro, prejudicando de forma brutal os trabalhadores rurais, trabalhadores da educação e todos os demais setores da classe trabalhadora.

Alguns sequer vão conseguir se aposentar. Assim, a Central reafirmou que essa proposta é inegociável, uma vez que não há como melhorar o projeto de desmonte da Previdência, que está sendo colocado pelo Governo Michel Temer.

“Exigimos que se paralise este debate e se respeite os direito dos trabalhadores para que se permita que o povo brasileiro tenha acesso à Seguridade Social”, disse Índio.

Após as falas das diversas centrais sindicais presentes, Maia disse que irá buscar dialogar com o relator da matéria da Reforma da Previdência Social (Arthur Oliveira Maia (PPS-BA)) para tentar garantir um pouco mais de tempo. Talvez alguns dias a mais.

Em sua opinião, o financiamento da Previdência poderia ser de forma a beneficiar o sistema financeiro. Segundo Maia, a proposta que está em tramitação ainda não é a ideal, que, no caso, seria um projeto de capitalização total – objetivo principal dos banqueiros.

Maia afirmou, também, que a base do governo irá colocar em tramitação, não apenas as Reformas da Previdência e a Trabalhista, que já estão com as comissões em funcionamento, como irá colocar em votação o Projeto de Lei (PL) 4302, que permite a terceirização geral e irrestrita neste próximo período.

A classe trabalhadora, movimentos sociais e o todos os setores populares precisam se mobilizar e ficar atentos, construindo de forma decidida uma greve geral para pararmos o Brasil a partir de 15 de março.

Além destas mobilizações, que já estão sendo construídas, é preciso que todas e todos façam uma pressão radical e nas casas de todos parlamentares favoráveis às reformas previstas, assim como os vereadores e prefeitos que apoiam estes deputados e toda a base eleitoral.

É preciso que haja um amplo diálogo com a população brasileira para impedir que o Congresso Nacional acabe com o direito à aposentadoria, com os direitos trabalhistas e aprove a terceirização, acabando com os empregos formais.

“Por isso, toda a força na construção da greve geral e na pressão a partir dos municípios sobre os deputados e sobre os senadores”, pontuou Índio.

Fonte: INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigos
Mais recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários