fbpx

Ato de solidariedade contra a perseguição política aos trabalhadores da Carris

Para manter firme a mobilização em apoio aos demitidos pela Companhia Carris Porto-alegrense no último dia 6 julho e convocar toda a categoria de trabalhadores rodoviários e entidades representativas de outras categorias, será realizado no próximo dia 15 de setembro, às 18h30, o lançamento da Campanha Nacional em Solidariedade aos Demitidos Políticos da Carris, no Simpa (Rua João Alfredo, 61- Cidade Baixa – Porto Alegre-RS).

“Não vamos nos calar frente aos ataques da direção da Carris e dos governos”, afirma Wenceslau de Barcelos Machado, que é um dos demitidos e compõe a Direção Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Na segunda-feira, dia 3 de julho, a greve geral dos servidores públicos no Rio Grande do Sul paralisou as polícias. Os funcionários que trancaram os portões da empresa e não quiseram sair com os ônibus por questões de segurança foram demitidos e outras dezenas foram advertidos a não mais reivindicarem melhores condições de trabalho.

Repúdio e mobilização

“A mobilização está forte, 12 vereadores já assinaram um manifesto em apoio aos trabalhadores demitidos”, relata Wenceslau Machado. Reuniões com o Ministério Público do Trabalho e o prefeito em exercício Sebastião Melo os Rodoviários, já foram realizadas.

“Todo o apoio recebido tem sido fundamental, queremos convocar o Sindicato dos Rodoviários, a Use Carris, a Comissão de Funcionários da Carris e os cipeiros a lutarem conosco, não tenham medo, juntos somos fortes”, afirma Machado.

A Campanha Nacional em Solidariedade aos Demitidos Políticos da Carris conta tem o apoio de três centrais sindicais – a Intersindical Central da Classe Trabalhadora, a Conlutas e a CUT.

ACHOU ESSA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?Inscreva-se para receber nossas atualizações em seu e-mail

*

Top