Justiça determina a suspensão de propaganda de Temer em favor da reforma da Previdência

Achou esta informação importante? Compartilhe em suas redes sociais:

Saiba mais:
Pressione deputados da Comissão da Reforma da Previdência: acesse a lista!
→ Baixe o Jornal da Reforma da Previdência
 Vídeo (3 min.): Wagner Moura e Povo Sem Medo explicam a reforma da Previdência
→ Vídeo (2 min.): Desmascarando a Farsa do Rombo da Previdência
→  Mais de 1 milhão foram às ruas no 15 de março contra o desmonte da Previdência e dos direitos trabalhistas


A Justiça Federal do Rio Grande do Sul determinou a imediata suspensão, em todo o território nacional, de todos os anúncios do governo federal  sobre a tal “reforma” da previdência em rádios, televisão, publicações impressas e internet, sob pena de multa diária de R$ 100 mil. Na prática, o anúncio chamado de “Minuto da Previdência” toca o terror nos brasileiros e tenta convencê-los de que a única saída para o futuro do País é o fim da Seguridade Social.

De acordo com a decisão da juíza federal Marciane Bonzanini, a União não poderia utilizar recursos públicos para promover o projeto de reforma, pois as propagandas não possuiriam caráter educativo, informativo ou de orientação social, como exige a Constituição. A União terá 72 horas para se manifestar.

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Postagens Relacionadas

Achou esta informação importante? Compartilhe em suas redes sociais:

*

Top