Campanha “Se é público é para todos” é lançada no Congresso Nacional

Campanha “Se é público é para todos” é lançada no Congresso Nacional

CDH - Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa - se é público é para todos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

A Campanha “Se é público é para todos”, foi lançada na manhã desta terça-feira (18), no Congresso Nacional, em audiência pública realizada na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, presidida pelo senador Paulo Paim (PT-SP).

Na ocasião foi discutida a criação de uma frente parlamentar mista em defesa das empresas públicas. Para isso são necessárias 200 assinaturas de deputados e senadores, o que só será possível se houver articulação política de movimentos sociais e centrais sindicais, pressionando suas bases para forçar os parlamentares a participar.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

O lançamento da campanha também reforça a mobilização contra a PEC 241, cujo 2º turno de votação está previsto para ocorrer nos dias 24 ou 25 de outubro.

Regionalmente, já está ocorrendo o lançamento da campanha. A próxima data será em Campinas, no dia 27 de outubro.

Em 18 de agosto foi a vez  de Maceió (AL), que encerrou a semana de atividades do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas no Nordeste. Em quatro dias, a campanha foi lançada nos estados da Bahia, Pernambuco, Ceará e Alagoas.

Luta

O Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas foi criado em consequência da luta contra o Projeto de Lei do Senado 555, que viria a se tornar a lei de Responsabilidade das Estatais (Lei 13.303, sancionada em 30 de junho de 2016). A mobilização reuniu representantes dos movimentos sindical, associativo e social, e obteve avanços no conteúdo da lei.

Além disso, novas ações contra privatizações e desmonte de serviços públicos vieram se somar à atuação do comitê, do qual participam a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, CUT, UGT, CTB, Nova Central e Conlutas, com o apoio da Fenae, Contraf e FUP, representando centenas de categorias de trabalhadores.

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado 

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários