Educadores articles

A catástrofe se aproxima das universidades federais e do sistema de ciência e tecnologia

A catástrofe se aproxima das universidades federais e do sistema de ciência e tecnologia

A catástrofe se aproxima das universidades federais e do sistema de ciência e tecnologia

Em meio à neblina cerrada que recai sobre o futuro dos conhecimentos científico, tecnológico, artístico e cultural, provocada pela emenda dita do Teto (declinante) dos Gastos (EC 95/2016), a rigor, emenda da reforma não consentida do Estado, a ponta do iceberg emerge ameaçadoramente.

Educação privada paralisa contra retirada de seus direitos

Educação privada paralisa contra retirada de seus direitos pelos donos das escolas

Diante da intransigência do donos das escolas privadas, os professores realizaram hoje um dia de greve, paralisando fortemente dezenas de escolas, em uma massiva assembleia que terminou agora, às 16h, em frente à sede do sindicato da categoria, o Sinpro-SP, centenas de professoras e professores decidiram realizar na próxima semana uma nova paralisação para decidir a manutenção da convenção coletiva.

No Pará, professores não aceitam acordo que retira direitos

No Pará, trabalhadores da educação não aceitam acordo que retira direitos

A assembleia geral da rede estadual de ensino, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (1), na EE. Cordeiro de Farias, analisou a proposta de acordo apresentada pelo governo Simão Jatene/PSDB durante a audiência de conciliação na tarde de 31.10, no Tribunal de Justiça do Estado (TJE).

Educadores do Pará participam de encontro estadual dos Sem Terrinhas

Educadores do Pará participam de encontro estadual dos ‘Sem Terrinhas’

O SINTEPP esteve na tarde desta segunda-feira (17) na abertura do XVII Encontro Estadual dos Sem Terrinhas, que ocorre no período de 17 a 19.10, na Universidade Federal do Pará, em Belém, e promove a integração e formação política e social entre crianças dos acampamentos e assentamentos de nosso Estado.

Trabalhadores de Universidades e Institutos Federais paralisam nesta terça (10) em defesa do serviço público

Trabalhadores de Universidades e Institutos Federais paralisam nesta terça (10) em defesa do serviço público

Nesta terça-feira, 10 de outubro, os técnico-administrativos em educação da UFRGS, UFCSPA e IFRS irão paralisar suas atividades em mais um protesto contra os ataque ao plano de carreira da categoria e contra os cortes de investimentos nas Universidades e Institutos Federais.

No Pará, o que falta para a educação pública, sobra para as empresas

No Pará, o que falta para a educação pública, sobra para as empresas

Jatene entrará para a história como o governador cumpridor de um dos maiores rombos aos cofres públicos do Pará. Em 2015 convenceu a ALEPA, que tem maioria composta por base aliada à sua gestão, a aprovar no apagar das luzes da legislatura daquele ano a extensão da lei que isenta por mais 30 anos para 37 empresas em atuação no Estado. Detalhe: os deputados paraenses aprovaram sem ter noção do valor real que este rombo milionário causará ao Pará.

Sintepp condena ensino confessional na escola pública

Sintepp condena ensino confessional na escola pública

Aulas confessionais nas escolas públicas indicam retrocesso, avalia Sintepp. O Sindicato das Trabalhadoras e dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará – SINTEPP, vem a público manifestar sua preocupação diante da decisão favorável do Supremo Tribunal Federal – STF sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) 4439, que questiona o modelo de ensino religioso e permite aulas confessionais nas escolas públicas do país

Pará educadores vão à greve em defesa dos direitos

Pará: educadores vão à greve em defesa dos direitos

O ato público de abertura da GREVE, na manhã desta quinta-feira (14), demarcou a posição da categoria, que farta da política mal direcionada do governo Jatene/PSDB para a área da educação, se deslocou ao Seducão onde pretendia audiência com a Secretária de Educação Ana Cláudia Hage. Porém, mesmo sendo antecipadamente informada do movimento paredista, a Secretária de Estado lamentavelmente ignorou o protesto e incumbiu aos seus subordinados a tarefa de atender aos manifestantes.

Pará: Trabalhadores da educação param dia 14 de setembro

A assembleia geral da rede estadual de ensino, que ocorreu na manhã de 01.09, na E. E. Cordeiro de Farias, avaliou o andamento da Campanha Salarial 2017 e deliberou pela deflagração da greve a partir do dia 14.09, definindo deste modo sua agenda para o período e demais desdobramentos de construção e organização do movimento paredista.

Nota da Intersindical em apoio aos professores de Duque de Caxias (RJ)

Nota da Intersindical em apoio às educadoras e educadores de Duque de Caxias (RJ)

A Intersindical presta todo o apoio aos profissionais de educação da cidade de Duque de Caxias -RJ, que na última quinta-feira (03/08), ocuparam a plenária a Câmara de Vereadores da cidade contra a aprovação de dois Projetos de Lei enviados com regime de urgência pelo Prefeito Washington Reis (PMDB-RJ).

Greve dos educadores do Pará está mantida! Justiça não declara ilegalidade e marca audiência de conciliação.

Após mais um ano de negociações sem efeito com o governo do estado do Pará para que o piso salarial dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual de ensino seja cumprido, eles decidiram em assembleia no último dia 26 de abril iniciar um período de greve por tempo indeterminado a partir de 3 de maio. O governo do Estado, no entanto, entrou com ação na Justiça pedindo a ilegalidade da greve, mas não obteve e a greve está mantida!

Professores rede privada farão greve histórica

A greve geral de 28 de abril entrará para a história do país. Um dos marcos é a adesão de centenas de categorias com importância fundamental. Uma demonstração desse contagiante clima que vai tomando a sociedade brasileira é a paralisação dos professores das redes privadas.

Bancários da Baixada Santista aprovam Greve Geral dia 28 de abril

Em assembleia, categoria decidiu deflagrar greve contra aprovação da Terceirização irrestrita, o desmonte da Previdência e a “reforma” trabalhista Reunidos em assembleia na noite desta segunda-feira, 17, bancários e bancárias da Baixada Santista aprovaram a deflagração de Greve Geral no próximo dia 28 de abril. A categoria se junta a diversos setores para parar o

Servidores municipais de Belém aderem à Greve Geral do dia 28 de abril

Saiba mais: → Câmara dos Deputados dá tiro de morte nos direitos trabalhistas → Nota Pública do Ministério Público do Trabalho contra a Reforma Trabalhista e apoiando a Greve Geral → Juízes e advogados em defesa da Justiça do Trabalho No dia 28/04, não vou trabalhar, vou à rua protestar! As mídias tradicionais – televisão, rádios e

Ruas de Independência (CE) são ocupadas por trabalhadores e estudantes na greve nacional da educação e contra a Reforma da Previdência

Trabalhadoras e trabalhadores da educação, estudantes, a Intersindical e outras entidades sindicais também ocuparam as ruas de Independência (Ceará) neste dia de atos pela greve nacional da educação e contra a Reforma da Previdência e retirada de direitos trabalhistas!

Assembleia da educação municipal de Cotia (SP) delibera entrar em greve a partir do dia 22 de março

No ato contra a Reforma da Previdência e assembleia da educação municipal de Cotia (SP) que aconteceu neste dia 15, em que estão acontecendo diversas paralisações e greves por todo o Brasil, educadoras e educadores decidiram entrar em greve a partir do dia 22 de março com ampla maioria da aprovação dos presentes!

Em Cotia (SP), trabalhadores paralisam a Rodovia Raposo Tavares neste dia nacional de paralisações em greves

Em Cotia (SP), uma grande marcha composta pela Intersindical, Químicos Unificados, Terra Livre – Campo e Cidade, entre outros movimentos, parou a cidade nesta manhã!

Em São Paulo, mulheres ocupam a Superintendência do INSS contra a Reforma da Previdência

Em São Paulo, as mulheres da Intersindical e de diversas outras entidades sindicais e de movimentos sociais que compõem as Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, ocuparam a Superintendência INSS em SP, contra a Reforma da Previdência (PEC 287) e as retiradas de direitos trabalhistas em curso pelo governo Michel Temer!

Simpa e Atempa convocam para mobilização e plenária da educação nesta quinta-feira (23)

A Rede Municipal de Ensino foi pega de surpresa com as mudanças anunciadas pelo Secretário Municipal de Educação, Adriano de Britto, em reunião com as direções de escola, terça-feira (21/2). O governo revoga o Decreto 14.521 de 1º de abril de 2004, desrespeitando a organização dos tempos da escola já construídos pelos educadores para o início do ano letivo

Carta de Repúdio à Medida Provisória 746/16 da reforma do ensino médio

Nós, filósofos e filósofas, professores e professoras de filosofia do Estado de São Paulo, reunidos no III Encontro de professores de Filosofia e Filósofos – APROFFESP – na cidade de São Paulo, cumprindo nosso papel histórico de fazer críticas e proposições quanto ao que ocorre em nossa sociedade, repudiamos veementemente o golpe contra a Educação Brasileira desfechado pelo ilegítimo governo de Michel Temer através da modificação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9.394/96) por meio de Medida Provisória referente à reforma do ensino médio, sem qualquer diálogo com a comunidade acadêmica e escolar no Brasil, o que se assemelha aos Atos Institucionais da última Ditadura Militar no país.

Participe da consulta pública da Câmara para mudar o texto que reforma o ensino médio

A Medida Provisória que reforma o ensino médio (MP 746/16), retirando matérias como educação física e filosofia, flexibilizando os currículos e ampliando progressivamente a jornada escolar das atuais 800 horas para 1.400 horas por meio de jornada integral – o que na prática exclui do sistema educacional aqueles que precisam começar a trabalhar cedo para recompor a renda de suas famílias – pode ser remodelada se houver uma participação massiva da sociedade na discussão do tema.

Pará: Trabalhadores e estudantes na luta e nas ruas contra a pec 55 e a reforma do ensino médio

Mais de 5 mil pessoas, entre trabalhadores e estudantes, marcharam pelas ruas de Belém contra as medidas do governo ilegítimo de Michel Temer. Com palavras de ordem de Fora Temer, Não à PEC 55 e à Reforma do Ensino Médio seguiram até o TJE para mostrar a sociedade que não aceitam a situação que o

Ocupa UFRGS! Estudantes ocupam várias unidades da universidade

Na noite desta segunda-feira, dia 31 de outubro, chegou a sete o número de unidades acadêmicas ocupadas por estudantes da UFRGS em protesto contra a PEC-241 (agora no Senado como PEC-55), o projeto Escola Sem Partido e a reforma do Ensino Médio. Foram ocupados nesta segunda-feira os prédios do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH),

Associação de Juízes divulga nota de apoio às ocupações de estudantes

As ocupações, na forma que sucedem em escolas e universidades, consistem em exercício de liberdade de expressão. Assim se posicionou a Associação Juízes para a Democracia (AJD), em nota publicada nesta segunda, 31, sobre a onda nacional de ocupação em colégios por estudantes secundaristas contra as reformas na educação por medida provisória e os cortes

Juiz autoriza tortura para desocupação de colégio no Distrito Federal

O Juiz Alex Costa de Oliveira, da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal determinou no último domingo, 30, que a polícia militar promova a desocupação  do Centro de Ensino Asa Branca de Taguatinga, com métodos torturantes frente aos estudantes. Na decisão, o juiz autorizou que a polícia: a) suspenda o fornecimento de

Ocupação na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte (CE): povo marca sessão popular para discutir suas pautas

O descaso dos vereadores de Juazeiro do Norte (CE) com as demandas da população e a preocupação em votar projetos só em benefício próprio – como aumento dos próprios salários – levou estudantes, sindicalistas e movimentos populares a ocuparem a Câmara Municipal desde a última quinta-feira (27) e a marcarem uma sessão popular nesta terça-feira

Frente Estadual de Resistência aos Ataques à Educação será lançada em SP

Uma aula pública lançará a Frente Estadual de Resistência aos Ataques à Educação Pública no estado de São Paulo no dia 4/11 às 19h no Instituto Federal de São Paulo. Participarão diversas entidades, entre elas a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Primavera secundarista floresce nas ruas de Vitória

Estudantes de pelo menos 18 campi dos Institutos Federais do Espírito Santo e de 10 escolas da Rede Estadual na Grande Vitória estiveram presentes, em ato público que teve início na Pracinha de Jucutuquara, por volta das 14 horas, e saiu em Marcha em direção ao Palácio Anchieta, no Centro de Vitória. A atividade fez

Violência contra as mulheres no Sinpeem

“SÃO ESSAS AS PROFESSORAS QUE VOCÊS QUEREM QUE EDUQUEM SEUS FILHOS?” Na última plenária do Congresso do SINPEEM ocorreu um episódio lamentável de machismo e covardia. Foi negada arbitrariamente uma solicitação de questão de ordem para apresentação de uma moção sobre a participação política das mulheres e enfrentamento ao machismo no sindicato. Mais uma vez,

Estudantes ocupam universidades públicas contra a PEC 241

O massacre que a PEC 241 irá promover no ensino público está levando estudantes de todo o país a se mobilizarem contra a aprovação da medida em 2º turno, prevista para ocorrer na próxima terça (25) ou quarta-feira (26) no plenário da Câmara dos Deputados. Cerca de 19 universidades, 770 escolas e institutos federais estão ocupadas.

Pará: Sintepp responde juridicamente a orientação da SEDUC de cortar o ponto em atividades sindicais

A Assessoria Jurídica do Sindicato das (os) Trabalhadoras (es) em Educação Pública do Pará (Asjur/SINTEPP) encaminhou para a Secretaria de Educação do Pará (SEDUC), endereçada à direção da URE 09, esta semana o parecer referente à orientação da SEDUC de cortar o ponto de trabalhadores da educação que participarem de atividades sindicais. A Assessoria Jurídica

Estudantes secundaristas ocupam ruas e escolas em Curitiba (PR)

A reforma autoritária do ensino médio, deflagrada por meio da MP 746/16, está mobilizando centenas de estudantes secundaristas no Paraná em atos de protesto. Dezenas de escolas em estão com as aulas suspensas por causa de ocupações de estudantes. O movimento promete se espalhar por outras capitais Os manifestantes protestam com faixas e cartazes e não

MP do ensino médio é uma farsa, todos de olho na PEC 241!

A Medida Provisória 746/16 é uma medida autoritária que não resolve os problemas no ensino médio, afirma Neiva Lazzarotto, integrante do Cpers Sindicato e diretora da Intersindical Central da Classe Trabalhadora. Segundo ela, “o que o governo anuncia é uma farsa, pois diz que vai fazer ampliação progressiva do ensino integral ao mesmo tempo em que quer aprovar a PEC 241, de congelamento dos investimentos públicos por 20 anos”.

Governo muda ensino médio por Medida Provisória e recua em alguns pontos, após forte reação popular

Governo muda ensino médio por Medida Provisória e recua em alguns pontos, após forte reação popular

Depois da forte polêmica ao anunciar o plano de educação para o Ensino Médio proposto por meio de Medida Provisória (MP), sem debate no Congresso, com educadores ou com a sociedade, o governo Michel Temer teve que recuar do que já havia anunciado e divulgou nota na noite desta quinta-feira (22) informando que a medida não incluirá nenhum “corte de disciplina” no ensino médio.

Paralisação pelo piso, carreira e em defesa da democracia no Pará

A paralisação nacional organizada pelas entidades sindicais e estudantis reuniu centenas de pessoas na manhã desta quinta-feira (22) para ato público com concentração no Mercado de São Brás. Com faixas e cartazes de protestos contra as políticas reducionistas dos direitos da classe trabalhadora os manifestantes seguiram em caminhada pela Avenida Nazaré até a Praça da

Trabalhadores da educação do Pará têm semana de luta

Os trabalhadores e as trabalhadoras em educação da rede estadual de ensino do Pará realizam uma semana de lutas e paralisações para pressionar sobre a pauta do pagamento do piso salarial do magistério. Apesar da decisão favorável do Tribunal de Justiça do Estado (TJE/PA) no último dia 24|08, infelizmente não há qualquer sinalização para a

Educação no Pará: Sintepp repudia bloqueio de salários realizado pelo governo do PSDB

Sintepp repudia bloqueio de salários pelo governo Jatene e exige liberação de pagamentos O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará – SINTEPP repudia a ação extrema do governo Simão Jatene (PSDB) de bloquear os salários de mais de 2.000 servidores da educação neste mês setembro/16. A atitude caracterizada vilmente como punitiva

Após greve, educadores do RJ continuam luta contra o PLP 257 e PEC 241

No dia 26 de julho, passados quase cinco meses, encerrou a greve da educação no Rio de Janeiro. Greve que já é considerada a maior da Rede Estadual desde a fundação do sindicato nos anos 1970.  A magnitude da greve não deve ser medida somente pela sua extensão. A greve de 2016 foi marcada por uma

Em audiência na SEAD governo Jatene (PSDB) confirma calote ao piso

O Sintepp esteve em audiência na SEAD na tarde desta terça-feira (23) onde a pauta foi o pagamento do piso|2016. Além da Coordenação do Sindicato participaram da reunião educadores que solicitaram à direção entrada na sala. Pelo governo estavam SEAD e SEDUC. Após a abertura da reunião, o Sintepp informou da participação da categoria nas

Governo muda ensino médio por Medida Provisória e recua em alguns pontos, após forte reação popular

Após críticas, MEC recua e exonera defensor do Escola Sem Partido

Nem 24 horas. Esse foi o tempo que durou a nomeação do pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Adolfo Sachsida, como assessor especial do Ministério da Educação (MEC). A nomeação foi publicada no dia 11 e a exoneração em 12/7 no Diário Oficial da União (DOU). Como mostrou ontem (11/07) a reportagem o Centro de Referências em

Lançamento da Frente Nacional contra o Projeto Escola sem Partido é nesta quarta (13) no Rio

Com o apoio da Confetam, Frente lutará para impedir a aprovação do PL 867/15, que cerceia a liberdade de expressão dos professores no exercício profissional e institui a censura em sala de aula A secretária-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Jucélia Vargas, participou, na última quinta-feira (07/07), da reunião preparatória ao

Ato de defesa da educação pública em Juazeiro do Norte (CE) nesta quinta-feira (30)

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora se junta nesta quinta-feira (30) aos professores do município de Juazeiro do Norte e do Estado do Ceará na luta pela defesa da educação pública. Um ato público será realizado às 16h, na Praça do Giradouro (rotatória do Triângulo de Crajubá). Professores, alunos e demais pessoas que vivem em

Professores no Brasil ganham menos que outros profissionais com a mesma formação

Os professores de nível superior no Brasil ganham menos do que outros profissionais com o mesmo nível de formação. De acordo com análise feita pelo movimento Todos pela Educação, os docentes recebem o equivalente a 54,5% do que ganham outros profissionais também com curso superior. A valorização dos professores é uma das metas do Plano

Educadores da Região Metropoltana do Cariri (CE) fazem convocatória para ato em defesa da educação

No dia 30 de junho (quinta-feira), a partir das 16h, na Praça do Giradouro (Triangulo Crajubar – Região Metropolitana do Cariri, Ceará), grande ato público em defesa da educação do estado. Até o momento, o Governador Camilo Santana (PT), não apresentou nenhuma proposta de reajuste digno para os professores do estado. Já os professores do

Ocupação, greve e repressão: as Fábricas de Cultura estão fervendo em São Paulo

Contra o sucateamento de equipamentos culturais nas quebradas, aprendizes ocupam e os educadores fazem greve. A Poiesis, que recebe dinheiro do Governo de Geraldo Alckmin (PSDB), reprime a molecada enquanto persegue e demite trabalhadores. Esta quinta-feira (23 de junho) começa com greve de educadores contra o sucateamento das cinco Fábricas de Cultura mantidas pelo Governo

Uma revolução acontece no México — mas a mídia “não sabe”

O que começou como uma greve dos professores contra a privatização da Educação no país, se espalhou em manifestações, bloqueios e comunas. O EZLN, histórico grupo revolucionário, notificou o governo que não irá tolerar a violência institucional praticada contra a população. Em um comunicado divulgado na sexta-feira, 17 de junho, os zapatistas colocaram as seguintes

Confronto entre professores e policiais deixa ao menos seis mortos e 94 feridos no México

Protesto contra reforma educacional já dura 35 dias; um jornalista foi assassinado. Pelo menos seis pessoas morreram e 94 ficaram feridas durante um confronto entre professores e policiais no domingo (19/06) em Asunción Nochixtlán, em Oaxaca, no sul do México. Segundo informações da agência France Press, os disparos ocorreram quando cerca de 800 policiais federais

Manifesto do Coletivo de Educação Florestan Fernandes

No próximo dia 10 de agosto completará vinte e um anos sem a presença do sociólogo e militante de esquerda Florestan Fernandes. Seu exemplo de vida, especialmente a sua aguerrida militância em defesa de uma escola pública, laica, universal e de qualidade continua a alimentar o sonho e a luta de milhares de educadores brasileiros.

Pará: Simão Jatene (PSDB), pague o piso aos educadores!

Trabalhadores em educação do estado paralisam atividades e não descartam greve para o 2º semestre. A paralisação começou com ato público, com concentração em frente ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE), na manhã desta terça-feira (14) e seguiu em caminhada para o Palácio dos Despachos. Os educadores paraenses exigem o imediato pagamento do piso

No Pará, Escola Marcílio dias paralisa atividades e realiza caminhada para denunciar precariedade no ensino

O Sintepp Subsede Gurupá informa que a Escola Estadual Marcílio Dias, no Arquipélago do Marajó, iniciou ontem (14) paralisação devido às precárias condições de ensino a qual aquela comunidade está sendo submetida. A escola, fundada em 1974, e que atende mais de 1.500 alunas (os) do ensino médio regular, Sistema Modular de Ensino (SOME) e

Cpers fortalece a luta e garante ocupação do Centro Administrativo Fernando Ferrari, no RS

Justiça do Rio Grande do Sul nega pedido de desocupação do CAFF, onde o Comando de Greve do CPERS permanece desde segunda-feira (13). Professores ligados ao Cpers não têm previsão para deixar o Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), ocupado na segunda-feira (13) após uma reunião com representantes do governo que terminou sem acordo. A decisão

Professores de Duque de Caxias (RJ) fazem mobilização de 3 dias contra parcelamento de salários

O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, (PSD) começou a adotar a cartilha de parcelamento do salário dos servidores. Na segunda-feira (6), anunciou que os que ganham até R$ 3 mil teriam os salários pagos e o restante receberia  R$ 3 mil mais  50% do total da remuneração recebida e os outros 50% restantes

Educadores e estudantes se unem em Porto Alegre para pressionar o governo Sartori

As ruas principais do centro de Porto Alegre foram tomadas por milhares de educadores e estudantes de diversas regiões do Estado, que protestaram, na tarde de ontem (8), contra o desrespeito do governo Sartori (PMDB) com a educação pública. Após a concentração, realizada em frente ao CPERS, eles saíram em caminhada até a Secretaria da

Trabalhadores da educação do Pará mantêm estado de greve e aprovam paralisação em 14|06

Jatene pague o piso salarial! O Sintepp informa que as (os) trabalhadoras (es) em educação da rede estadual de ensino reunidas (os) em assembleia geral na manhã desta sexta-feira (3), no Centro Social de Nazaré, analisaram a conjuntura política do período, aprovando ainda o calendário de lutas e mobilizações. Durante a assembleia foram dados informes

Em Belém, Zenaldo (PSDB) não valoriza educação e dissimuladamente receberá prêmio

O Sintepp vem a público esclarecer as INVERDADES do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) sobre a situação da Educação Pública na capital paraense. A população tem que saber que até a presente data o prefeito não pagou o piso salarial para o grupo do magistério, previsto em lei desde 2011, e está burlando esta lei quando

Servidores da educação de Juazeiro do Norte dão exemplo de resistência e mantém greve

Apesar de ter sido decretada a ilegalidade da greve pela Justiça, os professores e servidores da educação em Juazeiro do Norte (CE) continuam em greve desde o dia 12 de maio e preparam uma nova manifestação  em frente à prefeitura da cidade nesta quarta-feira (25) para reivindicar reajuste salarial e melhores condições de trabalho. “A

Mato Grosso tem primeira escola ocupada contra parcerias público-privadas

Estudantes querem a revogação de lei que permitirá a atuação de empresas na gestão da educação A mobilização de estudantes secundaristas em defesa do ensino público de qualidade chegou ao Mato Grosso. Desde a noite deste domingo (22), mais de 100 alunos ocupam a Escola Estadual Elmaz Gattas Monteiro, localizada no bairro Ipase, Vargem Grande,

Trabalhadores da UFRGS entram em greve a partir de 31 de maio

Os trabalhadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) compareceram em peso à Assembleia Geral realizada na quarta-feira (18/05) e decretaram greve de 72 horas a partir do dia 31 de maio. Indignados com mais um desrespeito do reitor Carlos Alexandre Netto, os trabalhadores reivindicam a assinatura imediata dos planos de flexibilização e

Mais de 100 escolas são ocupadas por alunos no Rio Grande do Sul

Alunos, pais, professores e funcionários de escolas se unem para lutar por pautas específicas e gerais em favor de uma educação pública de qualidade. A primeira ocupação escolar no Rio Grande do Sul começou na quarta-feira, dia 11, na escola Emílio Masot. O objetivo era exigir o repasse das verbas em atraso, a reposição de

Educadores do Pará farão paralisação nos dias 11 e 12

O Sintepp realizou na manhã da quarta-feira (04) assembleia geral da categoria, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Universidade Estadual do Pará (CCNT/UEPA), em Belém, para debater as pautas da Campanha Salarial 2016. Além dos informes gerais, apresentados pela Coordenação Estadual e a Assessoria Jurídica do Sindicato, a categoria reafirmou posicionamento contrário ao

Secundaristas são arrastados pela Tropa de Choque de dentro de escola ocupada

Tropa de Choque, portando armas de fogo, arrasta estudantes em reintegração de posse do Centro Paula Souza, na região da Luz. Alunos prometem resistir e seguir com ocupações em protesto contra a Máfia das Merendas no estado Na manhã desta quinta-feira (6), estudantes secundaristas que ocupavam o Centro Paula Souza na região da Luz, área

Tucano entra com pedido de reintegração de posse da Alesp: estudantes insistem em CPI da Merenda

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Fernando Capez (PSDB) entrou na Justiça com um pedido de reintegração de posse do plenário ocupado por estudantes que exigem a aprovação da CPI da Merenda. A Polícia Militar já está no prédio e atua no controle do acesso ao plenário ocupado. Estudantes e

Reunião de conciliação para desocupação do Centro Paula Souza é adiada

Não houve acordo entre estudantes e representantes do governo do Estado de São Paulo, da Defensoria Pública e do Ministério Público, para discutir os desdobramentos do pedido de reintegração de posse do Centro Paula Souza, na reunião marcada para a tarde de quarta-feira (4). A audiência teria continuidade nesta quinta-feira (5), mas foi adiada. No

Servidores do Pará cruzam os braços dias 11 e 12

Servidores(as) públicos(as) estaduais aprovam paralisação para 11 e 12/05 Os/as servidores/as públicos/as estaduais/as (SPE’s) reunidos/as em assembleia geral na manhã desta quinta-feira (28), no Ginásio da Escola Superior de Educação Física (Esefpa), deliberaram por paralisar suas atividades nos dias 11 e 12 de maio. As entidades representativas de 22 categorias de servidores/as do Estado reafirmaram

Para: Educação faz assembleia nesta quarta (04)

04 de maio (quarta-feira), assembleia geral da rede estadual, CCNT/UEPA, 9h Diante da crise econômica, política e ética na qual o país atravessa, os direitos trabalhistas são alvos preferenciais dos governantes com a supressão de direitos como mecanismo para enfrentar a crise. As trabalhadoras e trabalhadores da educação pública em nosso estado sofrem os reflexos

Câmara Municipal de Porto Alegre tenta amordaçar reitor e vice da UFGRS por permitir ato contra o golpe

Parte dos vereadores da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na última quarta-feira (20/4), Moção de Repúdio ao Reitor e Vice da UFRGS por ter “promovido” Ato em Defesa da Democracia e Legalidade, organizado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, com o apoio da ASSUFRGS, e de outras entidades representativas da comunidade acadêmica. Por

Intersindical convida comunidades e educadores para ato contra a precarização do trabalho na Rede Cuca

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora convocou trabalhadores, pais e jovens que frequentam as atividades da Rede Cuca para Ato contra a precarização do trabalho nos equipamentos da Barra do Ceará, Jangurussu e Mondubim. Entre outras, há denúncias de atraso nos salários e vales transporte dos educadores, do não pagamento de adicional em casos

Professores da rede estadual do Rio de Janeiro aguardam proposta do governador Pezão

Em greve desde o último dia 2 de março, os professores e demais trabalhadores da educação do estado do Rio aguardam com ansiedade a contraproposta sobre o reajuste salarial deste ano, além do pagamento e do reajuste do Fundeb relativos aos anos de 2014, 2015 e 2016. O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do

Top