fbpx

Intersindical articles

Nota de repúdio – A expulsão da diplomacia venezuelana é um crime contra a nossa constituição e nossa história

É dever de todas organizações democráticas repudiar a ação criminosa do governo Brasileiro e defender de forma contundente a soberania dos povos. A solução para a crise venezuelana será obra de seu próprio povo, não aceitamos nenhum tipo de intervenção. 

Nota da Intersindical sobre o 1º de Maio

Mesmo NÃO TENDO CONCORDÂNCIA com a presença destes personagens em nosso ato, decidimos por construí-lo, porque nosso compromisso é exclusivamente com a classe, e ela estará participando, mesmo que virtualmente, no 1° de Maio. Não poderíamos deixar de colocar nossa posição perante os trabalhadores e trabalhadoras neste momento. A Intersindical apresenta à classe trabalhadora neste 1° de Maio sua posição e compromisso de luta, expressos nos seguintes pontos:

plataforma emergencial para o enfrentamento da pandemia

Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira

Ação conjunta das Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, centrais sindicais, movimentos sociais, populares e estudantis, partidos políticos, tradições religiosos e entidades da sociedade civil, aconteceu hoje (31) o lançamento da Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da Pandemia do Coronavírus e da Crise Brasileira.

solidariedade aos metroviários

Nota de solidariedade aos metroviários

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora apoia a luta dos trabalhadores e trabalhadoras do metrô em defesa da vida. Tudo que não é essencial neste momento de pandemia deve ser paralisado, para evitar o crescimento do contágio e poupar vidas. O Metrô e o trem deveriam atender apenas as pessoas que estão no combate ao coronavírus que causa a Covid 19 e aqueles que estão em busca de ajuda médica.

Que o Congresso Nacional assuma o protagonismo: devolva a cruel MP927!

As Centrais Sindicais, reunidas virtualmente nesta segunda feira, afirmam que a Medida Provisória 927, editada pelo Governo Federal, na calada da noite de domingo, 22 de março, é cruel e escandalosa. Chega a ser surreal pensar que um presidente da República possa agir de maneira tão discriminatória e antissocial, jogando nas costas dos trabalhadores mais

derrotar bolsonaro

Ocupar as ruas em defesa dos direitos, da democracia e para derrotar Bolsonaro

O governo de Jair Bolsonaro atua para destruir os direitos da classe trabalhadora, desmontar o Estado, entregar as empresas estatais e as riquezas naturais do país, devastar as terras indígenas para entregá-las à sanha de mineradoras e agronegócio. Para tudo isso, Bolsonaro conta com apoio e votos da maioria do Congresso Nacional, do STF, da Rede Globo, Folha SP e da grande mídia. O que está em curso, portanto, é um projeto de destruição nacional para subordinar o país atender aos interesses do capital financeiro e dos Estados Unidos.

Intersindical debate a PEC da Reforma Sindical com escritório de advocacia

O Diretor Nacional da Intersindical, Antônio Carlos Cordeiro, participou nesta semana do programa Crivelli Convida, onde debateu e esclareceu o papel das centrais sindicais na PEC da Reforma Sindical (PEC 196/19). O programa é uma iniciativa do escritório Crivelli Advogados Associados. ASSISTA:

protesto na fiesp

03/02: Em defesa de empregos, centrais fazem PROTESTO NA FIESP

O protesto foi marcado para acontecer na frente da Fiesp por várias razões, principalmente porque o presidente da entidade patronal, Paulo Skaf, tem reforçado seu apoio ao governo de Jair Bolsonaro, exterminador de direitos trabalhistas, de empregos formais, que está arrasando com o serviço público e transformando o Brasil no paraíso dos rentistas.

Fórum Sindical e Popular aprova calendário unificado para 2020

Nos dias 14 e 15 de dezembro foi realizado em São Paulo o Seminário Nacional do Fórum Sindical, Popular e de Juventudes por Direitos e Liberdades Democráticas. Com o tema “Lutar unificados para avançar na reorganização e enfrentar o neoliberalismo”, o evento reuniu mais de 500 pessoas de vários estados do país e discutiram a conjuntura, o mundo do trabalho e o processo de reorganização da classe trabalhadora.

intersindical pará

Representantes dos Movimentos Sociais fundam a Intersindical no Pará

Com uma Plenária bastante representativa que contou com a participação de trabalhadoras e trabalhadores, representantes dos movimentos sociais, estudantes, desempregados e autônomos, de vários municípios do estado, foi oficialmente fundada no dia 12 de dezembro, no Hotel Ipê, em Belém (PA), a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Governo Bolsonaro incentiva a violência, diz Policial Militar | Conjuntura em Movimento #15

Nesta semana conversamos com Amauri Soares, da Direção Nacional da Intersindical e Policial Militar da Reserva, sobre a intenção do governo Bolsonaro em aprovar o excludente de ilicitude (ou ‘licença para matar livremente’), ameaças de AI5 e segurança pública em tempos de bolsonarismo.

Resolução: Em defesa de empregos, dos serviços públicos, da democracia e da soberania nacional

No primeiro ano de governo da extrema direita o Brasil ficou mais desigual, excludente, violento e autoritário, aprofundando o desmonte do Estado, dos direitos sociais e da democracia com sua agenda ultraliberal. Após decretar o fim da aposentadoria do povo com a reforma da previdência que vai tungar quase R$ 5 trilhões da renda das

alteração estatutária da cassi

Intersindical não reconhece o resultado da alteração estatutária da CASSI

A promulgação do resultado da consulta de alteração do estatuto da CASSI, apreciada pelo corpo social da entidade entre os dias 18/11/2019 à 28/11/2019, ao não observar o texto do art. 73º do estatuto social que determina “Para aprovação de reforma estatutária […], é necessário o quorum de votantes de metade do total de associados registrado no último balancete mensal publicado, mais 1 (um) associado, e, destes, que no mínimo, 2/3 (dois terços) votem favoravelmente, não computados os votos em branco.” é um claro atentado a legalidade e a democracia na condução da CASSI.

Resolução da Intersindical: Nota de adesão ao Manifesto ‘A CASSI tem Solução’

Subscrevemos o Manifesto “A CASSI tem Solução” por representar uma solução para a CASSI aderente a esses princípios. Exigimos que a proposta acima seja objeto de apreciação da CASSI nos seus órgãos de governança, pois a governança da CASSI é COMPARTILHADA entre patrocinador e associados. A governança corporativa da CASSI tem obrigação de dar seu parecer pois o funcionalismo POSSUI a sua PROPOSTA!

AI-5 nunca mais: Centrais repudiam declarações de Eduardo Bolsonaro

O movimento sindical brasileiro repudia as declarações ameaçadoras do líder do governo Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), em que advoga um novo AI-5 para reprimir as forças do campo democrático, popular e as lutas sociais. A fala covarde e irresponsável do filho do Presidente da República é mais uma “cortina de fumaça” utilizada pra tentar abafar as relações nada republicanas da família Bolsonaro com as milícias.

Intersindical recebe delegação sindical chinesa

A Intersindical recebeu nesta quarta-feira (23) uma delegação de sindicalistas chineses da província de Hubei, localizada no centro do país, com forte peso na produção industrial metalúrgica, automotiva e de produtos de alta tecnologia. O encontro teve como objetivo trocar experiências sobre a situação da classe trabalhadora e dos sindicatos nos dois países.

reintegração de psicóloga, hellen cristina de oliveira alves

Trabalhadores exigem reintegração de psicóloga servidora pública do IFPI

A INTERSINDICAL CENTRAL DA CLASSE TRABALHADORA vem a público externar seu repúdio às ações arbitrárias e isoladas praticadas pela direção do Campus do IFPI de São Raimundo Nonato que, numa manipulação grosseira das normas internas e da legislação vigente, estão transformando processos administrativos disciplinares (PAD) em instrumentos de perseguição política de servidores e servidoras. Exemplo berrante dessa postura culminou com a demissão delituosa da servidora e dirigente sindical Hellen Cristina de Oliveira Alves.

defesa do meio ambiente

Greve Global Pelo Clima na defesa do meio ambiente, dos direitos e do emprego

Em diversas partes do mundo movimentos pró-clima, indígenas, movimentos sindicais e sociais, famílias e muitos jovens foram às ruas no último dia 20 em defesa do meio ambiente e contra o superaquecimento global. O assunto ganhou repercussão internacional após as queimadas da região amazônica serem veiculadas em todo o mundo.

DE BRAÇOS CRUZADOS: Balanço parcial da Greve Geral

DE BRAÇOS CRUZADOS: Balanço da Greve Geral

Metroviários, professores, químicos, bancários, petroleiros, metalúrgicos, servidores públicos, entre outros, aderem a greve geral. No fim do texto, acompanhe o que já rolou pelo país! O Brasil amanheceu de greve, nesta sexta-feira. De norte a sul do país, a classe trabalhadora enfrenta o desemprego e as ameaças de intimidação e realiza expressiva paralisação nacional em

Foi gigante o 30 de março - É hora de intensificar as mobilizações

Foi gigante o 30 de março

As ruas do Brasil foram ontem, dia 30,  novamente tomadas por milhares e milhares de pessoas contra os cortes de Bolsonaro na educação e na ciência. Nas mais diversas cidades do país, o que se viu foi muita disposição da juventude, grande maioria das manifestações, para fazer o governo recuar dos cortes e mudar a política adotada pelo MEC nos últimos meses.

Moção de repudio à codenação do prof. Aldo Santos

Moção de repudio à condenação do professor Aldo Santos e a criminalização dos movimentos sociais

A Intersindical vem a público para manifestar o seu repúdio diante da Injusta condenação do Professor Aldo Santos, ex-vereador por 16 anos em São Bernardo do Campo, presidente da APROFFIB, diretor da APROFFESP, militante sindical da APEOESP e do PSOL – reconhecido defensor dos direitos democráticos e das organizações sociais.

Dia 30 vai ser maior: pela educação e previdência públicas!

Dia 30 vai ser maior: pela educação e previdência públicas!

No próximo dia 30 de maio a juventude e os diversos setores da classe trabalhadora tomam, novamente, as ruas do Brasil para demonstrar sua disposição de defender a educação pública, sem cortes e sem censura, e de se somar na luta da classe trabalhadora em defesa da previdência pública e solidária.

15M: Multidões saíram pela educação e previdência | Intersindical

15M: Multidões saíram pela educação e previdência

O Brasil foi chacoalhado por milhões de pessoas nesta quarta-feira, Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Aposentadoria e da Educação Pública. Foi histórico. Teve a capacidade de unificar a classe trabalhadora, em particular o pessoal da educação e a juventude em defesa de dois direitos fundamentais: a educação pública e a previdência social.

greve da educação

Centrais e movimentos acertam encaminhamentos para Dia Nacional de Luta, em 15/05, e Greve Geral em 14/06

Em mais uma reunião unitária as centrais sindicais se encontraram com frentes de luta e movimentos sociais para debater as próximas mobilizações que incluem a paralisação da educação na próxima semana (15) e a preparação para a greve geral em 14 de junho.

DIEESE lança indicador que mede a condição de trabalho no Brasil

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE lançou nesta quinta-feira (25) o Índice da Condição do Trabalho – ICT. Este indicador foi desenvolvido pela equipe técnica da instituição e tem como objetivo acompanhar e analisar as condições do mercado de trabalho brasileiro, tendo como base a realidade laboral.

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

Por todo o país, milhares aderem à luta em defesa da Previdência

A resistência contra a “deforma da Previdência”, do governo Bolsonaro, começou a encorpar desde a última sexta-feira (22), com as mobilizações nacionais em defesa da aposentadoria. Foi um dia inteiro de atividades, com paralisações, panfletagens e atos de rua, marcando o primeiro protesto nacional contra a PEC, que foi apresentada em 20 de fevereiro.

Resolução de Balanço da Intersindical

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora é resultado de um longo processo, principalmente a partir de 2006 na batalha para reorganizar a nossa classe com base no classismo, com coerência e independência política frente a patrões, partidos e governos. Em 2014, realizamos o congresso nacional de fundação e em 2016, o primeiro Congresso da Central.

Resolução de Conjuntura Internacional

As crises simultâneas do capitalismo O período atual é marcado pela existência de crises simultâneas e interdependentes. Na dimensão econômica, uma crise estrutural, que teve um ápice em 2008 mas que persiste sem solução possível na esfera do capitalismo. Na dimensão geopolítica, é visível a formação de uma multipolaridade das relações internacionais e a crise

Dieese reforma da previdência

DIEESE e centrais iniciam Jornada Nacional de Debates sobre a PEC de Bolsonaro que quer acabar com aposentadoria

Às vésperas das manifestações em defesa da aposentadoria, que acontecem nesta sexta-feira (22), dirigentes sindicais se reuniram para lançar a 15ª Jornada Nacional de Debates do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), que se debruça sobre a Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019, a reforma previdenciária de Bolsonaro.

reforma da previdência pec 06-2019

15ª Jornada Nacional de Debates sobre a Reforma da Previdência Social, para debater a PEC 06/2019

Reforma da Previdência Social – PEC 6 15ª Jornada Nacional de Debates promovida pelo DIEESE e Centrais Sindicais sobre a Reforma da Previdência Social, para debater a PEC 6, que tenta acabar com o direito à aposentadoria e entregar a previdência social para os banqueiros. Vera Marchioni (Executiva Estadual da Intersindical) e Índio na mesa se lançamento da Jornada

Moção de solidariedade à Reitora Maria Valéria Corrêa, da UFAL

Moção de solidariedade à Reitora Maria Valéria Corrêa, da UFAL

Os delegados e delegadas do 2º Congresso Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora se solidarizam com a companheira Maria Valéria. Recebemos com surpresa a notícia do pedido de prisão da companheira, pleiteado pela Associação de Docentes da UFAL (ADUFAL) e pelo Sindicatos dos trabalhadores da UFAL (SINTUFAL), contra a reitora Maria Valéria e membros da sua gestão.

Declaração do Seminário Internacional e Plano de Ação FSM

Declaração do Seminário Internacional da Intersindical e Plano de Ação da FSM

Nos dias 13 e 14 de março de 2019 em São Paulo- Brasil, realizamos o Seminário Internacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora e Federação Sindical Mundial – FSM, com representações de delegações de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Nicarágua, Panamá, Peru, Uruguai, Venezuela, e do Escritório na América Latina e Caribe da FSM.

Governo faz propaganda para promover a divisão entre os trabalhadores públicos e privados

O juiz do Trabalho, Hugo Melo, demonstrou aos participantes do 2º Congresso Nacional da Intersindical a catástrofe que a Reforma da Previdência significará ao povo brasileiro e as estratégias que o governo tem usado para acabar com a aposentadoria pública.

Christian Zambrano: privatização da previdência chilena só foi possível devido à ditadura assassina de Pinochet

Christian Zambrano: privatização da previdência chilena só foi possível devido à ditadura assassina de Pinochet

Coordenador da FSM Chile, o dirigente sindical Christian Zambrano falou sobre o sistema previdenciário de seu país à plenária do 2º Congresso da Intersindical – Central da Trabalhadora, neste sábado. Segundo ele, não é possível analisar o processo de privatização das aposentadorias sem destacar o golpe militar e o governo do ditador Augusto Pinochet, que “matou e fez desaparecer homens e mulheres e aniquilar o movimento sindical”.

Clemente Ganz: reinventar o movimento sindical para o novo mundo do trabalho

Clemente Ganz: reinventar o movimento sindical para o novo mundo do trabalho

O diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Clemente Ganz Lúcio, provocou o 2º Congresso da Intersindical com reflexões sobre os impactos da atual reestruturação produtiva do capitalismo (quarta revolução industrial) na atividade sindical.

Top