Anjuli Tostes: Dia 5/12 é GREVE NACIONAL!

Anjuli Tostes: Dia 5/12 é GREVE NACIONAL!

Anjuli Tostes Dia 5-12 GREVE GERAL INTERSINDICAL

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Anjuli Tostes: DIA 5/12 É GREVE!

A Auditora Federal da CGU e militante da Intersindical Central da Classe Trabalhadora​ e das Brigadas Populares​, Anjuli Tostes, mandou o recado após a reunião das minorias, na Câmara dos Deputados​, que ocorreu na tarde desta terça-feira (28):

“Estão querendo colocar essa conta nas costas dos trabalhadores. Não vamos aceitar, não vai ter sossego. Deputadas e Deputados que querem aprovara a Reforma da Previdência, se preparem, DIA 5/12 TEM GREVE NACIONAL!”

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.


Previdência Social, saiba mais:

 Reforma da Previdência Social: Leia o relatório final da CPI


Anjuli ressaltou que R$ 343 bilhões já foram perdoados no Programa de Recuperação Fiscal (Refis).

Além deste valor, ainda há mais R$ 1 trilhão que está previsto para ser perdoado às petroleiras.

O Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) também tem previsto mais R$ 16 bilhões que os produtores rurais deixarão de pagar de verbas previdenciárias.

“Nós não vamos dar sossego! Essa Reforma da Previdência Social é inaceitável, é um insulto ao povo brasileiro”, disse Anjuli.

Vídeo da entrevista com a Auditora da CGU, Anjuli Tostes

Jornal esclarece a Reforma da Previdência Social

Nesta terça-feira, também, a Intersindical lançou um jornal esclarecendo diversos pontos de como o governo golpista de Michel Temer que acabar com nosso direito a aposentadoria. Para ler o jornal, clique aqui.

Não tem DÉFICIT. É MANIPULAÇÃO!

O governo golpista de Temer e a grande mídia MENTEM! A Previdência Social não tem déficit ou rombo nas contas.

Recente CPI presidida pelo Senador Paim sepultou a mentira dos que querem entregar a previdência para os bancos.

O governo esconde que a Constituição de 1988 definiu diversas fontes de recursos para a seguridade social, como da Cofins, da Contribuição sobre o Lucro Líquido, do PIS e da loteria federal. O governo precisa é cobrar os grandes empresários e deixar de desviar os recursos da seguridade social.

Servidores públicos são mais afetados

O teto do INSS passa a valer também para os servidores públicos. Este ataque soma-se a inúmeros outros ataques do governo, como corte dos reajustes, fim da estabilidade no emprego, terceirização irrestrita, fim dos concursos públicos.

Enquanto isso, os verdadeiros privilegiados – que recebem acima do teto constitucional, os rentistas, especuladores, banqueiros – , continuarão mamando nas tetas do governo golpista. 

Compartilhe as informações

Para que todos saibam se unam à luta contra a aprovação da Reforma da Previdência Social é preciso que compartilhemos as informações em nossas redes.

Além de ser muito simples, é um modo eficaz de fazer com que todas e todos saibam o que está acontecendo.

É hora de ampliar e mobilização contra a Reforma da Previdência!

Aposentadoria fica e DIA 5/12 É GREVE!


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Siga-nos no INSTAGRAM
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários