Sindical articles

Caixa Econômica se prepara para aplicar jornada flexível

Caixa Econômica se prepara para aplicar jornada flexível. Medida fere Acordo Coletivo e CLT

Caixa Econômica se prepara para aplicar jornada flexível. Medida fere Acordo Coletivo e CLT

O Sindicato dos Bancários do Espírito Santo recebeu denúncia de que o banco está fazendo adequações no Sipon e alterando de rígida para flexível o tipo de jornada dos empregados. A intenção é flexibilizar a jornada para todos os bancários, em adequação às mudanças na legislação trabalhista impostas pelo governo. Medidas adotadas pela Caixa Econômica

Nota da Intersindical em apoio aos professores de Duque de Caxias (RJ)

Nota da Intersindical em apoio às educadoras e educadores de Duque de Caxias (RJ)

A Intersindical presta todo o apoio aos profissionais de educação da cidade de Duque de Caxias -RJ, que na última quinta-feira (03/08), ocuparam a plenária a Câmara de Vereadores da cidade contra a aprovação de dois Projetos de Lei enviados com regime de urgência pelo Prefeito Washington Reis (PMDB-RJ).

Sinpol/PE é recebido por Arcebispo

Sinpol/PE é recebido por Arcebispo pra debater situação do Estado

A Diretoria do Sinpol, representada por seu Presidente, Áureo Cisneiros, o Vice-presidente, Rafael Cavalcanti e o Diretor financeiro, Tiago Batista, esteve em audiência com o Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, na manhã de hoje (2), tratando sobre a violência que tem assolado Pernambuco e as perseguições que os sindicalistas vêm sofrendo em razão das denúncias acerca da falta de condições de trabalho.

Quase metade dos servidores do Rio ainda estão com salários atrasados

Quase metade dos servidores do Rio ainda estão com salários atrasados

Com mais de dois meses de atraso, os servidores da Secretaria de Estado de Cultura, entre eles, os funcionários do Theatro Municipal do Rio, receberam integralmente os salários de maio. Os valores foram depositados na última sexta-feira (21). Os servidores ainda estão sem receber os vencimentos de junho e o 13º salário de 2016.

Bradesco, Caixa e Banrisul anunciam PDV (Programa de Demissão Voluntária)

Bradesco, Caixa e Banrisul anunciam Programa de Demissão Voluntária

PDV: Novos contratados recebem 60% do salário de  quem saiu. Imediatamente depois da sanção do projeto de “reforma” trabalhista, agora Lei 13.467, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Banrisul anunciaram programas de demissão voluntárias. No caso do Bradesco, o Programa de Demissão Voluntária (PDV) foi anunciado na quinta-feira (13), mesmo dia da sanção da lei.

Júlia Mezzomo de Souza | Como a Reforma da Previdência pode afetar os servidores públicos ativos

O substitutivo ao texto original da Proposta de Emenda à Constituição 287, de 5/12/2016, de relatoria do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) e aprovado em 3/5/2017 na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, alterou substancialmente as regras inicialmente previstas para a reforma previdenciária.

Químicos realizam atos e paralisações em empresas na 2ª Greve Geral

Trabalhadores químicos da região de Campinas e Osasco, bases do Sindicato Químicos Unificados, aderiram à Greve Geral neste dia 30/06 com atos nas portas de fábricas e participação em manifestações de rua.

Santander condenado a reintegrar Bancária com depressão

A Justiça do Trabalho determinou a reintegração ao emprego de uma funcionária do Banco Santander (Brasil) S.A., que teria sido demitida no período em que encontrava-se em aviso prévio e beneficiada com o auxílio-doença previdenciário. O recurso Ordinário foi originário da 4ª Vara do Trabalho de João Pessoa.

Povo Sem Medo e Brasil Popular realizam aula pública “Resistência e Reorganização da Esquerda em Tempos de Golpe”

As Frentes Povo Sem Medo, Brasil Popular e o SIMPA realizam a Aula Pública “Resistência e Reorganização da Esquerda em Tempos de Golpe”, com Guilherme Boulos, coordenador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto). No sábado, dia 13/5, às 14h, no Largo Zumbi dos Palmares. Também estarão presentes representantes das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais.

Amanco usa PM e GCM para assediar trabalhadores em greve

A porta da Amanco/Mexichem, em Sumaré, amanheceu várias viaturas da Polícia Militar e Guarda Civíl Municipal, acionadas pela empresa para tenta intimidar os/as trabalhadores/as que desde o dia 2/5 mantém uma greve em defesa da pauta de reivindicações que foi entregue à empresa na semana passada pelo sindicato Químicos Unificados.

Greve dos educadores do Pará está mantida! Justiça não declara ilegalidade e marca audiência de conciliação.

Após mais um ano de negociações sem efeito com o governo do estado do Pará para que o piso salarial dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual de ensino seja cumprido, eles decidiram em assembleia no último dia 26 de abril iniciar um período de greve por tempo indeterminado a partir de 3 de maio. O governo do Estado, no entanto, entrou com ação na Justiça pedindo a ilegalidade da greve, mas não obteve e a greve está mantida!

Em Santos (SP), houve paralisação e repressão da PM contra trabalhadores que se manifestavam contra o fim da CLT

Em Santos (SP) trabalhadores iniciaram a greve geral na madrugada fechando as duas pistas da Estrada do Sabuó, contra o fim da CLT e da aposentadoria. No entanto a Polícia Militar, controlada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), reprimiu a manifestação que lutava pelos seus direitos.

Químicos Unificados: é greve geral

O Sindicato Químicos Unificados convoca todos/as trabalhadores/as a parar nesta sexta-feira, 28/04 em defesa dos direitos trabalhistas que estão sendo destruídos pelo governo Temer e Congresso Nacional. Neste dia, não sai de casa para trabalhar. É hora de cruzar os braços e integrar as grandes mobilizações que ocorrerão em vários pontos das cidades brasileiras.

Municipais de Fortaleza também param dia 28

Os servidores municipais de Fortaleza, organizados pelo Sindifort (filiado à Intersindical) se somarão fortemente à greve geral de amanhã. A paralisação deve atingir diversas unidades e setores, como agentes de trânsito, de saúde, de combate a endemias, servidores da UrbFor e do IPM. A categoria fará concentração às 8h em frente ao Paço Municipal.

Bancários da Baixada Santista aprovam Greve Geral dia 28 de abril

Em assembleia, categoria decidiu deflagrar greve contra aprovação da Terceirização irrestrita, o desmonte da Previdência e a “reforma” trabalhista Reunidos em assembleia na noite desta segunda-feira, 17, bancários e bancárias da Baixada Santista aprovaram a deflagração de Greve Geral no próximo dia 28 de abril. A categoria se junta a diversos setores para parar o

Servidores municipais de Belém aderem à Greve Geral do dia 28 de abril

Saiba mais: → Câmara dos Deputados dá tiro de morte nos direitos trabalhistas → Nota Pública do Ministério Público do Trabalho contra a Reforma Trabalhista e apoiando a Greve Geral → Juízes e advogados em defesa da Justiça do Trabalho No dia 28/04, não vou trabalhar, vou à rua protestar! As mídias tradicionais – televisão, rádios e

Ato no centro de Campinas denunciará deputados da região

Dirigentes sindicais, militantes de movimentos populares e das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizarão no dia 19 de abril, às 17h em frente à Catedral Metropolitana de Campinas, um ato de protesto contra os deputados Carlos Sampaio (PSDB), Luiz Lauro Filho (PSB), Roberto Alves (PRB), Vanderlei Macris (PSDB) – todos da Região Metropolitana

Dia de luta movimenta trabalhadores contra retirada de direitos

Trabalhadores capixabas paralisaram a entrada da Petrobrás, em Vitória, e retardaram por uma hora a abertura das agências bancárias localizadas na Reta da Penha durante a manhã desta sexta-feira, 31. A ação foi em protesto contra a terceirização e as reformas trabalhista e da Previdência e fez parte de um calendário nacional de mobilização em preparação para uma greve geral, a ser realizada no próximo 28 de abril.

Entidades sindicais realizaram protestos contra a reforma da previdência em Pernambuco

O Protesto contra a reforma da previdência que aconteceu ontem, simultaneamente em Petrolina, Caruaru, Arcoverde, Garanhuns, Araripina, Salgueiro e no Recife, foi idealizado pelo Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, mas teve sua organização ampliada e compartilhada com mais de vinte categorias e quatro centrais sindicais. Batizado como ATO UNIFICADO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA,

Trabalhadores químicos atrasam jornada na Medley (Campinas) contra a terceirização e desmonte da aposentadoria

Os Químicos Unificados de Campinas, Osasco e Região já iniciaram o dia com atraso de jornada na fábrica da Medley, em Campinas, para dialogar com os trabalhadores sobre o desmonte da aposentadoria, o projeto de terceirização aprovado pela Câmara e a reforma trabalhista.

Bancários fecham agências de Santos nesta sexta, 31, contra fim de direitos

Os bancários da Baixada Santista paralisam nesta sexta-feira, 31/3, diversas agências bancárias em Santos contra a terceirização irrestrita e o desmonte da Previdência Social planejado pelo ilegítimo governo Temer. A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilizações, rumo à greve geral.

Bancários de Santos sediam debate sobre Feminismo Negro

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região sediou o debate “Contribuição do Feminismo Negro para a luta das mulheres”, na noite desta quinta-feira, 23. O encontro começou com a exibição do filme “Mulheres Negras: Projetos de Mundo”, da diretora Day Rodrigues. Em seguida houve roda de conversa com a diretora do documentário, a rapper e professora de História Preta Rara, a assistente social Tami Tá Guina e a cientista social Dida Dias.

Bancos brasileiros fecharam 2.535 postos de trabalho no 1º bimestre

No primeiro bimestre de 2017, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), os bancos brasileiros fecharam 2.535 postos de trabalho no Brasil. Esse saldo representa um crescimento de 223,75% em relação ao mesmo período de 2016, quando o saldo foi negativo em 783 postos de trabalho bancário.

Luiz Araújo | ALERTA: Sobre a decisão de retirar os funcionários públicos estaduais e municipais da “Reforma” da Previdência

Depois de enviar a mais radical das reformas previdenciárias no pós-ditadura militar, o ilegítimo Temer não esperava tão forte pressão social. Diante das dificuldades e tentando diminuir a pressão contrária ao texto da PEC 287, ontem foi anunciada a exclusão dos servidores públicos estaduais e municipais da reforma previdenciária.

Temer tenta dividir movimento contra a reforma da Previdência ao excluir os servidores estaduais

Com a desculpa esfarrapada de proteger o pacto federativo e a autonomia dos estados e municípios, o presidente Michel Temer resolveu retirar da proposta de “reforma” da Previdência os servidores estaduais e municipais com regimes próprios. Sendo assim, prefeituras e os governos estaduais ficarão responsáveis pelas mudanças nos seus sistemas previdenciários. A estratégia é clara: esvaziar as mobilizações contra o desmonte da Previdência e da Seguridade Social.

Neste sábado (18) tem Seminário sobre o “Desmonte da Previdência” no Sindicato dos Bancários de Santos

No mês de luta, conscientização e mobilização contra o “Desmonte da Previdência” e a extinção dos direitos trabalhistas. A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, parte integrante da Frente Sindical Classista da Baixada Santista, organizou Seminário sobre o ”Desmonte da Previdência”, neste sábado, 18/3, às 14 horas, na Av. Washington Luiz, 140, Encruzilhada, Santos/SP. A entrada é gratuita.

Bancários acampam na orla de Santos contra o Desmonte da Previdência

Como parte do calendário de luta da Frente Sindical Classista da Baixada Santista contra o Desmonte da Previdência e a “Reforma Trabalhista” pretendida pelo governo ilegítimo de Temer, a Intersindical Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, em conjunto com integrantes de vários sindicatos e associações de trabalhadores, montaram acampamento, dia 15/3, de frente à praia, no Gonzaga (posto 4), em Santos/SP, onde moram vários políticos da região, para pedir que os deputados federais da Baixada Santista Beto Mansur, João Paulo Tavares Papa e Marcelo Squassoni não aprovem o Desmonte da Previdência que acaba com a aposentadoria dos trabalhadores.

Municipários(as) de Porto Alegre (RS) na greve contra a reforma da previdência

Na manhã de hoje (15/3), a categoria municipária marcou presença na Greve Geral nacional contra a Reforma da Previdência Social e parou na Saúde, Educação, FASC, SMAM, entre outras secretarias de Porto Alegre. Houve mobilizações regionais na Zona Norte (Strip Center), na Zona Leste (Lomba do Pinheiro e Av. Protásio Alves com Av. Bogotá), Região Central ( Av. João Pessoa com a Av. Ipiranga), Zona Sul (Restinga e Av. Cavalhada com Av. Otto Niemeyer) e piquetes no HPV, HPS, PABJ e PACS.

Fortaleza (CE), servidores vão às ruas contra o desmonte da aposentadoria e por pautas específicas

Antes do ato, os servidores municipais que estão em campanha salarial, realizaram assembleia geral na sede do Sindifort, que aprovou calendário de mobilizações com ato na Câmara de Vereadores no dia 22 de março a partir das 8h. Dentre as principais reivindicações dos servidores estão o reajuste salarial de 13,60% sem parcelamento, mais recursos da Prefeitura Municipal de Fortaleza para o IPM para um melhor funcionamento do sistema de saúde, realização de concurso público e fim da terceirização na Prefeitura de Fortaleza e etc.

Ruas de Independência (CE) são ocupadas por trabalhadores e estudantes na greve nacional da educação e contra a Reforma da Previdência

Trabalhadoras e trabalhadores da educação, estudantes, a Intersindical e outras entidades sindicais também ocuparam as ruas de Independência (Ceará) neste dia de atos pela greve nacional da educação e contra a Reforma da Previdência e retirada de direitos trabalhistas!

Assembleia da educação municipal de Cotia (SP) delibera entrar em greve a partir do dia 22 de março

No ato contra a Reforma da Previdência e assembleia da educação municipal de Cotia (SP) que aconteceu neste dia 15, em que estão acontecendo diversas paralisações e greves por todo o Brasil, educadoras e educadores decidiram entrar em greve a partir do dia 22 de março com ampla maioria da aprovação dos presentes!

Em Cotia (SP), trabalhadores paralisam a Rodovia Raposo Tavares neste dia nacional de paralisações em greves

Em Cotia (SP), uma grande marcha composta pela Intersindical, Químicos Unificados, Terra Livre – Campo e Cidade, entre outros movimentos, parou a cidade nesta manhã!

Em São Paulo, mulheres ocupam a Superintendência do INSS contra a Reforma da Previdência

Em São Paulo, as mulheres da Intersindical e de diversas outras entidades sindicais e de movimentos sociais que compõem as Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, ocuparam a Superintendência INSS em SP, contra a Reforma da Previdência (PEC 287) e as retiradas de direitos trabalhistas em curso pelo governo Michel Temer!

EMS Hortolândia, em SP, parada desde 5h30 contra o desmonte da aposentadoria e a retirada de direitos

Saiba mais: → Pressione deputados da Comissão da Reforma da Previdência: acesse a lista! → Baixe o Jornal da Reforma da Previdência → Vídeo (3 min.): Wagner Moura e Povo Sem Medo explicam a reforma da Previdência → Vídeo (2 min.): Desmascarando a Farsa do Rombo da Previdência A EMS Hortolândia, em SP, está parada desde 5h30, contra a

Justiça do trabalho condena Bradesco a pagar indenização de R$ 800 milhões

A Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul condenou o Bradesco a pagar uma indenização de R$ 800 milhões ao Fundo de Amparo ao Trabalhador por dispensa discriminatória e sonegação de valores a empregados. De acordo com o Ministério Público do Trabalho, autor da ação civil pública que originou a condenação, a empresa demitiu dois irmãos que trabalhavam em diferentes agências do banco, no mesmo dia, em represália pelo pai deles, um ex-gerente do banco, ter entrado com uma reclamação trabalhista contra o Bradesco.

Por atraso salarial, trabalhadores/as da Maternidade Carlos Correa paralisam atividades

Por atraso salarial, os trabalhadores as trabalhadoras da Maternidade Carlos Corrêa e Asilo Irmãos Joaquim paralisaram as atividades nas manhãs destes dias 8 e 9. Também há seis meses, o salário é parcelado em duas vezes (no dia 5 e 10 de cada mês) e o valor retroativo do reajuste salarial de 2015/2016 nunca foi pago!

Simpa e Atempa convocam para mobilização e plenária da educação nesta quinta-feira (23)

A Rede Municipal de Ensino foi pega de surpresa com as mudanças anunciadas pelo Secretário Municipal de Educação, Adriano de Britto, em reunião com as direções de escola, terça-feira (21/2). O governo revoga o Decreto 14.521 de 1º de abril de 2004, desrespeitando a organização dos tempos da escola já construídos pelos educadores para o início do ano letivo

Servidores municipais de Fortaleza são recebidos por comissão de vereadores

Coordenados pelo Sindifort, Intersindical e movimentos populares da Frente Povo Sem Medo, após ato de protesto, trabalhadores foram recebidos por uma comissão de vereadores. No primeiro dia de funcionamento do Legislativo Municipal em 2017, servidores municipais de Fortaleza de diversas categorias e integrantes de movimentos populares, como o MTST e MBI, tiveram seu acesso às

Trabalhadores da White Martins em luta por 100% do reajuste

O Unificados segue com assembleias com atraso de jornada em protesto contra as empresas que não aplicaram o reajuste integral em 1º de novembro – data base do setor químico. Hoje, 15/02, a luta foi nas fábricas da White Martins em Campinas e em Paulínia, simultaneamente. As unidades pararam das 4h às 8h30 contra a intransigência do patrão.

Servidores estaduais do Rio de Janeiro se unem em manifestação

MUSPE – Nota oficial: mantida a manifestação de amanhã (14) no Rio de Janeiro

O MUSPE (Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais) vem a público se manifestar sobre o adiamento da sessão de amanhã, que colocaria em pauta a privatização da CEDAE. Embora a votação tenha sido suspensa, a manifestação marcada para amanhã, às 10h, na ALERJ, está mantida. E o ato é para toda a população do Estado do Rio de Janeiro. As esposas de diversos policiais militares já confirmaram presença.

HSBC é condenado a indenizar bancário por exigir trabalho durante greve

A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve condenação imposta ao HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo por ter impedido um analista de serviços de participar de greve. O trabalhador tentou aumentar o valor da indenização, fixado em R$ 20 mil, mas os ministros o consideraram razoável e proporcional às condutas praticadas pelo banco.

Bancários de Santos e região protestam contra assédio no Santander

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região protestou com manifestação na frente da agência do Santander, na Pça. Mauá, no centro de Santos/SP (onde fica a superintendência regional), sexta-feira (10/2), das 8h às 13h, contra as arbitrariedades como assédio moral, desrespeito à Convenção Coletiva de Trabalho, mudança unilateral do plano de saúde dos funcionários e demissões que estão ocorrendo no banco.

Wenceslau Machado | Transporte público cada vez mais precarizado em nome do lucro aos patrões

Saiba mais: → Rodoviários de Porto Alegre fazem campanha salarial e lutam pela manutenção de 3, 6 mil cobradores Wenceslau Machado* Em 2016 tivemos um ano difícil para a classe trabalhadora, vários direitos retirados, vários projetos que precarizam os serviços e muitos ataques aos trabalhadores para engordar os bolsos dos patrões e banqueiros.  Então chegamos em

Privatização da Cedae começa a ser analisada pela Alerj como contrapartida de empréstimo

O projeto de privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) começou a ser analisado na noite de quinta-feira (9) pela Assembleia Legislativa do estado do Rio (Alerj) e deve ser votado na próxima terça-feira (14). A proposta já recebeu 209 emendas.

Nota Pública: Hartung mente em entrevista à Globonews

Saiba mais: → Sammer Siman: Estudo revela que Espírito Santo tem capacidade financeira para conceder revisão aos servidores → Nota das Brigadas Populares sobre a crise da segurança pública no Espírito Santo → Amauri Soares declara a apoio aos PM’s e Bombeiros do Espírito Santo O Sindipúblicos vem repudiar a entrevista mentirosa e vitimizadora concedida por Paulo Hartung

Fora Gean! Toda solidariedade a greve dos trabalhadores de Florianópolis!

Manifestamos todo nosso apoio e solidariedade aos trabalhadores do município de Florianópolis e seu instrumento de luta, o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem) e repudiamos a ação criminosa do Prefeito Gean Loureiro (PMDB) e do Procurador Geral do Município Diogo Pítsica, que demandam a prisão e a destituição dos diretores do sindicato.

Sindicato dos Bancários de Santos reverte demissão por justa causa no Santander

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região garantiu na justiça a readmissão de uma bancária do Santander, em Itanhaém, nesta quarta-feira, 8. O banco extraviou documentos da trabalhadora, referentes à sua aposentadoria por invalidez, e depois a demitiu alegando abandono de emprego. A lambança incluiu o corte do plano de saúde da bancária, que depende dele por conta de sua doença.

Dia de luta por reajuste integral na PPG do Brasil, em Sumaré (SP)

O Sindicato Químicos Unificados realizou nesta manhã (31/01), ao lado de trabalhadores e trabalhadoras da PPG do Brasil, de Sumaré (SP), uma assembleia com atraso de jornada em protesto contra a intransigência da multinacional em pagar o reajuste integral da categoria, conforme reivindicação apresentada na data base de 1º de novembro, durante a campanha salarial.

Cerco aos bancos públicos e ao futuro do Brasil

Não existem grandes países sem grandes empresas nacionais, também não existem grandes nações que possam prescindir de um forte sistema financeiro público para que se desenvolvam estratégica e soberanamente. Não se trata apenas, como ocorria no passado, do direito de cunhar moeda, mas de ter instrumentos que possam garantir que a roda da economia continue girando.

SP fará convênio com bancos para transformar agências bancárias em creches

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou em entrevista coletiva um conjunto de primeiras medidas neoliberais em seu primeiro dia de mandato. Dória falou em usar imóveis desocupados de bancos e agências bancárias, sem citar quais, para a criação de creches. Segundo ele, São Paulo vai usar R$ 230 milhões do Orçamento, contando

Carta de Repúdio à Medida Provisória 746/16 da reforma do ensino médio

Nós, filósofos e filósofas, professores e professoras de filosofia do Estado de São Paulo, reunidos no III Encontro de professores de Filosofia e Filósofos – APROFFESP – na cidade de São Paulo, cumprindo nosso papel histórico de fazer críticas e proposições quanto ao que ocorre em nossa sociedade, repudiamos veementemente o golpe contra a Educação Brasileira desfechado pelo ilegítimo governo de Michel Temer através da modificação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9.394/96) por meio de Medida Provisória referente à reforma do ensino médio, sem qualquer diálogo com a comunidade acadêmica e escolar no Brasil, o que se assemelha aos Atos Institucionais da última Ditadura Militar no país.

Sindibancários/ES ocupa praça em ato contra a retirada de direitos

A manhã desta terça-feira, 12, foi de mobilização e luta contra os projetos de retirada de direitos promovidos pelo governo golpista de Temer. Diretores e diretoras do Sindibancários/ES participaram do ato realizado na Praça Costa Pereira, onde dialogaram com a população sobre os inúmeros ataques aos direitos dos trabalhadores que estão em curso.

Senado abre sessão para concluir o massacre no serviço público e garantir lucro aos rentistas

O Senado iniciou os trabalhos desta terça-feira (13) pontualmente às 10h para permitir a votação de dois projetos que garantem o massacre dos serviços públicos em benefício dos rentistas, ou seja, daqueles que vivem de juros e dividendos de empréstimos públicos. O primeiro item da pauta é 2º turno da PEC do Teto de Gastos (PEC 55/2016) que congela os investimentos públicos por 20 anos para garantir o pagamento de juros da dívida pública aos rentistas. Já o segundo item é o PLS 204/2016 – que permitirá à administração pública vender para o setor privado os direitos sobre créditos tributários e não tributários, de modo a transferir uma receita que deveria ser do governo para o grande capital.

Servidores do Imperial Hospital de Caridade, em SC, protestam contra PEC 55 e a PEC 287

Trabalhadoras e trabalhadores do Imperial Hospital de Caridade, em Florianópolis (SC)  realizam paralisações de uma hora desde sábado de manhã (10/12), em protesto contra o não pagamento do 13º salário, a PEC 55 (do teto dos gastos públicos) que deve ser votada pelo Senado nesta terça-feira (13/12) e a PEC 287 (Reforma da Previdência). A

Número de bancários demitidos até outubro supera o de todo o ano de 2015

Foi divulgada na quarta-feira, 28, a pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged). O estudo aponta que de janeiro a outubro de 2016 os bancos brasileiros fecharam 10.009 postos de trabalho no Brasil, uma quantia que supera o total fechado em 2015, que foi de 9.886. O número de 2016 representa um aumento de 58,4% em relação ao número de postos fechados no mesmo período no ano passado, que foi 6.319.

Bancários do Banco do Brasil fazem protesto nacional dia 7

Mobilização! Essa é a palavra de ordem dos funcionários para evitar a perda de direitos e evitar o desmonte do Banco do Brasil. Essa certeza ficou ainda mais evidente durante a negociação entre a comissão de empresa dos funcionários e a direção do banco público na quinta-feira 1º de dezembro. Uma nova reunião está marcada para o dia 8.

Distrito Federal vai usar o caixa da previdência dos servidores para o pagamento de salários

Apesar dos fortes protestos, a Câmara Legislativa do Distrito Federal conseguiu aprovar nesta quinta-feira (1º) o projeto de lei que prevê usar o superávit da previdência de servidores públicos para pagar os salários até fevereiro. Ao todo, 17 deputados votaram a favor, 6 votaram contra e uma deputada distrital se absteve. “Agora desfalcam o IPrev,

Senado aprova PEC 55 em 1º turno: pressão social segue forte

Em meio a forte mobilização social, manifestações contrárias do lado de fora do Congresso e forte repressão policial, o plenário do Senado aprovou na noite de terça-feira (29), após 7 horas de discussões, a Proposta de Emenda à Constituição 55 (PEC 55) que congela os investimentos públicos em saúde e educação pelos próximos 20 anos. Foram 61 votos a favor do massacre sobre o povo brasileiro e apenas 14 contrários.

votação da reforma trabalhista

Movimentos sociais trabalham pelo adiamento da votação da PEC 55 hoje no Senado

Em meio à crise institucional que ameaça o mandato do presidente Michel Temer e nada menos que 150 congressistas – supostamente citados na delação premiada dos diretores da empreiteira Odebrecht – será este o momento de votar a PEC 55, que congela os investimentos públicos e sociais por 20 anos para o pagamento de juros da dívida pública? Estes senhores, representantes do grande capital financeiro e implicados em denúncias de corrupção por tais empresas privadas, têm moral para julgar o futuro da nossa Nação? Este é o questionamento que movimentos sociais, servidores, estudantes, aposentados e pensionistas fazem nesta terça-feira (29) de lutas contra a votação da PEC 55, em Brasília.

Povo do Rio Grande do Sul vai às ruas contra pacote de Sartori e avisa: não vamos pagar a conta da crise!

Um dia depois de anunciar o pacote de medidas que prevê privatizações, a extinção de nove fundações, demissão de 1.200 servidores, fusão de secretarias, o aumento da alíquota previdenciária e o fim da exigência de plebiscito para privatizar empresas estatais, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), decretou estado de calamidade financeira para o Estado, em publicação no Diário Oficial de terça-feira (22).

Participe da assembleia geral dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza

O Sindifort convoca todos os servidores e servidoras públicas do município de Fortaleza a participarem, na terça-feira, 29 de novembro, a partir das 8h30, da Assembleia Geral Unificada, que vai debater e aprovar os pontos de pauta da Campanha Salarial 2017.

Top