Internacional articles

FSM: Pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher: “Mulher trabalhadora na linha de frente”

FSM: Pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher: “Mulher trabalhadora na linha de frente”

As mulheres no mundo sempre lutaram e continuam lutando ante as situações de exploração, abuso, torturas, discriminação, ultrajes, violência machista, escravidão, mutilação genital, apedrejamento, violações sexuais, assassinados (feminicídios), práticas que ainda persistem.

FMI - Christine Lagarde - PEC 241

FMI faz recomendação expressa em favor da PEC 241

Saiba mais: → Câmara aprova PEC 241 em 2º turno, mas a luta continua no Senado → Entrevista com Amauri Soares: PLP 257 e PEC 241 exterminam de vez com os direitos dos brasileiros → Vitor Hugo Tonin: PEC 241 não é para limitar os gastos públicos e sim para garantir os juros aos rentistas A diretora do Fundo Monetário

Big e Índio no 17º Congresso Sindical Mundial

Abertura do 17° Congresso Sindical Mundial na África do Sul conta 111 países de todos os continentes

Iniciou nesta quarta-feira o 17º Congresso sindical Mundial que acontece em Durban (África do Sul), entre os dias 5 e 8 de outubro. O secretário-geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora, Edson Carneiro Índio e o secretário de Relações Internacionais, Ricardo Saraiva Big participam do evento que nesta edição tem o mote “Luta, internacionalismo e unidade “.

Intersindical é uma das entrevistadas pelo jornal francês ‘Le Courrier’ em matéria sobre a esquerda no Brasil

Sob o título “A esquerda do Brasil não desiste”, o jornal francês Le Courrier do dia 3 de agosto, traz um panorama sobre os sucessivos protestos contra o governo ilegítimo de Michel Temer, contra o corte em programas sociais, as privatizações em curso e as reformas previdenciária e trabalhista que o grande capital tenta impor.

Indígenas, quilombolas e pescadores pedem a Alemanha que não importe produtos de quem agride suas vidas e territórios

Povos indígenas, quilombolas, pescadores e pescadoras e extrativistas realizaram uma caminhada na Avenida das Nações, em Brasília, na manhã desta quinta (11), denunciando aos países importadores de commodities produzidas pelo agronegócio no Brasil as violações e agressões promovidas por esse setor contra seus direitos, seus territórios e suas vidas. Ao fim da caminhada, uma comissão

Golpe no Paraguay: tribunal condena 11 camponeses por morte de policiais no massacre de Curuguaty

Camponeses foram considerados culpados e receberam penas de 4 a 30 anos de prisão; manifestantes pediram absolvição de acusados diante do tribunal. O tribunal que julga o caso do massacre de Curuguaty, que em 2012 causou a morte de 17 pessoas (11 camponeses e seis policiais) e foi usado como pretexto para a destituição do

Conflitos raciais nos Estados Unidos expõem velhas práticas contra negros e pobres

Todos os Estados Unidos estão sob forte tensão após a execução de dois homens negros pela polícia na última terça-feira (5) e quarta-feira (6), e a morte de cinco policiais na quinta-feira (7), em Dallas, no Texas, durante uma passeata contra o racismo. No fim de semana, milhares de manifestantes saíram às ruas nas principais

Uma revolução acontece no México — mas a mídia “não sabe”

O que começou como uma greve dos professores contra a privatização da Educação no país, se espalhou em manifestações, bloqueios e comunas. O EZLN, histórico grupo revolucionário, notificou o governo que não irá tolerar a violência institucional praticada contra a população. Em um comunicado divulgado na sexta-feira, 17 de junho, os zapatistas colocaram as seguintes

Confronto entre professores e policiais deixa ao menos seis mortos e 94 feridos no México

Protesto contra reforma educacional já dura 35 dias; um jornalista foi assassinado. Pelo menos seis pessoas morreram e 94 ficaram feridas durante um confronto entre professores e policiais no domingo (19/06) em Asunción Nochixtlán, em Oaxaca, no sul do México. Segundo informações da agência France Press, os disparos ocorreram quando cerca de 800 policiais federais

Um milhão protestaram em Paris contra reforma trabalhista, segundo sindicatos

Pelo menos 40 pessoas ficaram feridas nesta terça-feira (14) durante uma grande manifestação contra a reforma trabalhista do governo de François Hollande. O protesto, convocado pelas principais centrais sindicais do país, acontece em meio a várias greves, em plena Eurocopa e um dia após o assassinato de um casal de policiais por um extremista nos

Golpe no Paraguai é tema de livro em lançamento

“Curuguaty – carnificina para um golpe” denuncia papel da mídia e conclama solidariedade com os camponeses presos políticos. Livro será lançado quinta-feira (09) em São Paulo. Neste mês de junho, quatro anos de solidariedade aos sem-terra presos políticos de Marina Kue, no Paraguai, vão virar livro. “Curuguaty – carnificina para um golpe”, do jornalista Leonardo

O exemplo vem da França: se cortar, o bicho vai pegar! Agora, o golpe é em nosso bolso

Em pronunciamento feito na manhã de hoje (24), o ilegítimo e laranja Temer indicou que haverá cortes no uso de verbas públicas, apontando, sem entrar em detalhes, para os setores da saúde, educação e Previdência Social. Os direitos dos trabalhadores já foram listados também como alvos em seu “plano” de governo. Sob ameaça direta estão,

Governos latino-americanos e europeus não reconhecem gestão Temer

Governos da América Latina, especialmente do Cone Sul, têm se manifestado contra o processo de impeachment de Dilma Rouseff (PT) e dizem não reconhecer Michel Temer (PMDB) enquanto ocupante da Presidência. O governo interino do peemedebista também tem sofrido críticas da imprensa estrangeira e de partidos europeus atualmente no poder. No contexto regional, Equador, Cuba,

Federação Sindical Mundial condena golpe contra democracia e trabalhadores do Brasil

A Federação Sindical Mundial (FSM) condena o golpe de estado praticado pela elite contra a democracia e contra a classe trabalhadora no Brasil, conforme votado pelos deputados federais no dia 17 de abril. A FSM surgiu em outubro de 1945, em Paris, com a participação de 56 organizações nacionais de 55 países e 20 organizações

7º ESNA: Ataque imperialista contra a classe trabalhadora e os povos: a defesa do direito à greve, contra a criminalização da luta social

TEMA: ATAQUE IMPERIALISTA CONTRA A CLASSE TRABALHADORA E OS POVOS – A DEFESA DO DIREIRO À GREVE, CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DA LUTA SOCIAL Mesa 1  do 7º ESNA: A nossa comissão teve como eixos temáticos: 1) A investida imperialista contra a classe trabalhadora e os povos. 2) A defesa do direito de greve, contra a criminalização

Intersindical reforça seu caráter internacionalista ao participar do 7º ESNA, no Uruguai

A investida imperialista contra a classe trabalhadora e os povos; A defesa do direito de greve, contra a criminalização da luta social; Os acordos de livre comércio e a ameaça de soberania dos povos; A independência de classe, transformação e luta social foram alguns dos principais temas discutidos no 7º Encuentro Sindical de Nuestra America

Franceses voltam às ruas contra projeto de reforma trabalhista

Uma nova jornada de mobilizações ocorre nesta terça-feira (5) na França para protestar contra um projeto trabalhista que, segundo pesquisas, é rechaçado pela maioria dos franceses. Os críticos do texto assinalam que favorece ao empresariado em detrimento dos direitos dos trabalhadores, em um país onde o desemprego se situa em torno de 10%. Por sua

Intersindical se filia à Federação Sindical Mundial na luta pela defesa dos trabalhadores

O internacionalismo da Intersindical foi reforçado com a filiação à Federação Sindical Mundial, aprovada em 20/03, último dia do 1º Congresso da central realizado em São Paulo José Ortiz Arcos, vice-presidente da Federação Sindical Mundial, fez questão de destacar a história da FSM aos delegados presentes: “O papel da Federação Sindical Mundial é entregar apoio

Congresso da Intersindical aprova filiação à Federação Sindical Mundial (FSM)

Resolução de filiação da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora à Federação Sindical Mundial (FSM) Considerando a dinâmica do sistema capitalista mundial que desde seus primórdios submete os povos e territórios do mundo a lógica perversa de espoliação e acumulação de lucros; Considerando, que as mudanças no processo de produção impostas pelo grande capital impactaram

Berta Cáceres, ativista indígena de Honduras, é assassinada a tiros em casa enquanto dormia

Berta Cáceres foi assassinada nesta quinta-feira (3), em sua casa em La Esperanza, Honduras, na região onde se destacou na defesa do rio Gualcarque contra projetos hidrelétricos e minerários e na promoção dos direitos de comunidades indígenas e tradicionais. Sua morte, na véspera de seus 44 anos, acontece num momento em que comunidades Lenca estão

Debate sobre “115 Anos da Fotografia Cubana”, na Regional Campinas do Unificados

O Sindicato dos Químicos Unificados, o Observatório de Gestão Pública do Trabalhador, Globocine e TV Movimento promovem uma palestra com o fotógrafo cubano Mario Diaz (autor da imagem acima), que falará sobre os 115 anos da fotografia cubana, no dia 27/10 (terça-feira), a partir das 19h, na Regional Campinas do Unificados. Na sequência haverá um

Reginaldo Nasser: “A questão urbana é o lugar de combate”

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora Na manhã do último sábado a Direção Nacional da Intersindical Central da Classe Trabalhadora recebeu Reginaldo Nasser, professor e Chefe do Departamento de Relações Internacionais na PUC-SP, para debater a atual conjuntura do Oriente Médio, EUA e os conflitos envolvidos nesse processo. O mestre em Ciência Política (UNICAMP) e

Revelar origem da dívida grega provocaria revolução financeira mundial, diz auditora

Membro da comissão que auditou parte da dívida pública grega, Maria Lúcia Fattorelli questiona: é ‘rídiculo’ culpar Atenas pela crise europeia A pressão realizada pelos credores europeus para que a Grécia aceitasse o acordo para um resgate financeiro foi, na verdade, uma tentativa de impedir que se conheçam as origens “ilegais e ilegítimas” da dívida,

Mineração é a maior responsável por mortes no trabalho ao redor do mundo

“Nas jazidas os turnos chegam a ser de 24 horas e é comum que algum trabalhador, em geral menor de idade, sofra acidentes sérios ou até mesmo fatais. Um entrevistado de apenas 17 anos disse que sofreu uma queda em um poço fundo junto com outros dois colegas. Ele foi o único que sobreviveu”, escreve Vivian

O segredo bancário por trás da tragédia grega

Maria Lúcia Fattorelli* A Grécia está enfrentando um tremendo problema de dívida pública e uma crise humanitária. A situação atual é muitas vezes pior do que a de 2010, quando a Troika –FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu – impôs seu “plano de resgate” ao país, justificado pela necessidade de apoiar a Grécia. Na

A Venezuela que Aécio não quer ver

Carta Capital / Victor Farinelli A preocupação do senador Aécio Neves e alguns líderes da direita brasileira é legítima. Porém, é interessante constatar como essa iniciativa anunciada de visitar os presos políticos do país é sustentada por argumentos descontextualizados e que omitem uma situação política muito mais complexa, da qual o principal defendido pela comitiva

Familiares dos 43 estudantes mexicanos desaparecidos estarão em São Paulo nos dias 2 e 3 de junho

Atividade inaugura na cidade, no dia 2 de junho, às 14h, a Caravana 43 Sudamérica, que traz os familiares ao Brasil, Uruguai e Argentina em solidariedade a sua luta. No último dia 26 completaram-se oito meses do massacre do Estado do México que levou a seis mortes e 43 desaparições em Iguala, estado de Guerrero.

Japão: berço da terceirização, país critica tipo de contratação

A terceirização surgiu na Toyota, no Japão, após a Segunda Guerra Mundial. O modelo de contratar empresas terceirizadas foi rapidamente exportado para todos os cantos do mundo. As consequências foram ruins em todas as experiências.  Enquanto no Brasil, os empresários querem generalizar a terceirização como única forma de contratação de trabalho, alguns países estão revendo

Espanha entre a direita e o desalento

Vitória do Partido Popular evidencia falência da social democracia e dilemas dos indignados. Ao recusarem, em sua maioria, participação na política institucional, ativistas abrem espaço para que propaganda conservadora capitalize fracasso do PSOE. Novos governos, baseados em duro arrocho fiscal, tendem a ser instáveis e antidemocráticos

Top