Toda solidariedade ao MST e às famílias dos militantes sem-terra assassinados na Paraíba

mst assassinado na paraíba

Toda solidariedade ao MST e às famílias de Orlando e Rodrigo, militantes sem-terra assassinados na Paraíba

A Intersindical Central da Classe Trabalhadora envia seu abraço de solidariedade a todos/as militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e às famílias e amigos de José Bernardo da Silva, o Orlando, e Rodrigo Celestino, militantes cruelmente assassinados por capangas armados que invadiram o acampamento Dom José Maria Pires, em Alhandra, Paraíba.

O acampamento fica em área da Fazenda Igarapu, da Usina Santa Tereza. O mesmo grupo empresarial foi condenado pela morte, em 1998, do trabalhador rural Luis Carlos da Silva.

Queremos nos somar às vozes que exigem justiça e reparação. Quem matou e quem mandou matar Orlando e Rodrigo?

A execução dos companheiros do MST é muito grave e precisa ser denunciada por todos os setores populares e democráticos do país. Nesta conjuntura de incertezas, ataques e ameaças ao povo organizado, nossa solidariedade de classe deve ser prioridade. 

A falta de terra para o povo do campo jamais se resolverá com violência. Reforma agrária é solução e a luta é o único caminho.

Lutar não é crime! Toda solidariedade ao MST!

Texto: Matheus Lobo

CLIQUE E ACOMPANHE A INTERSINDICAL NAS REDES

Postagens Relacionadas

*

Top