Bancários de Santos sediam debate sobre Feminismo Negro

Bancários de Santos sediam debate sobre Feminismo Negro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

“Escrevo para registrar o que os outros apagaram quando falo, para reescrever as histórias mal escritas sobre mim, sobre você” (Glória Anzaldúa)

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região sediou o debate “Contribuição do Feminismo Negro para a luta das mulheres”, na noite desta quinta-feira, 23. O encontro começou com a exibição do filme “Mulheres Negras: Projetos de Mundo”, da diretora Day Rodrigues. Em seguida houve roda de conversa com a diretora do documentário, a rapper e professora de História Preta Rara, a assistente social Tami Tá Guina e a cientista social Dida Dias.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

O filme, rodado em Santos, traz depoimentos de várias mulheres (incluindo Dida e Preta Rara) sobre os diversos preconceitos vivenciados cotidianamente por serem negras e mulheres. Ele também mostra formas de resistência e a importância do protagonismo delas nas ações.

Uma das citações do documentário afirma “Escrevo para registrar o que os outros apagaram quando falo, para reescrever as histórias mal escritas sobre mim, sobre você” (Glória Anzaldúa). Durante a roda de conversa, foi ressaltada a necessidade diária de ressignificação da identidade negra; identidade que é frequentemente abafada, sofre tentativas de ‘embranquecimento’ ou é reduzida a hiperssexualisação de corpos tratados como mercadoria.

As debatedoras foram unânimes de que a luta para conquista do direito básico de ‘ser como se é’ só terá resultados se for coletiva e com trocas de saberes. “É preciso repensar o racismo, o machismo, a lesbofobia, a transfobia etc. A repercussão do filme diz muito sobre a demanda que a gente tem sobre outras narrativas, sobre outros projetos de mundo”, afirma Day Rodrigues.

Veja o trailer do filme “Mulheres Negras: Projetos de Mundo”:

Fonte: Sindicato dos Bancários de Santos e Região

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

2 de outubro FORA BOLSONARO
2 de outubro FORA BOLSONARO
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
Nilza Pereira: Unidade é a chave para derrotar Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
100 mil na Paulista pelo Fora Bolsonaro
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários