1º de maio: Intersindical não apoia o governo, mas é contra o golpe

1º de maio: Intersindical não apoia o governo, mas é contra o golpe

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

O 1° de maio de 2016 não poderia ter outro mote, diante do golpe de Estado imposto ao Brasil pelo grande capital e a direita. Em todas as regiões do país, a Intersindical se pautou pela defesa da democracia e dos direitos sociais ameaçados. Na capital paulista, a Central esteve presente nas duas manifestações combativas, como no Vale do Anhangabaú, que reuniu mais de 100 mil pessoas e ainda no início da manhã, na Praça de Sé. No Vale Anhangabaú, o ato unitário foi convocado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular.

Fala de Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, no ato de 1º de maio unitário convocado pelas Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Leia mais: 1° de maio contra o golpe, em defesa da democracia e dos direitos sociais

[metaslider id=2453]

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 da REFORMA ADMINISTRATIVA é adiada, vitória dos trabalhadores
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
PEC 32 e o Desmonte do Serviço Público
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Intersindical contra a PEC 32 em Brasília
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários