fbpx

Notícias articles

plataforma emergencial para o enfrentamento da pandemia

Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira

Ação conjunta das Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, centrais sindicais, movimentos sociais, populares e estudantis, partidos políticos, tradições religiosos e entidades da sociedade civil, aconteceu hoje (31) o lançamento da Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira.

solidariedade aos metroviários

Nota de solidariedade aos metroviários

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora apoia a luta dos trabalhadores e trabalhadoras do metrô em defesa da vida. Tudo que não é essencial neste momento de pandemia deve ser paralisado, para evitar o crescimento do contágio e poupar vidas. O Metrô e o trem deveriam atender apenas as pessoas que estão no combate ao coronavírus que causa a Covid 19 e aqueles que estão em busca de ajuda médica.

Que o Congresso Nacional assuma o protagonismo: devolva a cruel MP927!

As Centrais Sindicais, reunidas virtualmente nesta segunda feira, afirmam que a Medida Provisória 927, editada pelo Governo Federal, na calada da noite de domingo, 22 de março, é cruel e escandalosa. Chega a ser surreal pensar que um presidente da República possa agir de maneira tão discriminatória e antissocial, jogando nas costas dos trabalhadores mais

mp de bolsonaro

Nota de Juízes do Trabalho contra MP de Bolsonaro que suspende contrato de trabalho durante pandemia

A ANAMATRA (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho), representativa de quase 4 mil magistrados e magistradas do Trabalho de todo o Brasil, vem a público manifestar seu veemente e absoluto repúdio à Medida Provisória nº 927/2020, que dispõe sobre “medidas trabalhistas” a serem adotadas durante o período da pandemia Covid-19 (coronavírus).

estado de calamidade

Estado de calamidade é medida inócua, desnecessária e ilegítima

Para tratar de calamidades na área de saúde, inexiste lei com o mesmo detalhamento, mas requerer ao Congresso o “reconhecimento” de estado de calamidade, ou de emergência, é medida inócua, desnecessária e ilegítima, se não para obrigar os membros do Congresso Nacional a compartilharem responsabilidades ou, o que é pior, concederem ao Chefe do Executivo poderes de que não necessita, para cumprir suas obrigações como Chefe da Nação.

mp 905

Por 14 a 1, comissão mista aprova MP 905 do “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo”

Numa reunião absolutamente atípica, a comissão mista da MP 905/19, que instituiu o “Contrato de Trabalho Verde e Amarelo” aprovou, por 14 a 1, o PLV (projeto de lei de conversão) 4/20, do relator, deputado Christino Aureo (PP-RJ). Importante destacar que foi a única comissão deliberativa que funcionou — na Câmara e no Senado — nesta terça-feira (17).

trabalho ambulante

Trabalho Ambulante: a luta pela sobrevivência e a experiência de Belo Horizonte | CONJUNTURA EM MOVIMENTO #21

O programa Conjuntura em Movimento desta semana conversou com Marcos Alexandre (o China) e André Luiz, trabalhadores ambulantes de Belo Horizonte (MG), sobre as dificuldades e perspectivas do trabalho informal de rua, dentro do contexto da necessidade para continuar sobrevivendo em um cenário de alto desemprego e cada vez menos direitos trabalhistas.

dia da mulher, edileuza fortuna, rita lima

Especial 8 de março, Dia Internacional da Mulher: desafios e lutas | CONJUNTURA EM MOVIMENTO #20

Neste Dia Internacional de Luta das Mulheres, conversamos com Edileuza Fortuna e Rita Lima, ambas da Direção Nacional da Intersindical e do coletivo Mulheres da Intersindical. O dia da mulher remete a diversas reflexões sobre a conjuntura e seus impactos nas vidas das mulheres trabalhadoras, especialmente com os ataques aos serviços públicos e as reformas atuais, como a Trabalhista e da Previdência. Além de ainda ser motivo de debates nas instituições políticas, entidades sindicais e outros espaços de luta. Apresentação Rita Lima.

derrotar bolsonaro

Ocupar as ruas em defesa dos direitos, da democracia e para derrotar Bolsonaro

O governo de Jair Bolsonaro atua para destruir os direitos da classe trabalhadora, desmontar o Estado, entregar as empresas estatais e as riquezas naturais do país, devastar as terras indígenas para entregá-las à sanha de mineradoras e agronegócio. Para tudo isso, Bolsonaro conta com apoio e votos da maioria do Congresso Nacional, do STF, da Rede Globo, Folha SP e da grande mídia. O que está em curso, portanto, é um projeto de destruição nacional para subordinar o país atender aos interesses do capital financeiro e dos Estados Unidos.

Exigimos providências

Exigimos providências para resguardar o Estado de Direito

Na noite desta terça feira de carnaval, 25 de fevereiro, a sociedade brasileira recebeu com espanto a notícia de que o Presidente da República, eleito democraticamente pelo voto em outubro de 2018, assim como governadores, deputados e senadores, disparou em seu Whatsapp convocatória para uma manifestação contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal a ser realizada em todo país no dia 15 de março próximo.

Assembleia geral: servidores prometem paralisações caso ocorra aumento da Contribuição Previdenciária de 11% para 14%

Reunidos em Assembleia Geral na última quarta-feira, 5 de fevereiro, na sede do Sindifort, os servidores municipais de Fortaleza reafirmaram a luta contra a reforma da Previdência no Município e aprovaram um calendário de mobilizações e atividades em defesa de suas aposentadorias ao longo do mês de março.

MAPA: Quem são os desmatadores brasileiros?

O portal “De olho nos Ruralistas”, conta agora com uma plataforma que permite listar ruralistas que mais desmataram nos últimos 25 anos. Por meio da organização de um banco de dados com informações relativas às multas aplicadas pelo IBAMA, agora é possível a qualquer pessoa identificar que é quem nos crimes contra o meio ambiente no Brasil.

Intersindical debate a PEC da Reforma Sindical com escritório de advocacia

O Diretor Nacional da Intersindical, Antônio Carlos Cordeiro, participou nesta semana do programa Crivelli Convida, onde debateu e esclareceu o papel das centrais sindicais na PEC da Reforma Sindical (PEC 196/19). O programa é uma iniciativa do escritório Crivelli Advogados Associados. ASSISTA:

Admissão de militares no INSS não é bem recebida por parcela dos reservistas

A ideia do Governo Federal de admitir militares inativos no serviço público tem sofrido resistências entre parte dos próprios reservistas e reformados. Principalmente entre “aposentados” de baixas patentes, a medida é vista como tentativa de compensação após o que entendem ser a “traição” do Planalto na Reforma da Previdência.

Em cinco anos, MPT recebe 5.909 denúncias sobre trabalho escravo

No Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT) sediou evento com participação de diversas instituições e entidades ligadas ao tema Procuradoria-Geral do Trabalho – 28/01/2020 Brasília – Nos últimos cinco anos, o Ministério Público do Trabalho (MPT) recebeu 5.909 denúncias sobre trabalho escravo. No mesmo período, a instituição ajuizou 516 ações civis públicas e

protesto na fiesp

03/02: Em defesa de empregos, centrais fazem PROTESTO NA FIESP

O protesto foi marcado para acontecer na frente da Fiesp por várias razões, principalmente porque o presidente da entidade patronal, Paulo Skaf, tem reforçado seu apoio ao governo de Jair Bolsonaro, exterminador de direitos trabalhistas, de empregos formais, que está arrasando com o serviço público e transformando o Brasil no paraíso dos rentistas.

Desindustrialização: um Brasil de bancos e bois

Em desindustrialização acelerada, o país caminha para a reprimarização e financeirização da sua economia. Segundo estudo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), coordenados pelos economistas Paulo Morceiro (USP) e Joaquim Guilhoto (OCDE), o Brasil registrou a terceira maior desindustrialização entre os 30 países analisados, ficando atrás apenas do Reino Unido e Austrália.

Convocação da Plenária Estadual Intersindical Central Da Classe Trabalhadora – Bahia

A Comissão Organizadora da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, Seção Bahia, convoca a Plenária Estadual, para recomposição política, que acontecerá em Salvador, no dias 15 de Fevereiro de 2020, às 14h, no auditório do Convento de São Francisco de Assis situado no Largo do Cruzeiro de São Francisco, S/N – Pelourinho, Salvador.

Criador da Anvisa explica por que temos de defender o SUS | CONJUNTURA EM MOVIMENTO #18

Neste programa conversamos com o doutor Gonzalo Vecina, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP, ex-Secretário Municipal de Saúde de São Paulo e criador da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), um dos maiores, mais completos e importantes sistemas de saúde pública do mundo, que há anos passa por processos de desgastes promovidos por diferentes governos. Apresentação Vera Marchioni.

Fórum Sindical e Popular aprova calendário unificado para 2020

Nos dias 14 e 15 de dezembro foi realizado em São Paulo o Seminário Nacional do Fórum Sindical, Popular e de Juventudes por Direitos e Liberdades Democráticas. Com o tema “Lutar unificados para avançar na reorganização e enfrentar o neoliberalismo”, o evento reuniu mais de 500 pessoas de vários estados do país e discutiram a conjuntura, o mundo do trabalho e o processo de reorganização da classe trabalhadora.

servidores do rio grande do sul

Berna Menezes fala sobre as greves dos servidores do Rio Grande do Sul | Conjuntura em Movimento #16

Nesta semana conversamos com Bernadete Menezes, da Direção Nacional da Intersindical, sobre os que está em jogo com as greves e paralisações dos servidores públicos que estão acontecendo no Rio Grande do Sul. CONJUNTURA EM MOVIMENTO Apresentação e roteiro: Manoel Elídio Rosa Direção, filmagem, iluminação e edição: Alexandre Maciel Secretário de Comunicação: Pedro Otoni

intersindical pará

Representantes dos Movimentos Sociais fundam a Intersindical no Pará

Com uma Plenária bastante representativa que contou com a participação de trabalhadoras e trabalhadores, representantes dos movimentos sociais, estudantes, desempregados e autônomos, de vários municípios do estado, foi oficialmente fundada no dia 12 de dezembro, no Hotel Ipê, em Belém (PA), a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Em defesa do serviço público

Energia e transportes baratos para um Brasil mais justo Por J. Carlos de Assis Petroleiros, eletricitários, caminhoneiros e outras categorias profissionais decidiram unir suas forças para assegurar preços mais baixos para diesel, gasolina, gás e energia elétrica no Brasil. Estamos convencidos de que isso pode ser conseguido mediante uma política de preços segundo os custos

Governo Bolsonaro incentiva a violência, diz Policial Militar | Conjuntura em Movimento #15

Nesta semana conversamos com Amauri Soares, da Direção Nacional da Intersindical e Policial Militar da Reserva, sobre a intenção do governo Bolsonaro em aprovar o excludente de ilicitude (ou ‘licença para matar livremente’), ameaças de AI5 e segurança pública em tempos de bolsonarismo.

Resolução: Em defesa de empregos, dos serviços públicos, da democracia e da soberania nacional

No primeiro ano de governo da extrema direita o Brasil ficou mais desigual, excludente, violento e autoritário, aprofundando o desmonte do Estado, dos direitos sociais e da democracia com sua agenda ultraliberal. Após decretar o fim da aposentadoria do povo com a reforma da previdência que vai tungar quase R$ 5 trilhões da renda das

alteração estatutária da cassi

Intersindical não reconhece o resultado da alteração estatutária da CASSI

A promulgação do resultado da consulta de alteração do estatuto da CASSI, apreciada pelo corpo social da entidade entre os dias 18/11/2019 à 28/11/2019, ao não observar o texto do art. 73º do estatuto social que determina “Para aprovação de reforma estatutária […], é necessário o quorum de votantes de metade do total de associados registrado no último balancete mensal publicado, mais 1 (um) associado, e, destes, que no mínimo, 2/3 (dois terços) votem favoravelmente, não computados os votos em branco.” é um claro atentado a legalidade e a democracia na condução da CASSI.

MP 905 recebe 1.930 emendas na comissão mista do Congresso

Encerrou-se, nesta quarta-feira (20), prazo para apresentação de emendas à Medida Provisória 905/19, que institui o Primeiro Emprego para jovens entre 18 e 29 anos, sem vínculo empregatício anterior. A MP aprofunda a Reforma Trabalhista e apresenta série de inconstitucionalidades. Foram apresentadas 1.930 emendas à MP*. Veja mais informações sobre a MP 905/19.

Bancários devem lutar contra a MP 905!

MP 905: Não podemos abrir mão de nenhum direito! A MP 905 diz que todo bancário deve trabalhar 8h diárias, inclusive sábados e conforme negociação individual também aos domingos e feriados. Dia 26 tem nova negociação com os banqueiros. A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região é totalmente, contrária a Medida Provisória

Verde e Amarelo

A medida provisória (MP) do “Emprego Verde e Amarelo”

O presente texto foi feito com base na apresentação do governo, sem acesso aos termos da medida provisória, porém consta que essa será mais abrangente, porque incluiria também a redução de contribuições previdenciárias, a mudança no pagamento de PLR, dos prêmios e vales refeições de períodos anteriores à Reforma Trabalhista, além de restrições à atuação dos auditores fiscais do Trabalho.

Resolução da Intersindical: Nota de adesão ao Manifesto ‘A CASSI tem Solução’

Subscrevemos o Manifesto “A CASSI tem Solução” por representar uma solução para a CASSI aderente a esses princípios. Exigimos que a proposta acima seja objeto de apreciação da CASSI nos seus órgãos de governança, pois a governança da CASSI é COMPARTILHADA entre patrocinador e associados. A governança corporativa da CASSI tem obrigação de dar seu parecer pois o funcionalismo POSSUI a sua PROPOSTA!

Top