Notícias articles

Entidades ligadas à justiça trabalhista repudiam fim de Ministério do Trabalho

Entidades ligadas à justiça trabalhista repudiam fim de Ministério do Trabalho

De acordo com as entidades, “sob o comando do Ministério do Trabalho, o Brasil modernizou e equilibrou as relações de trabalho em sua transição de uma economia eminentemente agrícola para a industrial, possibilitando o desenvolvimento econômico conjugado com estratégias de proteção física e mental dos trabalhadores.”

Plenária de lançamento da Campanha Permanente em Defesa da Previdência e Seguridade Social

Saiba mais sobre a Campanha Permanente em Defesa da Previdência e Seguridade Social → Centrais lançam campanha e anunciam mobilizações contra a Reforma da Previdência Em Defesa da Previdência e Seguridade Social, acompanhe ao vivo: Apresentação de Mário Vilanueva, trabalhador chileno, sobre o modelo previdenciário chileno (1.1 Link do DIEESE; 1.2 Link da Intersindical); Debate das

A resistência começa pelo direito à aposentadoria do povo

A farsa, o terrorismo e o ódio saíram vitoriosos das urnas. Depois de anos a fio de manipulação por parte da mídia corporativa, de utilização seletiva do aparato judicial e de uma campanha criminosa de mentiras e fake news, o poder econômico conseguiu manejar a boa fé da maioria do nosso povo e garantir, nas urnas, a legalização do golpe de 2016, a continuidade da agenda ultraliberal, instalando um governo autoritário e fascista.

Frentes indicam o caminho da resistência

Vivemos um processo eleitoral totalmente atípico. Desde o encerramento do período militar não tínhamos a prisão política de um líder, como a de Luiz Inácio Lula da Silva, injustamente condenado, e que teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Um processo em que forças que atuavam, até então, nos porões do país, emergiram a disputa presidencial provocando uma grande onda de ódio e violência contra o povo brasileiro.

Nota de apoio à Amelinha Teles e sua filha, Janaina Teles | Intersindical

Nota de apoio à Amelinha Teles e sua filha, Janaina Teles

Nós, familiares de mortos e desaparecidos políticos, defensores de direitos humanos, organizações e entidades abaixo-assinadas, nos solidarizamos com Amelinha Teles, ex-presa política e histórica defensora de direitos humanos e sua filha Janaína Teles, historiadora e defensora de direitos humanos. Ambas vêm sendo alvo de uma onda de ataques nas redes sociais.

Virada Democrática amanhã, às 17h, no Largo da Batata!

Virada Democrática amanhã, às 17h, no Largo da Batata!

Convocamos o povo brasileiro à VIRADA DEMOCRÁTICA diante da ameaça fascista representada na candidatura Bolsonaro. O desprezo de Jair Bolsonaro pela democracia não consta somente no seu passado, mas é expresso cotidianamente por sua campanha que defende abertamente um projeto autoritário e excludente, prevendo até mesmo a eliminação física dos seus opositores.

OAB, ANAMATRA, CNBB, ANPT, SINAIT, ABRAT E FENAI assinam nota contra as recentes manifestações de ódio

As entidades signatárias abaixo nominadas, representativas da sociedade civil organizada, no campo do Direito e das instituições sociais, por seus respectivos Representantes, ao largo de quaisquer cores partidárias ou correntes ideológicas, considerando os inquietantes episódios descortinados nos últimos dias, nas ruas e nas redes sociais, ao ensejo do processo eleitoral, de agressões verbais e físicas – algumas fatais – em detrimento de indivíduos, minorias e grupos sociais, a revelar crescente desprestígio dos valores humanistas e democráticos que inspiram nossa Constituição cidadã, fiadores da convivência civilizada e do exercício da cidadania, vêm a público.

Repúdio às manifestações que afrontam o Estado Democrático de Direito

Nota de repúdio às manifestações que afrontam o Estado Democrático de Direito

A democracia vem sendo frontalmente ameaçada no processo eleitoral para a Presidência da República! Não bastasse o escândalo das doações ilegais efetuadas por empresas para espalhar informações falsas (fake news), o candidato da extrema-direita e seus aliados atacam a população e as instituições que asseguram o Estado Democrático de Direito.

A política salarial nos programas dos candidatos à Presidência

O processo eleitoral pelo qual passa o Brasil de hoje assume duas marcas fundamentais. Por um lado, tornou-se uma fábrica de mentiras, pelas denominadas “fake news”, que junto com um esquema forte de comunicação digital (e ao que tudo indica, também ilegal – ver denúncia aqui) levou o candidato Jair Bolsonaro a quase ganhar as eleições no primeiro turno.

[email protected] pelo Brasil! Nas ruas no dia 20 de outubro

Em defesa da democracia e dos direitos! Há dias que ficam para a história. O próximo sábado, 20 de outubro, será um deles. Neste dia, através de uma grande mobilização nacional, o povo irá manifestar seu amor pelo Brasil, por essa pátria tão forte quanto diversa. Vamos levantar nossas vozes, em cada cidade, para rechaçar os ataques e ameaças à nossa democracia e aos nossos direitos políticos e sociais.

Resolução: Agora é Haddad!

A classe trabalhadora e o Brasil estão diante da maior ameaça aos direitos sociais e às liberdades democráticas estabelecidas na Constituição de 1988. No segundo turno das eleições presidenciais, estão em disputa dois projetos antagônicos: a democracia e os direitos contra a barbárie e a violência contra milhões de mulheres e homens.

Alerta: coação da empresa no voto do trabalhador é violação trabalhista

MPT alerta: coação da empresa no voto do trabalhador é violação trabalhista

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou, nesta segunda-feira (1°), nota pública para alertar as empresas e a sociedade de que é proibida a imposição, coação ou direcionamento nas escolhas políticas dos empregados. O objetivo é garantir o respeito e a proteção à intimidade e à liberdade do cidadão-trabalhador no processo eleitoral, no ambiente de trabalho.

Assim como Mourão, jornal O Globo e FIESP foram contra 13º salário

“Considerado desastroso para o país um 13º mês de salário”. Esta foi a manchete de capa do jornal O Globo em 26 de abril de 1962 em um dos últimos atos de desespero da família Marinho e do grande empresariado contra a gratificação de natal ao trabalhador, que seria instituída pelo presidente João Goulart três meses depois.

Trabalhadoras entregam manifesto de apoio a Guilherme Boulos - Intersindical

Trabalhadoras e trabalhadores entregam manifesto de apoio à candidatura de Guilherme Boulos

Dirigentes Sindicais e diversos Lutadores Sociais entregaram na noite desta segunda-feira (24) um manifesto de apoio ao candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos.

Vote (e lute) pela EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE! | Intersindical

Vote (e lute) pela EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE!

Apenas 32,7% das crianças de zero a três anos estão matriculadas em creches no Brasil. Isso significa que 6,8 milhões (62,3%) de crianças estão fora da educação infantil. Parte desse número é resultado de escolhas das mães e pais. No entanto, cerca de um terço não frequenta creche por falta de vaga ou por estarem em localidades distantes. Aumentando a faixa etária, de 4 a 5 anos, temos 8,3% de crianças fora da escola.

DIAP: Atuação parlamentar pro mercado motiva doação de empresários

Relator da Reforma Trabalhista aprovada na Câmara, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN) tem recebido altas quantias em doações de empresários por sua atuação pela aprovação do projeto que mudou a CLT — considerado benéfico para as empresas. Marinho já arrecadou R$ 822 mil até agora, 75% doados por pessoas físicas, o que o coloca em 2º no ranking de deputados que mais receberam doações até agora.

Vote contra a DESTRUIÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO!

A PEC do Fim do Mundo (atual Emenda Constitucional nº 95) foi aprovada no final de 2016, logo após o golpe que colocou Michel Temer no poder. O mundo ainda não acabou, mas, nesse ritmo, as políticas públicas no Brasil estão próximas do fim. O terrível incêndio do Museu Nacional é o retrato mais simbólico dessa terra arrasada.

STF CONTRA OS TRABALHADORES: Terceirização é aprovada!

STF CONTRA OS TRABALHADORES: Terceirização geral e irrestrita agora tem aval da “Justiça”!

Por 7 votos a 4 o STF julga constitucional a terceirização geral e irrestrita. O julgamento de uma ADPF e um Recurso Extraordinário, ambos provocados por uma entidade patronal e uma empresa pela apequenada corte golpista brasileira terminou hoje com uma tragédia para a classe trabalhadora, o povo brasileiro e o futuro do nosso pais.

MPT mantém proibição de demissões no Hospital de Caridade

MPT mantém proibição de demissões no Hospital de Caridade, em Santa Catarina, até nova audiência

Não houve acordo entre Sindicato e direção do Hospital de Caridade na última audiência conciliatória realizada no Ministério Público do Trabalho, com mediação do procurador Sandro Eduardo Sardá, que emitiu recomendação de que o Hospital mantenha suspensas as demissões até audiência final marcada para o dia 22 de setembro, às 14h.

Pela liberdade e o direito de Lula ser candidato

A classe trabalhadora e Brasil sofrem as consequências do golpe financiado pelo grande capital e sua agenda de drástica redução do valor da força de trabalho, de desmonte do Estado e de entrega das riquezas do país às corporações internacionais. Mais de 27 milhões de desempregados ou vivendo de bicos, precarização do serviço público, aumento da concentração de renda, empobrecimento acelerado de amplas parcelas do nosso povo, crescimento da ultra direita reacionária e autoritária.

Top