Notícias articles

Vote contra a DESTRUIÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO!

Vote contra a DESTRUIÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO!

A PEC do Fim do Mundo (atual Emenda Constitucional nº 95) foi aprovada no final de 2016, logo após o golpe que colocou Michel Temer no poder. O mundo ainda não acabou, mas, nesse ritmo, as políticas públicas no Brasil estão próximas do fim. O terrível incêndio do Museu Nacional é o retrato mais simbólico dessa terra arrasada.

STF CONTRA OS TRABALHADORES: Terceirização é aprovada!

STF CONTRA OS TRABALHADORES: Terceirização geral e irrestrita agora tem aval da “Justiça”!

Por 7 votos a 4 o STF julga constitucional a terceirização geral e irrestrita. O julgamento de uma ADPF e um Recurso Extraordinário, ambos provocados por uma entidade patronal e uma empresa pela apequenada corte golpista brasileira terminou hoje com uma tragédia para a classe trabalhadora, o povo brasileiro e o futuro do nosso pais.

MPT mantém proibição de demissões no Hospital de Caridade

MPT mantém proibição de demissões no Hospital de Caridade, em Santa Catarina, até nova audiência

Não houve acordo entre Sindicato e direção do Hospital de Caridade na última audiência conciliatória realizada no Ministério Público do Trabalho, com mediação do procurador Sandro Eduardo Sardá, que emitiu recomendação de que o Hospital mantenha suspensas as demissões até audiência final marcada para o dia 22 de setembro, às 14h.

Pela liberdade e o direito de Lula ser candidato

A classe trabalhadora e Brasil sofrem as consequências do golpe financiado pelo grande capital e sua agenda de drástica redução do valor da força de trabalho, de desmonte do Estado e de entrega das riquezas do país às corporações internacionais. Mais de 27 milhões de desempregados ou vivendo de bicos, precarização do serviço público, aumento da concentração de renda, empobrecimento acelerado de amplas parcelas do nosso povo, crescimento da ultra direita reacionária e autoritária.

Barão de Itararé lança plataforma eleitoral para fortalecer a mídia alternativa

Barão de Itararé lança plataforma eleitoral para fortalecer a mídia alternativa

Na luta por uma comunicação mais democrática, a proposição de políticas para a mídia alternativa deve ocupar um lugar central. Por isso, o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé preparou uma plataforma para candidatos e candidatas nas eleições de 2018, intitulada “Uma proposta para o fortalecimento da mídia alternativa”.

Dia do basta: bancários participam de dia nacional de luta contra retirada de direitos

Dia do basta: bancários participam de dia nacional de luta contra retirada de direitos

Bancários e bancárias capixabas se mobilizaram nesta sexta-feira, 10, e participaram do Dia do Basta – Dia Nacional de Luta e Paralisações em Defesa do Emprego, da Aposentadoria e dos Direitos Trabalhistas. Durante o ato, as agências bancárias da Reta da Penha, em Vitória, tiveram abertura retardada em uma hora.

Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular unidas no Dia do Basta, 10 de agosto

Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular se unem no Dia do Basta, 10 de agosto

Trabalhadores das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo se reuniram nesta quinta-feira, 02, para debater e formalizar a unidade nas manifestações do Dia do Basta, que ocorrerão no próximo dia 10 de agosto.

Desligamentos por acordo mútuo e as homologações nos sindicatos

As perversidades da reforma trabalhista: os desligamentos por acordo mútuo e as homologações nos sindicatos

A reforma trabalhista em vigência desde novembro de 2017 completa nove meses no próximo 11 de agosto em meio a muitas dúvidas, ausência de indicadores capazes de medir sua magnitude e cercado de promessas que não pratica não se efetivaram.

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão! | INTERSINDICAL

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão!

A Maioria do povo brasileiro sofre os efeitos perversos da atuação dos bancos e do capital financeiro na economia. Um exemplo é a taxa de juros praticada no país, que funciona como um Robin Hood ao contrário, pois tira dos pobres e da classe média para engordar as fortunas de banqueiros, grandes empresários e rentistas.

Nota pública: Em defesa da EBC, pela pluralidade na comunicação brasileira

Nota pública: Em defesa da EBC, pela pluralidade na comunicação brasileira e contra os ataques do governo à comunicação pública

Na última semana, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e seus trabalhadores voltaram a ser alvo de ataques do governo. No último domingo, a Folha de S. Paulo publicou a intenção do natimorto governo Temer de extinguir a empresa pública de comunicação. Antes, O Estado de S. Paulo questionava de atestado a salários dos trabalhadores da EBC.

Na pressão: servidores derrubam congelamento salarial

Na pressão: servidores derrubam congelamento salarial

O serviço público ganhou um tento. Por pressão do funcionalismo federal, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019 aprovada nesta quarta (11) pelo Congresso Nacional não impede novos concursos nem impõe congelamento dos salários dos servidores públicos, como queria o ilegítimo Temer.

10 DE AGOSTO É DIA DO BASTA! Em defesa do emprego, da aposentadoria e dos direitos!

10 DE AGOSTO É DIA DO BASTA! Em defesa do emprego, da aposentadoria e dos direitos!

Acabou à pouco a reunião das Centrais Sindicais que contou com a participação de diversos sindicatos) que definiram o dia 10 de agosto como Dia do Basta. Será um dia nacional de luta em que ocorrerá em nível nacional contando com a participação de trabalhadores da Intersindical e das demais centrais, diversos sindicatos e movimentos sociais.

Inspeção do Trabalho exige autonomia e independência

Inspeção do Trabalho exige autonomia e independência

As recentes denúncias e fatos envolvendo o Ministério do Trabalho, que culminaram com a demissão do ministro Helton Yomura, levam o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho – Sinait a reiterar, para o Governo e para a sociedade, a necessidade da adoção de medidas urgentes que garantam efetivamente a independência e a autonomia da Secretaria de Inspeção do Trabalho – SIT.

Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos

Neste sábado, 7: a pré-candidatura Boulos e Sonia debate TRABALHO e EMPREGO. Traga suas propostas!

Assista ao debate ‘É hora de vencer o desemprego’: → Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos É HORA DE VENCER O DESEMPREGO E ACABAR COM A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO! Neste sábado, dia 7, venha debater e construir as propostas que a candidatura de Guilherme Boulos e Sonia Guajajara defenderão para o combate

PETROBRAS: a disputa do petróleo | INTERSINDICAL

Petrobras: a disputa do petróleo

A disputa pelo controle da Petrobras e das reservas do Pré-sal nos últimos dias indica que a política energética está no centro do conflito político no país. O controle do petróleo brasileiro está em jogo, uma partida que se dá em em diferentes cenários (ou campos), no Congresso, no STF, na imprensa, na Bolsa de Valores e na sociedade em geral. Apresentamos a seguir a situação em alguns deles.

Passou a greve dos caminhoneiros. E agora? | INTERSINDICAL

Passou a greve dos caminhoneiros. E agora?

A passagem de Pedro Parente no comando da Petrobras foi curta, mas os estragos foram enormes. Nomeado pelo ilegítimo Michel Temer logo após o golpe que derrubou a ex-presidente Dilma Rousseff, Parente pediu demissão no último 1º de junho após a greve dos caminhoneiros e a pressão popular contra sua gestão. Ele foi o principal responsável por mudar a política de preços da Petrobras, que passou a vincular o valor dos combustíveis nos postos às variações diárias do barril de petróleo no mercado mundial.

Ocupação Povo Sem Medo/Pavuna eleva a temperatura no Rio de Janeiro!

Ocupação Povo Sem Medo/Pavuna eleva a temperatura no Rio de Janeiro!

Na manhã do dia 14 de junho, centenas de moradores da Ocupação Povo Sem Medo e da comunidade da Gringolândia, na Pavuna, organizados pelas Brigadas Populares e pela Associação de Moradores da FICAP, lotaram o Plenário e as galerias da Câmara Municipal do Rio de Janeiro para uma Audiência Pública da Comissão Especial de Moradia que tinha como finalidade debater a regularização das duas comunidades.

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora será entregue aos presidentes do Senado e da Câmara. As centrais sindicais INTERSINDICAL, CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, UGT e CSB farão a entrega da plataforma amanhã, dia 20, ao presidente do Senado e à presidência da Câmara.

Sinsaúde-SC lança Diário de Assédio Moral no Trabalho

Sinsaúde-SC lança Diário de Assédio Moral no Trabalho

O assédio moral consiste em comportamentos, ações, gestos, palavras ou escritos que submetem o trabalhador a práticas repetitivas e prolongadas de violência psicológica extrema, em que prevalecem relações desumanas e com comunicação hostil. Essas práticas acabam gerando danos físicos e psicológicos no(a) trabalhador(a), podendo inclusive afetar sua dignidade, autoestima e autodeterminação e levá-lo à morte.

OIT coloca Brasil em lista suja, por causa de reforma trabalhista

OIT coloca Brasil em lista suja, por causa de reforma trabalhista

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) incluiu o Brasil na lista de nações acusadas de descumprir normas internacionais de proteção dos trabalhadores. A decisão foi divulgada nesta terça-feira em Genebra, na Suíça, sede do organismo. Com isso, o Brasil entrou para um grupo de 24 países, ao lado de Haiti e Camboja. Um dos pontos questionados pela OIT é a priorização do negociado sobre o legislado, prevista na reforma trabalhista.

Eleições 2018: votar em quem defende a classe trabalhadora e a soberania nacional

Eleições 2018: votar em quem defende a classe trabalhadora e a soberania nacional

Nenhum voto em quem apoiou o golpe e os retrocessos! O desemprego e o subemprego atingem quase 30 milhões de pessoas. Para muitos, só restou o bico e o subemprego. Mesmo aqueles que estão no mercado formal já são atingidos pela introdução dos “contratos” precarizantes da reforma trabalhista, pela compressão salarial, pelos ataques às convenções coletivas, pela terceirização e pejotização desenfreadas, pelo esvaziamento da justiça do trabalho e pela tentativa de desmontar os sindicatos.

Top