Abaixo-assinado: Taxar fortunas para salvar vidas

Abaixo-assinado: Taxar fortunas para salvar vidas

taxar fortunas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já somos 150 mil. Nos ajude a chegar hoje em 200 mil assinaturas.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR

Encaminhe a mensagem abaixo nos seus grupos. Estimule o debate e a adesão entre seus amigos, colegas e familiares.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Compartilhe o link do abaixo assinado nas suas redes sociais e chama teus seguidores a assinarem também. Use a #taxarfortunas junto com o link https://change.org/taxarfortunas

Nesse link tem vários cards legais que você pode usar: https://rebrand.ly/nuvemtaxarfortunas

Temos que aumentar a pressão para levar as propostas de tributação dos mais ricos para a pauta da Câmara e no Senado. Quem tem mais paga mais!

Taxar fortunas para salvar vidas

O Brasil está entre os 10 países mais desiguais do mundo. A pandemia do coronavírus aprofundou as crises política, econômica e social que já estávamos atravessando. A gravidade do momento exige todos os esforços para salvar as vidas em risco, seja pelo adoecimento ou pela pobreza.

A resolução desse problema não pode vir do bolso dos mais pobres. Quem deve pagar a conta são os acumuladores de riqueza, os banqueiros, os especuladores do mercado financeiro, os milionários.

De cada mil contribuintes, apenas 8 contam com uma renda mensal de mais de 80 salários mínimos. Essa elite responde sozinha por um terço de toda a riqueza declarada em bens e ativos financeiros, sendo que metade dessas pessoas chega a ganhar, em média, 4 milhões de reais por mês.

É hora de aumentar os impostos de quem pode mais e proteger quem pode menos, como as pessoas sem renda, trabalhadores informais e a classe média. Uma taxação desse tipo permitiria aumentar o investimento no Sistema Único de Saúde (SUS) e o financiamento de ações de proteção social, de modo a garantir uma vida digna a toda a população impactada pelas medidas de contenção do coronavirus.

Por isso, propomos:

– Taxação de lucros e dividendos das pessoas físicas detentoras de cotas e ações de empresas;
– Instituição de alíquota sobre os lucros remetidos ao exterior;
– Imposto sobre grandes fortunas previsto na Constituição Federal;
– Aumento do Imposto Territorial Rural (ITR), incidente sobre propriedades com mais de 1000 hectares;
– Empréstimo compulsório das empresas com patrimônio superior a 1 bilhão de reais;
– Tributação de aplicações financeiras hoje isentas de imposto.

Assine o baixo-assinado para taxação de grandes fortunas:

CUT – Central Única dos Trabalhadores
FS – Força Sindical
CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
NCST – Nova Central Sindical dos Trabalhadores
UGT – União Geral dos Trabalhadores
CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil
CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros
Intersindical – Central da Classe Trabalhadora
CSP – CONLUTAS
Intersindical Instrumento de Luta
Publica Central do Servidor

São Paulo, 11 de abril de 2020.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Nilza, pela Intersindical, neste #24JForaBolsonaro na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Edson Índio, Secretário Geral da Intersindical, neste #24JForaBolsonaro, na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Camila, das Brigadas Populares, no #24JForaBolsonaro na Paulista
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários