Intersindical articles

Campanha e mobilizações contra a Reforma da Previdência

Centrais lançam campanha e anunciam mobilizações contra a Reforma da Previdência

Centrais lançam campanha e anunciam mobilizações contra a Reforma da Previdência

Representantes de nove centrais sindicais se reuniram na manhã de hoje (12) para divulgar as próximas ações contra a Reforma da Previdência, de Temer e Bolsonaro.

Trabalhadoras entregam manifesto de apoio a Guilherme Boulos - Intersindical

Trabalhadoras e trabalhadores entregam manifesto de apoio à candidatura de Guilherme Boulos

Dirigentes Sindicais e diversos Lutadores Sociais entregaram na noite desta segunda-feira (24) um manifesto de apoio ao candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos.

Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular unidas no Dia do Basta, 10 de agosto

Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular se unem no Dia do Basta, 10 de agosto

Trabalhadores das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo se reuniram nesta quinta-feira, 02, para debater e formalizar a unidade nas manifestações do Dia do Basta, que ocorrerão no próximo dia 10 de agosto.

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão! | INTERSINDICAL

10 DE AGOSTO: Basta de juros altos! Chega de extorsão!

A Maioria do povo brasileiro sofre os efeitos perversos da atuação dos bancos e do capital financeiro na economia. Um exemplo é a taxa de juros praticada no país, que funciona como um Robin Hood ao contrário, pois tira dos pobres e da classe média para engordar as fortunas de banqueiros, grandes empresários e rentistas.

10 DE AGOSTO É DIA DO BASTA! Em defesa do emprego, da aposentadoria e dos direitos!

10 DE AGOSTO É DIA DO BASTA! Em defesa do emprego, da aposentadoria e dos direitos!

Acabou à pouco a reunião das Centrais Sindicais que contou com a participação de diversos sindicatos) que definiram o dia 10 de agosto como Dia do Basta. Será um dia nacional de luta em que ocorrerá em nível nacional contando com a participação de trabalhadores da Intersindical e das demais centrais, diversos sindicatos e movimentos sociais.

Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos

Neste sábado, 7: a pré-candidatura Boulos e Sonia debate TRABALHO e EMPREGO. Traga suas propostas!

Assista ao debate ‘É hora de vencer o desemprego’: → Debate sobre TRABALHO e EMPREGO na pré-campanha de Guilherme Boulos É HORA DE VENCER O DESEMPREGO E ACABAR COM A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO! Neste sábado, dia 7, venha debater e construir as propostas que a candidatura de Guilherme Boulos e Sonia Guajajara defenderão para o combate

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Centrais apresentam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora ao Senado e Câmara

Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora será entregue aos presidentes do Senado e da Câmara. As centrais sindicais INTERSINDICAL, CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, UGT e CSB farão a entrega da plataforma amanhã, dia 20, ao presidente do Senado e à presidência da Câmara.

Eleições 2018: votar em quem defende a classe trabalhadora e a soberania nacional

Eleições 2018: votar em quem defende a classe trabalhadora e a soberania nacional

Nenhum voto em quem apoiou o golpe e os retrocessos! O desemprego e o subemprego atingem quase 30 milhões de pessoas. Para muitos, só restou o bico e o subemprego. Mesmo aqueles que estão no mercado formal já são atingidos pela introdução dos “contratos” precarizantes da reforma trabalhista, pela compressão salarial, pelos ataques às convenções coletivas, pela terceirização e pejotização desenfreadas, pelo esvaziamento da justiça do trabalho e pela tentativa de desmontar os sindicatos.

Centrais sindicais realizam lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Centrais sindicais realizam lançamento da Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Juntas, as centrais sindicais lançaram nesta quarta-feira (6) o documento “Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora” que traz 22 propostas urgentes para fazer o Brasil retomar sua economia e desenvolvimento social. Faça aqui o download da Agenda Prioritária!

Centrais sindicais lançam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

Centrais sindicais lançam Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora

A agenda propõe de imediato medidas de combate ao desemprego e ao subemprego crescentes que já atingem 28 milhões de trabalhadores, como a criação de frentes de trabalho, com atenção especial para os jovens; a retomada das obras de infraestrutura e a implementação de políticas de amparo aos desempregados, com aumento das parcelas do seguro desemprego, vale transporte para o desempregado, vale gás, subsídio de energia elétrica, entre outras.

Conferência Nacional dos Bancários defenderá direitos, empregos e os bancos públicos

Conferência Nacional dos Bancários defenderá direitos, empregos e os bancos públicos

Nos dias 08, 09 e 10 de junho a categoria bancária, dos bancos públicos e privados, realizará a Conferência Nacional dos Bancários em São Paulo. A atividade tem como objetivo debater e definir estratégia de luta para garantir os direitos, o emprego, a defesa da Convenção Coletiva de Trabalho – CCT e dos bancos públicos e privados.

Greve dos Petroleiros: refinarias são alvo de ação de militares

Greve dos Petroleiros: refinarias são alvo de ação de militares

Intervenção militar na greve dos petroleiros! Em uma ação de violação do direito de greve dos trabalhadores, militares do exército ocuparam, com ajuda de Policiais Militares, a Refinaria Henrique Lage (REVAP) localizada em São José dos Campos, Vale do Paraíba (SP) nesta manhã de quarta-feira (30).

Petroleiros na Baixada Santista

Greve dos Petroleiros: na Baixada Santista, Intersindical e Povo Sem Medo reforçam paralisação contra o aumento dos combustíveis e do gás

A Intersindical Baixada Santista, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, a Frente Povo Sem Medo, militantes do PSOL estão posicionados desde às 6h, no escritório central do Valongo, em Santos SP, participando da greve dos petroleiros da Baixada Santista.

Nota de apoio da Intersindical à greve dos Petroleiros

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora vem manisfestar seu apoio a greve de advertência de 72 horas anunciada pelos petroleiros a partir das meia noite de quarta-feira (30/05). A central compreende que é o momento de produzir a unidade da classe trabalhadora em defesa da Petrobras, isso passa por unificar as lutas entre os trabalhadores da produção, do transporte e os consumidores de combustíveis.

Educação privada paralisa contra retirada de seus direitos

Educação privada paralisa contra retirada de seus direitos pelos donos das escolas

Diante da intransigência do donos das escolas privadas, os professores realizaram hoje um dia de greve, paralisando fortemente dezenas de escolas, em uma massiva assembleia que terminou agora, às 16h, em frente à sede do sindicato da categoria, o Sinpro-SP, centenas de professoras e professores decidiram realizar na próxima semana uma nova paralisação para decidir a manutenção da convenção coletiva.

Intersindical no Seminário em Defesa das Empresas Públicas

Intersindical participa do Ato e Seminário em Defesa das Empresas Públicas

Ocorreu no dia 08 de maio (terça), o Seminário e o Ato em Defesas das Empresas Públicas no Congresso Nacional (Brasília/DF) convocado pelo Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas. A atividade faz parte do esforço conjunto de movimentos sociais e sindicais na luta contra a privatização das estatais e da defesa da soberania nacional.

8 de maio: comitê realiza atividades em defesa das empresas e serviços públicos no Brasil

8 de maio: comitê realiza atividades em defesa das empresas e serviços públicos no Brasil

As entidades que defendem os serviços e as empresas públicas do Brasil, gravemente atingidos pelo governo golpista de Michel Temer e seus aliados, devem somar esforços para participação no evento que acontece na próxima terça-feira (8), no Congresso Nacional, em Brasília. Nesta data, a partir das 9h no auditório Nereu Ramos, vai ser realizado seminário para destacar a importância do que é público para a sociedade e do quanto as ameaças privatistas e tentativas de desmonte interferem negativamente na vida da população e dos trabalhadores destas empresas.

Nota da Intersindical em solidariedade às famílias desabrigadas pelo desabamento do prédio ocupado em São Paulo

Nota da Intersindical em solidariedade às famílias desabrigadas pelo desabamento do prédio ocupado em São Paulo

A Intersindical lamenta profundamente o incêndio e desabamento do prédio em São Paulo que abrigava os moradores da Ocupação Paissandú. É mais um triste Dia dos Trabalhadores com esta tragédia que representa o descaso do poder público com relação a quem não tem onde morar. QUEM OCUPA, NÃO TEM CULPA!

1° de Maio: A unidade da resistência em defesa da democracia

Mais uma vez a classe trabalhadora reafirmou nas ruas sua posição em defesa da democracia Neste 1° de maio ocorreu nas principais cidades brasileiras atos convocados pelas centrais sindicais em uma demonstração de unidade e compromisso com a democracia política e social em nosso país. Os atos tiveram como principal pauta a resistência ao golpe

1º de Maio: Ato Unitário em Curitiba e manifestações por todo o país

1º de Maio: Ato Unitário em Curitiba e manifestações por todo o país

Nas diversas capitais do país, trabalhadoras e trabalhadores farão manifestações em defesa dos direitos e da democracia. No Dia Internacional do Trabalhador, nossa luta no Brasil é para restabelecer os direitos surrupiados pelas deformas do golpe e pelo restabelecimento da democracia e das garantias constitucionais que estão rasgadas pelo judiciário, mídia, executivo e pela maioria do Congresso Nacional.

Ao Governo de Pernambuco: NÃO à perseguição política a Áureo Cisneiros

Nota da INTERSINDICAL ao Governo do Estado de Pernambuco em repúdio ao processo de perseguição política a Áureo Cisneiros

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora vem manifestar seu mais profundo repúdio ao processo de perseguição política levado a cabo pelo Governo do Estado de Pernambuco contra uma das mais importantes lideranças do movimento sindical do estado, o companheiro Áureo Cisneros, Presidente do Sinpol/PE.

Centrais definem eixos para o 1º de Maio unificado em Curitiba

Centrais definem eixos para o 1º de Maio unificado em Curitiba

Sete centrais sindicais decidiram ontem os eixos principais do inédito Ato Unificado de 1º de Maio, que acontecerá em Curitiba. A defesa dos direitos trabalhistas, previdenciários e sociais, a exigência de emprego para todas/os, a defesa da democracia e da liberdade para Lula entre outros pontos, conformam os eixos da unidade fundamental neste momento grave para o povo brasileiro.

1º de Maio em defesa dos direitos e da democracia | INTERSINDICAL

1º de Maio de luta será em defesa dos direitos e da democracia

Nas diversas capitais do país, trabalhadoras e trabalhadores sairão às ruas neste 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, para exigir o restabelecimento dos direitos e da democracia. O esclarecimento do assassinato de Marielle e a liberdade do ex-presidente Lula estarão no centro das exigências da classe trabalhadora. O Ato Nacional Unitário do 1º de Maio em Curitiba e manifestações por todo o país.

Primeiro de maio de 2018: Com internacionalismo e solidariedade!

No Brasil, a Intersindical participará de manifestações unitárias nos Estados e do 1° de Maio Nacional em Curitiba. Em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, da soberania nacional, da democracia e por Lula livre. A Federação Sindical Mundial (FSM), em nome de seus mais de 92 milhões de filiados em todo o mundo, saúda este dia a todos os trabalhadores que vivem, trabalham e lutam em todos os cantos do mundo. O Primeiro de Maio foi, é e será um guia para as lutas de ontem e de amanhã. O primeiro de maio deve ser uma mensagem de resistência contra a burguesia, os imperialistas e as políticas de suas alianças internacionais.

Resolução: Em Defesa da Democracia: LULA LIVRE! | INTERSINDICAL

Resolução: Em Defesa da Democracia: LULA LIVRE!

A prisão do presidente Lula é um acinte à democracia, à Constituição Federal, e indigna milhões de trabalhadoras e trabalhadores. Baseado em um julgamento repleto de vícios e inconstitucionalidades para intervir nas eleições de 2018, Lula foi condenado a ficar mudo e encarcerado para não poder falar com o povo. A toga age como chefe de partido do capital financeiro e da direita para impor e manter um golpe que visa permitir ao rentismo se apropriar ainda mais da riqueza produzida pelo trabalho, da renda pública e dos bens naturais.

Sampaprev: Dória derrotado. A previdência não irá para os bancos!

Sampaprev: Dória é derrotado. Está suspensa entrega da previdência para os bancos!

O governo Dória não conseguiu reunir os 28 votos dos vereadores e o Sampaprev (PL 621) foi retirado da pauta na tarde de ontem, dia 27. Pressionados pela greve histórica e pela presença de mais de 100 mil pessoas em frente à Câmara Municipal, os vereadores da base governista recuaram no intento de estabelecer já o Sampaprev.

Intersindical participa do Fórum Social Mundial 2018 | INTERSINDICAL

Intersindical participa do Fórum Social Mundial 2018

Salvador (BA) foi território do Fórum Social Mundial -2018, entre os dias 13 e 17 de março, 17 anos após sua primeira edição em Porto Alegre. Foram milhares de militantes sociais e ativistas de várias partes do mundo que se reuniram na capital baiana com a perspectiva de levar adiante a “semente transformadora” do FSM.

O Martírio de Marielle Franco | INTERSINDICAL

O Martírio de Marielle

A execução na última quarta-feira (14) da vereadora do PSOL no Rio de Janeiro, Marielle Franco deu início a uma comoção nacional sem precedentes na história recente do país. Não por acaso seu martírio – consequência do seu compromisso com a luta e a dignidade das mulheres negras e do povo das periferias cariocas – despertou milhares de pessoas em uma onda de manifestações que tomou o Brasil no dia 15.

Todo apoio ao Sintraturb e demais sindicatos catarinenses

Todo apoio ao Sintraturb, Centrais e demais sindicatos catarinenses

Protesto não é crime! Nota de solidariedade da Intersindical ao Sintraurb de demais sindicatos catarinenses. A INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora denuncia a lastimável proposta do Vereador Bruno Souza, membro do grupo de extrema-direita MBL, que colocará em votação na Câmara Municipal de Florianópolis/SC, hoje (21/02) às 15h30, uma moção de repúdio ao Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Urbano da Grande Florianópolis) e demais entidades sindicais que organizaram o vitorioso Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência, na última segunda-feira (19/fev).

Pressão popular enterra deforma da previdência

O Dia Nacional de Luta em defesa da aposentadoria neste 19/02 foi decisivo para inviabilizar a votação da reforma da previdência neste ano. O dia de luta foi marcado por greves, paralisações e grandes mobilizações em todo o país. Em São Paulo, além das paralisações, mais de 20 mil pessoas lotaram a Avenida Paulista pra protestar contra a tentativa de Temer entregar a previdência pública para os bancos.

Bancários realizam pedágio contra a Reforma da Previdência

Bancários realizam pedágio contra a Reforma da Previdência

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e a Intersindical Central da Classe Trabalhadora realizou pedágio nesta segunda-feira (Dia Nacional de Paralisações e Manifestações), dia 19/2, a partir das 11h, em frente à Estação da Cidadania, na Av. Ana Costa (340), em Santos/SP, com faixas e entrega de carta aberta à população denunciando o desmonte da Previdência com a Reforma que o governo tenta aprovar no Congresso Nacional.

Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência

Trabalhadores paralisam atividades neste Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência Social

O dia 19 de fevereiro acordou com uma forte mobilização em torno da luta contra a Reforma da Previdência, proposta pelo governo Temer. As centrais sindicais e movimentos sociais realizaram nas primeiras horas da manhã manifestações nos aeroportos em todo o Brasil, com abordagem aos deputados e assessores que se dirigiam à Brasília, mostrando a indignação do povo em frente à proposta.

Nota da Intersindical-RJ em repúdio à intervenção militar no Rio de Janeiro

Nota da Intersindical-RJ em repúdio à intervenção militar no Rio de Janeiro

A crise da segurança pública no RJ é demonstração clara de que a política de guerra as drogas fracassou, gerando como consequência perversa o genocídio da juventude negra nas favelas. O emprego das Forças Armadas para tratar a segurança pública já aconteceu no contexto dos megaeventos no Rio de Janeiro sem haver sequer melhora no quadro de violência.

Baixe o jornal e saiba como Temer quer o fim da APOSENTADORIA

19 FEV – DIA DE LUTA: greves, paralisações e manifestações em todo país! CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O JORNAL DA INTERSINDICAL OU LEIA ONLINE. Pressão total sobre os deputados. Do voto do deputado na reforma, dependerá o voto  do povo trabalhador nas eleições. Se votar, não volta!

Nota das Mulheres da Intersindical sobre a construção 8 de março

Nota das Mulheres da Intersindical Central da Classe Trabalhadora sobre a construção do 8 de Março

Vivemos num momento em que a mulher trabalhadora sofre a cada dia as consequências do processo de precarização da vida, aprofundado com a reforma trabalhista, a terceirização, a EC 95 (Emenda Constitucional). A reforma da previdência ameaça aprofundar ainda mais esse quadro.

Nota: O projeto de Austeridade do MDB ataca o povo

Nota: O projeto de Austeridade do MDB ataca o Povo e o patrimônio gaúchos

A Direção Nacional INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora, reunida em 27 e 28 de janeiro, em São Paulo, manifesta apoio aos Servidores Públicos Estaduais do Rio Grande do Sul e repúdio ao Regime de Recuperação Fiscal e Privatizações que o Governo Sartori pretende aprovar em convocação extraordinária da Assembleia Legislativa, nos dias 29 a 31 de janeiro.

Trabalhadores vão às ruas em defesa da democracia, pelo direito de Lula ser candidato e contra a agenda do grande capital

Trabalhadores vão às ruas em defesa da democracia, pelo direito de Lula ser candidato e contra a agenda do grande capital

Milhares de trabalhadores foram às ruas nesta quarta-feira (24) em defesa da democracia e de Lula ser candidato. Em São Paulo, a INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora, juntamente com a Frente Povo Sem Medo e diversos movimentos populares de trabalhadores e trabalhadoras lotaram a Praça da República em defesa da democracia e contra as reformas trabalhista e da Previdência!

Ato em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato

Nota da Frente Povo Sem Medo em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato!

Juntamente com a Frente Povo Sem Medo e Brasil Popular, a Intersindical estará nas ruas pra dizer: a seletividade do judiciário na tentativa de cassação dos direitos políticos do ex-presidente é a continuidade do golpe pra manter a agenda de desmontes dos direitos sociais no Brasil.

Trabalhadores do Santander paralisam contra a Reforma Trabalhista

Trabalhadores do Santander paralisam nacionalmente contra a implantação da Reforma Trabalhista

As agências do Banco Santander Brasil amanheceram paralisadas nacionalmente nesta quarta-feira (20). Há poucos dias do Natal, Sérgio Rial demitiu 200 trabalhadores do banco como presente de Natal.

Apesar do jogo sujo, Temer tem dificuldade de aprovar fim da aposentadoria

Apesar do jogo sujo, Temer tem dificuldade de aprovar fim da aposentadoria

Aposentadoria, direito que une o povo! Todos estão percebendo as dificuldades que Temer, Maia e a maioria do Congresso Nacional estão encontrando pra votar a deforma da previdência. Isso é resultado da mobilização do movimento sindical, popular e da esquerda, além de outros setores comprometidos com a dignidade do nosso povo.

Índio, da Intersindical, reforça a importância de aumentar a pressão e mobilização em defesa da aposentadoria

Índio, da Intersindical, reforça a importância de aumentar a pressão e mobilização em defesa da aposentadoria

Nesta manhã, Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical, reforçou a importância de aumentar a pressão e mobilização em defesa da aposentadoria. É hora de fazer pressão total em cima dos Deputados! E preparar as paralisações e mobilizações da próxima semana.

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

PEC 181: Todas contra 18! Mulheres vão as ruas contra projeto que proíbe aborto em qualquer situação

Na tarde desta terça-feira milhares de mulheres pelo Brasil foram às ruas contra a PEC 181. Um projeto de Emenda Constitucional, que tramita na Câmara dos Deputados, conduzida por 18 Deputados, todos homens, que, na prática, proíbe o aborto em todos os casos. Até mesmo em caso de estupro.

Revista Essas Mulheres 2017 - nº 2 | INTERSINDICAL

Coletivo de mulheres da Intersindical lança mais uma edição da Revista Essas Mulheres

Lançar o segundo volume da revista Essas Mulheres em novembro de 2017, marca um movimento importante em nossa luta. A revista evidencia nosso combate aos retrocessos impostos por um governo ilegítimo, representado pela figura de Michel Temer, mas também, nos coloca num campo do movimento de mulheres que se reivindica negro, indígena, classista, que busca a transformação radical da sociedade e o fim das classes sociais, do racismo e do patriarcado.

GREVE NACIONAL 5/12: Contra reforma da Previdência Social!

Centrais Sindicais convocam GREVE NACIONAL dia 5/12 contra reforma da Previdência Social e em defesa dos direitos

As Centrais Sindicais convocam todas as entidades sindicais e movimentos sociais a realizarem ampla mobilização nas bases – assembleias, atos, debates e outras atividades – como processo de organização de uma Greve Nacional, no dia 5 de dezembro, contra as propostas de reforma da Previdência Social, que acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

Votação da Reforma da Previdência é GREVE GERAL

Trabalhadores decidem: GREVE GERAL no dia da votação da reforma da Previdência Social

Com a Praça da Sé lotada, milhares de trabalhadores das mais diversas categorias, votaram por unanimidade: se o Congresso Nacional marcar votação da reforma da previdência o Brasil vai parar!

Top